Cientista Alimentar / Ciência dos Alimentos

Cientista Alimentar / Ciência dos Alimentos

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Biologia Física Matemática Química

Idiomas:

Inglês, Português

A Ciência dos Alimentos é uma área fundamental nos dias que correm, pois até pode ajudar a combater a fome no mundo. Assim, o Cientista Alimentar aplica conceitos científicos e tecnológicos no estudo dos produtos e dos processos alimentares.

A população mundial continua a crescer e espera-se que, nos próximos 50 anos, chegue a mais de 9 biliões de pessoas. Um número assustador que pode colocar em causa o acesso a alimentos seguros e de qualidade.

Neste cenário, o papel da Ciência de Alimentos é essencial. Portanto, o Cientista Alimentar usa a ciência e a tecnologia para garantir a segurança e o valor nutricional dos bens alimentares que chegam à mesa de milhões de pessoas.

Deste modo, intervém tanto nos produtos em si como também nos processos de produção.

Mas continua a ler para saber tudo sobre esta área profissional!

O que é a Ciência dos Alimentos?

A Ciência Alimentar garante a segurança e a qualidade dos produtos alimentares, mas também que têm os valores nutricionais adequados.

Além disso, trata ainda da Sustentabilidade desses produtos.

É uma área multidisciplinar que envolve a Biotecnologia, mas também a Biologia, a Química e a Bioquímica. Com recurso a estes diferentes saberes, a Ciência dos Alimentos tenta melhorar os produtos alimentares que chegam ao grande público.

Para que serve a Ciência dos Alimentos

Mas para entenderes melhor a missão do Cientista Alimentar, é importante que entendas qual é, no fundo, a sua missão.

Para isso, deixamos-te o resumo daqueles que são os grandes objetivos da Ciência dos Alimentos:

  • Alimentos seguros e de qualidade
  • Valores nutricionais adequados
  • Sabor agradável
  • Preço económico
  • Quantidade abundante
  • Fácil de preparar
  • Bens alimentares sustentáveis
  • Facilitar disponibilidade da comida.

O que faz um Cientista Alimentar

Os Cientistas de Alimentos estudam os elementos que compõe os alimentos. Para isso, usam princípios de ciências como a Química e a Biologia, como já dissemos.

O seu trabalho passa por analisar o valor nutricional dos produtos alimentares. Mas também tentam encontrar formas de melhorar a qualidade das comidas processadas e de torná-las mais seguras.

Além disso, podem também pesquisar e ajudar a desenvolver novos alimentos.

Trata-se, sobretudo, de um trabalho de pesquisa e de investigação, com foco nos direitos e na saúde do consumidor.

Contudo, os Cientistas Alimentares podem escolher entre áreas distintas de actuação como:

  • Pesquisa e Desenvolvimento
  • Leis e regras sanitárias
  • Produção
  • Segurança Alimentar e Qualidade.

Conforme a área escolhida, os profissionais de Ciência dos Alimentos terão funções distintas. Contudo, também podem acumular funções em várias áreas. Tudo depende do tipo de organização onde trabalhem.

Quais as suas funções

Um Cientista Alimentar efetuará diversas funções conforme a sua especialização.

Assim, se trabalhar na área da qualidade, terá de monitorizar a produção de alimentos, para garantir que os processos são os mais adequados.

Mas também terá de analisar os produtos alimentares para apurar a quantidade de nutrientes, de açúcares, de vitaminas e de gorduras. Este procedimento é essencial para rotular a comida da forma correta.

Além disso, terá de testar amostras de produtos para verificar se têm fungos, leveduras ou bactérias prejudiciais à Saúde Pública.

Por outro lado, se trabalhar no âmbito da investigação, pode testar e desenvolver novos métodos de embalagem e novos aditivos.

Contudo, também pode criar novos produtos, ou trabalhar na melhoria dos já existentes. Mas ainda pode explorar métodos alternativos de produção, para serem mais eficientes e mais baratos.

No âmbito do processamento, o Cientista de Alimentos trabalha com técnicas como, por exemplo, secagem, evaporação, panificação e enlatamento.

Já na área da regulação alimentar, o seu trabalho será garantir o cumprimento das leis sanitárias e dos padrões de qualidade.

Certo é que o trabalho é feito em parceria com outros profissionais da indústria, como os Engenheiros de Alimentos, os Técnicos de Segurança Alimentar e os Microbiologistas, entre outros.

Quanto ganha um Cientista de Alimentos

Os salários nesta profissão dependem muito do tipo de empresa onde se trabalhe, tal como acontece em várias outras atividades.

Além disso, a sua localização geográfica, bem como a própria experiência do Cientista Alimentar são também muito importantes.

Contudo, trata-se de uma profissão de carácter científico e muito técnico que pode ser bem remunerada. Até porque as implicações associadas são sérias. Repara que o trabalho do Cientista de Alimentos pode ter influência na saúde das pessoas.

Assim, os deslizes e a falta de profissionalismo podem ter consequências severas para a sociedade e para as empresas envolvidas. Portanto, os Cientistas de Alimentos têm de ser devidamente pagos.

Saídas no Mercado de Trabalho

As estimativas dos peritos indicam que a procura por profissionais de Ciência dos Alimentos vai continuar a aumentar nos próximos anos. As preocupações crescentes com a alimentação saudável e com a produção sustentável dão força à profissão.

Assim, vão continuar a surgir boas oportunidades de emprego para Cientistas Alimentares.

Entre os setores que mais empregam estes profissionais estão as empresas de retalho ou de varejo e as universidades. Mas também entidades governamentais e de investigação são boas opções para encontrar trabalho.

As ofertas de emprego podem ser encontradas nos sites de emprego e em agências de recrutamento. Além disso, os sites de algumas empresas também podem divulgar novas vagas.

Como seguir carreira em Ciência e Tecnologia dos Alimentos

Para abraçar esta profissão é preciso ter uma graduação específica, seja em Ciência dos Alimentos, ou noutra área científica, como por exemplo, Química, Bioquímica, Nutrição, Microbiologia ou ainda Engenharia Química.

Contudo, também há quem opte por uma via distinta, aproveitando a experiência de trabalho na indústria alimentar. Com essa carta na manga, fazem alguma especialização em Ciência e Tecnologia dos Alimentos.

Portanto, esse misto de experiência e formação pode ser uma alavanca decisiva para triunfar na área.

No caso dos recém-formados, um estágio pode ajudar a entrar neste mundo como aprendiz de Tecnólogo Alimentar.

Principais qualidades de um Cientista de Alimentos

Quem sonha exercer esta profissão, tem de saber já que para trabalhar na Ciência dos Alimentos é ideal ter estas características:

  • Domínio de várias ciências e da forma como se aplicam aos alimentos
  • Boas capacidades de análise
  • Jeito com números
  • Capacidade de trabalhar de forma autónoma
  • Atenção ao detalhe
  • Boas qualidades de comunicação
  • Habilidade para trabalhar em equipa.

Onde estudar Ciência dos Alimentos

A crescente procura de profissionais aptos a fazer Ciência dos Alimentos tem levado ao aparecimento de cada vez mais cursos nesta área. Portanto, a oferta existe, é só saber como escolher a opção ideal.

Mas tens de te preparar já para estudares cadeiras como Matemática, Física e Química, pois são essenciais no âmbito da atuação de um Cientista Alimentar.

Assim, para te dar uma ajuda, deixamos-te alguns links de formações que te podem interessar…

Portugal:

Brasil:

Agora que já sabes o que é a Ciência dos Alimentos e o que faz um Cientista Alimentar, sentes que chegaste à tua profissão de sonho? Se estás certo de que é isto que queres para o teu futuro, vai em frente. Estamos a torcer pelo teu sucesso!

Mas se continuas com dúvidas, aproveita para espreitar o Simulador de Profissões. Vais ter acesso a profissões alternativas para encontrares a mais certa para o teu perfil!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top