Biblioteconomia

o que é biblioteconomista

A biblioteconomia é uma das profissões mais pesquisadas, afinal, tem sido cada vez mais valorizada e requerida no mercado de trabalho, o que só faz com que seu valor seja ainda mais alto. Estes profissionais passam por rigorosas formações a fim de que se tornem mais competentes.

Outros nomes para esta profissão: Bibliotecário, biblioteconomista

  • Modalidades: Teletrabalho, Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Baixa
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Economia, Informática, Línguas, Literatura, Materiais e Tecnologias, Multimédia
  • Idiomas: Inglês, Português

Este é um trabalho para quem tem uma enorme paixão por livros e sistemas, até porque o biblioteconomista une estes dois elementos. Além disso, exige uma grande capacidade de organização.

Quer saber tudo sobre a profissão de biblioteconomista? Então basta que continue a ler este post até o fim!

O que faz um biblioteconomista?

O biblioteconomista, ou bibliotecário, trata, basicamente, da organização do catálogo de toda a biblioteca. Já esteve em uma e pensou sobre como todos aqueles livros se mantinham colocados em prateleiras específicas, numeradas e letradas de acordo com seu género ou ano de publicação?

Pois é! Os profissionais de biblioteconomia são os responsáveis por toda essa organização, já que conseguem criar sistemas novos, ou trabalhar em cima de sistemas antigos, de forma a manter os livros nos seus devidos lugares.

Além de manter a biblioteca organizada, eles podem trabalhar com o atendimento completo aos visitantes, ajudando-os a encontrarem o título perfeito no meio de centenas e centenas de livros, pois conhecem aquele lugar como ninguém!

Além disso, eles também podem trabalhar em plataformas digitais, onde criam organizações específicas para e-books nas plataformas de leitura, as quais conhecemos tão bem nos dias atuais!

Estes profissionais também podem fazer a gestão de várias informações diferentes, que não as dos livros. Podem organizar arquivos de empresas, de escolas ou de qualquer tipo de instituição que necessite de catalogar os seus arquivos de maneira facilitada e organizada.

Alguns profissionais vão mais longe! Eles criam sistemas completos de organização para os livros, sejam eles digitais ou virtuais. Esses sistemas levam anos para se tornarem realmente aplicáveis, mas, quando se tornam, podem gerar bons lucros!

Quais as suas funções

O profissional de Biblioteconomia pode atuas nas seguintes áreas:

Catalogador: O profissional ficará responsável por catalogar os livros na biblioteca onde foi contratado. Não se trata de colocar os livros nas estantes, mas, sim, de organizá-los de forma a que possam ser encontrados rapidamente mais tarde.

Atendente de biblioteca: É claro que a maioria dos profissionais da área não sonham em atender apenas nas bibliotecas, mas a melhor opção, especialmente para quem está no início da carreira, é o atendimento. Desta forma, consegue ganhar alguma experiência.

Criador de sistemas: Como dito nos parágrafos anteriores, os profissionais de biblioteconomia podem criar sistemas novos, o que é genial! Esse tipo de trabalho pode gerar um bom lucro para os profissionais, ou para as empresas que os contratam.

Catalogador de arquivos: Não pense que os biblioteconomistas trabalham apenas com livros, eles podem também atuar na gestão de grandes quantidades de arquivos de forma organizada e regrada. Empresas contratam estes profissionais para cuidarem da catalogação.

Saídas no mercado de trabalho

As saídas no mercado de trabalho são muito diversas mas, de maneira geral, estes profissionais tendem a conseguir trabalho fixo em bibliotecas das suas cidades, fazendo a gestão dos sistemas e cuidando da organização dos livros que chegam diariamente.

Encontrar uma biblioteca que aceite o seu serviço é a melhor maneira de se conseguir uma boa estabilidade financeira, o que, sem sombra de dúvidas, é muito positivo, não só para esta área, mas para qualquer outra.

Outra forma de se dar bem na profissão é tornando-se um biblioteconomista digital. Neste caso, ficará responsável por gerir toda a organização sistemática da biblioteca digital.

Ser um biblioteconomista liberal (autónomo) também pode ser muito interessante para pessoas que já têm alguma estabilidade financeira.

Como entrar na carreira de biblioteconomista?

Para iniciar como biblioteconomista, precisará passar por um curso de formação. Esses cursos estão disponíveis em universidades, tanto pagas, quanto gratuitas, que servirão como uma espécie de capacitação nesta área de sua vida.

Não há outra forma de se tornar um biblioteconomista sem passar pelo curso. Pode até ser possível reunir os conhecimentos disso fora da faculdade, mas, de uma forma ou de outra, se realmente quiser tornar-se um profissional, precisará da formação.

Onde estudar biblioteconomia

Em Portugal:

No Brasil:

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima