Baby-Sitter

Baby-Sitter

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Biologia Desenho Educação Física Literatura Materiais e Tecnologias Oficina de Artes Psicologia

Idiomas:

Inglês, Português

Se gostas de crianças e procuras uma ocupação, a profissão de baby-sitter (ou babysitter) é uma ótima escolha! Vais passar o dia a tomar conta de bebés e crianças, enquanto os pais estão ausentes. Normalmente é um trabalho esporádico, então vais ter de publicitar muito os teus serviços de babysitting.

O babysitting, embora seja um serviço mais oferecido por mulheres, também já começa a ser ofertado por homens. A ligação com as crianças ainda está tradicionalmente associada ao género feminino, por isso ainda existem poucos homens no meio. No entanto, estes preconceitos tendem a esbater-se e será mais comum vermos os homens a seguirem também esta carreira.

Mas se tens gosto por crianças e se tens habilidade com elas, esta pode ser uma ótima forma de conseguires um ordenado, ou um dinheirinho extra.

Queres saber mais sobre a profissão de babysitter? Então continua connosco!

O que faz um Baby-Sitter?

O baby-sitter, ou babysitter, é aquele que toma conta de bebés ou crianças de forma esporádica, quando os pais precisam ausentar-se por algumas horas. Pode ficar a tomar conta das crianças em sua casa, na casa dos contratantes, ou em locais designados para o efeito (como um espaço alugado com condições para os mais novos).

Por exemplo, é cada vez mais comum contratarem babysitters para tomarem conta das crianças durante uma festa, ou num hotel, durante as férias da família.

Nos dias de hoje, com uma rotina tão corrida, muitos pais precisam de ajuda em algumas situações. As creches e jardins de infância só funcionam até ao fim da tarde, mas o trabalho muitas vezes obriga a horários alargados.

São nesses momentos que os babysitters podem ajudar. Não é algo que vamos precisar todos os dias, mas quando temos uma reunião, ou quando temos de dar horas extras no trabalho, ou um jantar de negócios, ou até mesmo para passear um bocado e namorar, contratar os serviços de babysitting é a solução.

Diferença entre Baby-Sitter, Ama e Nanny

Embora muitas pessoas confundam estas três profissões, elas são distintas. O Baby-sitter toma conta de crianças de forma esporádica, num horário que os pais vão estar ausentes. Assim sendo, o babysitter é um profissional autónomo, freelancer, que oferece os seus serviços e é pago por hora ou dia de trabalho.

Já a ama é um trabalho contínuo. Ela cuida de várias crianças ao mesmo tempo, de várias famílias, em sua casa, durante o horário de trabalho dos pais. Neste caso, os pais levam os seus filhos até à casa da ama e vão buscá-las no fim do turno de trabalho.

A nanny vive na casa da família, e por isso está encarregue de tudo o que diz respeito às crianças da casa. São elas que levam as crianças à escola, dão-lhes as refeições, dão banho, tiram dúvidas nos trabalhos de casa, e até acompanham a família durante as férias. É quase como uma familiar que recebe dinheiro para ficar responsável pelas crianças.

Agora que já tiramos as possíveis dúvidas sobre estas três profissões diferentes, vamos dar uma olhadela às funções do baby-sitter!

Quais as suas funções

De entre as várias funções do baby-sitter, podemos falar aqui, por exemplo:

  • Ajudar as crianças a tomar banho e vestir
  • Dar as refeições às crianças
  • Ler e contar histórias
  • Brincar
  • Orientar as brincadeiras
  • Dar medicação
  • Pôr as crianças para dormir

O baby-sitter tem de seguir a rotina normal das crianças. Por isso, é bom conversar bem com os pais para saber o que as crianças costumam fazer naquele horário, a que horas eles comem, a que horas dormem, entre outros detalhes.

Saídas no Mercado de Trabalho

O mundo moderno exige muito das pessoas ativas. Embora muitos trabalhadores tenham um horário “normal”, de 8 horas por dia, das 9h às 17h, a verdade é que muitos têm horários bem mais alargados.

Sem dúvida, quando queremos postos superiores, ou cargos de maior responsabilidade, as oito horas de trabalho nunca acontecem! Ou ficamos no trabalho, ou o trabalho vem para nossa casa.

Mas quando temos filhos, este pode ser um grande problema, especialmente se os dois pais estão nesta roda viva. Por isso, são cada vez mais os casais que optam por contratar pessoas especializadas em cuidar de crianças.

Os serviços de baby-sitter são muito procurados nos dias de hoje, não só quando os pais têm compromissos de trabalho, mas também porque querem ter algum tempo para eles próprios. É o aniversário de casamento, o dia dos namorados, ou um jantar de comemoração, ou uma festa em casa dos amigos…

É precisamente aí que os baby-sitters podem ajudar muito, porque tomam conta das crianças por aquelas horinhas.

Sendo assim, o mercado de trabalho está em fase de crescimento, e as oportunidades de trabalho são várias. No entanto, não podemos esquecer que este é um trabalho freelancer. Os baby-sitters são contratados apenas para determinadas ocasiões, ao contrário das amas.

Por isso, é bom ter sempre anúncios atualizados para que os pais que precisam dos serviços encontrem o teu contacto facilmente.

Outra opção é procurar por empresas que oferecem estes serviços aos seus clientes, como empresas de eventos, por exemplo.

Quanto ganha um Baby-Sitter?

Regra geral, os serviços são pagos à hora, por um valor acordado previamente. No entanto, este serviço também pode ser pago ao dia (é comum, por exemplo, quando os pais estão de férias e querem deixar o seu filho com um babysitter durante um dia inteiro).

Claro que o valor cobrado vai depender de quantas crianças vais ter de tomar conta, e do horário que é preciso. Normalmente é à noite e ao fim de semana, e nesses casos o serviço é mais caro. Mas também pode ser durante o dia e à semana.

Em média, em Portugal, o babysitter ganha 5,94 € por hora. No entanto, profissionais que demonstrem experiência com crianças, podem cobrar até 14 € por hora. Este valor também varia com a localização dos profissionais.

A capital portuguesa é a cidade onde o valor pago por hora é mais elevado (6,26€). No Porto (segunda maior cidade portuguesa e uma das mais populosas do país), o preço médio cobrado é de 5,87€. Mas se olharmos para outras cidades, o valor é mais baixo. Por exemplo, em Leiria, o valor médio cobrado pelos babysitters é de 5,47€ por hora.

O tipo de serviço prestado e o horário em que é contratado também fazem com que o preço seja diferente. Em média, podemos dizer que, para os serviços pontuais, temos os seguintes valores:

Serviço de BabysittingPreço/hora
1 Criança durante a semana 10€
2 Crianças durante a semana15€
1 Criança durante o fim de semana13€
1 Criança durante a noite13€
Serviço de eventos12€

Como entrar na carreira de Baby-Sitter?

Não precisas de ter nenhuma formação para ser baby-sitter, mas os pais geralmente pedem algumas referências. Sendo assim, é importante começares a tomar conta das crianças da família, para ganhares experiência, depois as crianças de conhecidos, e só depois crianças de famílias desconhecidas.

Assim consegues ter um leque grande de referências para dar, e os pais vão dar-te mais confiança. Afinal de contas, estamos a falar das pessoas mais importantes nas vidas de todos os pais. Por isso, contratar a pessoa certa é a prioridade. Além de boas referências, ter um curso profissional também pode ajudar na hora de conseguir mais clientes.

Onde estudar para Baby-Sitter?

Embora não seja exigida uma formação em baby-sitting, a verdade é que ter no currículo um curso na área vai abrir-te muitas portas. Como dissemos, é uma forma de os pais se sentirem mais confiantes e seguros com a tua contratação. Por isso, deixamos-te aqui alguns cursos que podes fazer. Espreita!

Portugal:

Brasil:

Queres ser baby-sitter? Então começa a trabalhar no teu currículo ainda hoje e investe, sim, em formação adequada. Um bom curso pode fazer toda a diferença na hora de conseguires boas oportunidades de emprego. Sucesso!

Partilhar Post

4 comentários em “Baby-Sitter”

    1. Guia das Profissões
      Guia das Profissões

      Olá Cristina.

      Obrigado pelo testemunho.

      Quanto à dúvida, a abertura de um qualquer negócio implica o cumprimento de regras específicas de cada setor profissional, mas também de normas gerais que se aplicam a todo o tipo de empresas. Assim, acreditamos que este artigo possa ser útil: "Como abrir uma empresa em nome individual? Segue estas dicas"

      Quanto ao babysitting propriamente dito, não é necessário ter formação específica nesta área. Mas é sempre importante ter credenciais que os pais possam reconhecer como válidas e como uma garantia de confiança, caso contrário não se sentirão à vontade para deixar os seus filhos entregues num centro qualquer.

      Esperamos ter ajudado e desejamos-te muito sucesso!

        1. Guia das Profissões
          Guia das Profissões

          O ideal é ir diretamente à Segurança Social colocar essa questão, ou usar os canais de contacto que têm disponíveis. Infelizmente, não temos essa informação.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top