Etólogo Animal / Etologia

Etólogo - Etologia Animal

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Ordenado Médio Mensal:

1000€ - 1500€

Empregabilidade:

Baixa

Disciplinas do secundario:

Biologia Psicologia

Idiomas:

Português

O Etólogo Animal é um profissional especializado no comportamento e na comunicação de animais como cães, gatos e cavalos, entre outros. A Etologia é uma especialidade cada vez mais procurada com a crescente defesa dos direitos dos animais. Mas vem saber tudo sobre essa profissão…

O bem-estar animal é uma preocupação cada vez maior entre quem tem bichos de estimação. Mas já não é apenas com o bem-estar físico que as pessoas se preocupam.

Nos últimos anos, dispararam estudos, cursos e artigos sobre psicologia animal e sobre temas como a Etologia Canina ou a Equitação Etológica. Portanto, fica claro que esta é uma área em expansão.

O Etólogo Animal é um profissional da área da veterinária que trata de temas como o comportamento animal, mas de uma forma mais psicológica e de comunicação. Portanto, ele “fala” com a mente do bichinho.

Fica connosco para saberes mais sobre essa área profissional…

O que é a Etologia Animal

A Etologia é a ciência da área da Zootécnica que se dedica ao estudo do comportamento animal. Assim, permite identificar os diversos tipos de comportamentos que podem indicar situações de mal-estar dos bichos de estimação.

Portanto, esse processo de diagnóstico é fundamental para resolver os seus problemas. Sabias que os cães e os gatos também podem sofrer de estresse e de ansiedade? Pois é, e é aqui que o Etólogo tem um papel importante.

A Etologia Canina é a vertente mais conhecida. Mas a ciência do comportamento animal também pode ser aplicada em outros animais domésticos, como por exemplo os gatos. Contudo, até bovinos e cabras são abrangidos, pois são espécies muito sociáveis.

Diferença entre Etólogo e Treinador de Animais

Há uma tendência de confundir a profissão de Etólogo com a de Treinador de Animais. Mas tens de saber que são bem diferentes.

Assim, o Treinador de Animais lida diretamente com os gestos e o que o cão ou gato faz. Deste modo, procura ensiná-lo a comportar-se de uma certa forma.

Porém, a identificação da raiz do problema é feita pelo Etólogo. Portanto, este profissional tem uma atuação mais do âmbito da psicologia.

Contudo os dois profissionais podem e devem trabalhar juntos.

Diferença entre Etólogo Animal e Adestrador

Também há alguma confusão entre o que é um Etólogo e o um Adestrador de animais.

Assim, adestrar um animal passa pelo seu treinamento para que obedeçam aos seus donos. É um processo focado nos humanos, para facilitar-lhes a vida e o controle do animal.

A intervenção do Etólogo é sempre mais focada no animal e no seu bem-estar.

Mas vem daí conhecer mais sobre este universo…

Quanto ganha um Etólogo Animal

O quanto um Etologista ganha depende muito de alguns fatores chave. Assim, a sua experiência é essencial. Portanto, quanto mais experiente for, melhor será o seu salário.

Contudo, o local onde o profissional trabalha também é importante. Em certos setores, os valores são bem mais interessantes do que em outros. Por exemplo, as clínicas veterinárias dedicadas ao bem-estar animal podem pagar mais.

Mas ter um espaço próprio também pode ser uma boa ideia para rentabilizar melhor o trabalho.

Porém, o tipo de animal com que se trabalha também pode fazer diferença.

Assim, há uma conjugação de fatores com que é preciso contar.

Vem agora entender melhor a profissão…

O que faz um Etologista

O trabalho do Etologista é resolver os problemas de comportamento dos cães. Mas isto não tem tanto a ver com questões de educação do cachorro.

A atuação do profissional serve para solucionar problemas mais profundos, por exemplo, medos, estresse e ansiedade ou até a falta de socialização do animal.

O Etólogo trabalha de forma presencial, para poder observar o bicho ao vivo e, assim, ter uma ideia mais clara do que pode ser o problema.

Além disso, também fala com os donos do animal, pois precisa de entender se ocorreu algo que o tenha levado a mudar o seu comportamento.

Estes profissionais podem ter conhecimentos das áreas da Biologia, da Psicologia ou da Medicina Veterinária.

Mas aqueles que atuam em veterinária trabalham, por norma, no que se chama Etologia Clínica. Isto significa que lidam com os animais numa vertente mais de Saúde Mental e, portanto, podem prescrever até medicamentos.

De qualquer modo, o trabalho do Etólogo tem muito a ver com a sua área de intervenção. Espreita, já de seguida, algumas das mais importantes…

Tipos de Etologia

  • 1 – Etologia Clínica
  • 2 – Etologia Canina
  • 3 – Etologia Felina
  • 4 – Etologia Ornitológica
  • 5 – Etologia Equina ou Etologia de Equinos
  • 6 – Etologia Bovina
  • 7 – Etologia de Coelhos.

Continua a ler para saberes mais do trabalho de um Etólogo…

Quais as suas funções

A função de um Etólogo passa por realizar consultas de comportamento animal. Neste processo, o profissional procura entender qual é o problema e apresenta soluções e rotinas para o resolver.

 Assim, os donos dos animais de estimação podem ter dificuldades em comunicar com os seus amigos de quatro patas. Mas o Etologista pode ajudá-los a quebrar barreiras.

Além disso, podem apresentar-lhe outros problemas que coloquem em causa o bem-estar do animal e da sua família adotiva. Veja de seguida, considerando um cachorro como exemplo, algumas das áreas de atuação de um Etólogo…

Principais problemas tratados em Etologia Clínica

  • Medos e fobias
  • Cachorros muito agressivos
  • Ansiedade por separação
  • Dificuldade em estar só
  • Ladrar demasiado
  • Destruição de objetos e da casa
  • Posse de objetos
  • Conflitos entre cachorros da mesma casa.

Mas para lá dos animais, o Etologista pode ainda acompanhar pessoas que têm fobia a cães. É a chamada cinofobia que é um problema comum a muita gente. Porém, embora sendo comum, é um medo complexo e difícil de trabalhar.

Como vês, este profissional tem uma área de atuação alargada. Confirma de seguida mais algumas das funções de um Etólogo:

  • Modificar comportamento animal
  • Planejar “tratamentos” a fazer pelos donos dos animais
  • Acompanhar o trabalho feito com os bichinhos em casa
  • Ajustar métodos e rotinas prescritas
  • Aplicar técnicas de reforço positivo 
  • Fazer pesquisa e investigação
  • Dar formação a adestradores, treinadores e donos de animais.

Mas continua connosco por dentro deste setor profissional…

Saídas no Mercado de Trabalho

A área do bem-estar animal tem grande potencial económico. Os donos de bichos de estimação estão, cada vez mais, dispostos a gastar dinheiro para garantir que estes são felizes.

Portanto, a Etologia Canina tem uma boa margem para ser rentável. Mas o setor ainda está em crescimento e, nesta altura, não há muitas chances de emprego.

Em termos de saídas profissionais, a principal porta de entrada na profissão são clínicas veterinárias e de bem-estar animal.

Mas o Etólogo também pode fazer consultoria e dar formação, por exemplo a Criadores de Animais.

Além disso, se quiser trabalhar com animais selvagens e exóticos, pode encontrar emprego em jardins zoológicos, aquários e reservas ecológicas.

Contudo, pode igualmente ficar ligado a Organizaçãos Não Governamentais e associações de proteção animal. Mas ainda pode ter saídas em órgãos públicos da área veterinária ou até gerir programas municipais em prol do bem-estar animal.

Vê como podes dar os primeiros passos nesta área…

Como entrar na Etologia

Muitas pessoas entram nesta área depois de fazerem formação para Biólogo, Zoólogo ou Veterinário.

Assim, acaba por ser mais uma especialização do que um percurso profissional escolhido de antemão. Até porque não há cursos superiores dedicados à Etologia Animal.

Deste modo, também há pessoas que optam por esta via como uma forma de terem uma vida profissional mais livre, por exemplo trabalhando como freelancers. Portanto, abrir um espaço próprio é uma boa ideia.

Em certas cidades, também se pode pensar em criar parcerias com clínicas veterinárias, propondo-se para prestar o serviço nesses locais. Pode ser uma boa forma de começar uma carreira de sucesso.

Mas antes disso, deves preparar-te o melhor possível com uma boa formação. Sem ela, não conseguirás ter créditos para trabalhar na área.

Onde estudar Etologia

Não existem cursos intensivos dedicados à Etologia. Mas a ciência e o comportamento animal em si são abordados como disciplinas em alguns cursos superiores, por exemplo no de Medicina Veterinária.

Contudo, há várias formações e cursos livres que se podem fazer nesta área. Portanto, podem habilitar os Etólogos que chegam ao mercado.

Deixamos-te aqui algumas alternativas de cursos na área da Etologia…

Portugal:

Brasil:

Como vês, um Etólogo Animal mistura uma série de skills e de saberes. Portanto, a Etologia é uma área desafiante que não é para qualquer um. Mas se achas que tens o que é preciso para vencer neste campo, desejamos-te muito sucesso.

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top