Bailarino

Bailarino

O bailarino, ou dançarino, é o profissional que trabalha com dança. Ele é capaz de se expressar através do seu corpo, com movimentos artísticos que dão vida à música. Sendo assim, os bailarinos são pessoas que conseguem transformar a própria realidade através da dança.

Outros nomes para esta profissão: Dançarino

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Educação Física, Oficina de Artes
  • Idiomas: Inglês, Português

A dança é uma sequência de movimentos do corpo para uma determinada música, ou segmento da mesma, a qual pode ser previamente criada (coreografia), por si ou por um coreógrafo, ou improvisada. Neste último caso, falamos de dança livre.

O objetivo da dança é transmitir um sentimento, ou então potenciar os sentimentos despertados por uma música. Com passos cadenciados, os bailarinos são capazes de interpretar uma música, ou trecho de uma música, com leveza, suavidade, beleza, mas com força e vigor ao mesmo tempo.

Apesar de muitas pessoas olharem para a dança como um passatempo ou divertimento, para outras pessoas é o sonho de uma carreira promissora.

Se este é o teu caso, então estás no sítio certo! Aqui vamos falar-te de tudo o que precisas saber sobre esta belíssima carreira artística, mas nada fácil.

Curioso?

Vem connosco!

O que faz um Bailarino?

O bailarino é o profissional que interpreta uma ou várias músicas, ou trechos das mesmas, com movimentos sequenciados, usando o corpo para expressar sentimentos, histórias, pensamentos e ideais.

Os bailarinos podem especializar-se em diferentes tipos de dança, como, por exemplo:

  • Ballet
  • Dança contemporânea
  • Danças de salão
  • Jazz
  • Sapateado
  • Flamenco
  • Street Dance (Dança de rua)
  • Stiletto
  • Danças africanas
  • Danças sul-americanas

Todas elas são muito exigentes, embora a que mais trabalho requer seja, efetivamente, o ballet clássico. Para se ser um bom bailarino de ballet, são precisas muitas horas de trabalho árdua, muitos treinos, e desde muito cedo. O ideal é começar ainda em criança.

Da mesma forma, a dança contemporânea exige um aperfeiçoamento muito grande, sendo que a maioria dos bailarinos têm formação em ballet clássico, e só depois formação em dança contemporânea.

Todos os outros estilos de dança também exigem muito trabalho e dedicação absoluta à arte. Para se ser bom naquilo se faz, especialmente no que toca à dança, é preciso treinar muito, todos os dias, e não pode haver nada que seja mais importante.

Características de um bom Bailarino

Para seres um bom bailarino, antes de qualquer coisa, precisas ter sentido rítmico e boa coordenação motora. Apesar de muito se conseguir com trabalho, ter talento é indispensável para se ser brilhante na área.

Mas ter talento não basta! É preciso muita dedicação e muito empenho. Tens de viver para a dança, respirar a dança! Treinos, treinos e mais treinos, sem desistir, sem baixar a guarda, mesmo quando os pés estão em ferida, mesmo quando todos os músculos do corpo doem.

Precisas ser capaz de descobrir quais são os teus limites e ultrapassá-los, um a um.

Além disso, tens de ter boa preparação física e sensibilidade artística, a qual te permite desenvolver as coreografias e interpretá-las corretamente.

Quais as suas funções

A profissão de bailarino compreende diferentes funções e tarefas, entre as quais podemos falar aqui de:

  • Ensaiar passos, figuras, encadeamentos, expressões
  • Decorar coreografias
  • Ensaiar coreografias
  • Executar coreografias ou danças livres em espetáculos, sejam eles bailados (como solista ou membro de companhia de dança), espetáculos de circo, espetáculos de artistas, musicais, entre outros

Ser Bailarino em Portugal

Portugal avançou bastante nos últimos anos no que diz respeito ao reconhecimento do trabalho dos bailarinos. Se já estás na área da dança, então sabes que não é uma profissão assim tão fácil. A dança, além do espetáculo, exige muito do nosso corpo, mas também do nosso psicológico.

Por isso mesmo, em Portugal, hoje a profissão de bailarino já é considerada de desgaste rápido, o que concede alguns benefícios aos bailarinos. A carreira dos bailarinos é muito curta, assim como outros desportistas, e muitas dessas carreiras terminam cedo demais por causa de lesões incapacitantes.

Nesse sentido, atualmente os bailarinos já podem ter acesso à reforma a partir dos 45 anos, embora com penalizações.

Ainda é pouco, é certo, mas a verdade é que estamos num caminho de reconhecimento da profissão e com melhores condições.

Saídas no Mercado de Trabalho

O mundo da dança é quase infindável. Como falamos de vários estilos de dança, podes encontrar trabalho em diversas áreas. Por exemplo, se estás a pensar seguir o ballet clássico, então vais trabalhar em alguma companhia de bailado. Mas se estás a pensar seguir as danças de salão, então vais procurar trabalho em escolas de dança, por exemplo, ou podes optar por seguir uma carreira na competição.

Além das companhias de bailado e as escolas de dança, também podes trabalhar em academias de dança que são contratadas por artistas (cantores e afins) e / ou empresas que precisem de bailarinos.

Também podes trabalhar como profissional freelancer, não só como bailarino, mas como professor de dança. Sem dúvida, dar aulas de dança é uma forma rápida de conseguir trabalhar sempre, e podes sempre coordenar com outras atividades de dança profissional.

Como entrar na carreira de Bailarino?

Para entrares na carreira de bailarino podes optar por seguir uma formação em escolas de dança, ou então podes seguir a formação universitária. A maioria dos bailarinos não tem uma licenciatura em dança, até porque entram desde muito novos em escolas de dança e acabam por seguir o seu percurso por essa via.

No entanto, um curso superior pode ser, sim, uma das opções para quem quer tornar-se um grande bailarino.

Onde estudar Dança?

Portugal:

Brasil:

Se queres ser bailarino profissional, então não desistas nunca de seguir os teus sonhos. Vai dar muito trabalho, vais suar muito, e vão haver momentos em que vais querer abandonar tudo. Mas no final do trajeto, vais sentir-te realizado e muito feliz. Acredita!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima