Gestor de Transformação Digital

gestor de transformação digital

Resumo da profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Matérias relacionadas:

Economia História Informática Matemática Materiais e Tecnologias Multimédia Psicologia Sociologia

Idiomas:

Inglês, Português

O gestor de transformação digital, também chamado de gestor interino de transformação ou transição digital, gerente de transformação digital, ou então Digital Evangelist (no Brasil), é um dos profissionais de futuro, o qual é responsável por ajudar a empresa a definir ações de transformação no mundo digital, encontrando oportunidades estratégicas de crescimento e melhorando a experiência do cliente.

A palavra de ordem é inovação. Atualmente, com a evolução das novas tecnologias, surgem novas oportunidades em todos os setores da nossa vida, mas principalmente no mercado de trabalho.

Estar a par das novas tendências é indispensável, mas pode tornar-se uma oportunidade de trabalho para quem gosta e quer trabalhar com a era e a economia digital.

Para quem gosta de inovação, mudança e lidar constantemente com novos conhecimentos e aprendizagens, então esta é a profissão perfeita. Se esse é o teu caso, segue connosco e vem conhecer a carreira de gestor de transformação digital.

O que faz um Gestor de Transformação Digital?

O gestor de transformação digital participa de projetos dentro de uma empresa com o objetivo de procurar oportunidades estratégicas de crescimento, procurando soluções para melhorar a experiência dos clientes e para otimizar a eficiência operacional.

Ele trabalha com tecnologias digitais emergentes e o seu papel na empresa é ajudar os gestores e líderes, assim como toda a equipa, a entender de que forma essas tecnologias podem ser usadas na organização, auxiliando e promovendo o desenvolvimento de serviços e produtos.

Sem dúvida, este é um cargo relevante nos dias de hoje, principalmente porque o perfil dos novos clientes está muito voltado para o uso dos meios digitais, não só para comprar, mas também para interagir com a marca. Nesse sentido, as empresas precisam de alguém que venha integrar as tecnologias emergentes, de forma a atrair esses novos clientes.

O gestor de transformação digital, ou gerente de transformação digital, é também responsável por auxiliar a superar problemas das empresas, assim como aproveitar oportunidades para evoluir (principalmente com o uso de soft e hard skills, métodos ágeis de gestão e com foco no desempenho).

Quais as suas funções

Mais do que colocar a empresa como uma referência no que toca aos meios digitais, o gestor de transformação digital é responsável por trazer inovação para a organização. A inovação não se prende, somente, por fazer uma página na internet ou usar as redes sociais para chegar ao público. A inovação está, antes de qualquer outra coisa, no comportamento das pessoas.

As novas tecnologias e os avanços que se têm feito, ano após ano, na era digital, acompanham o comportamento das pessoas, as quais estão cada vez mais engajadas com o mundo virtual. Assim, o gestor de transição digital tem de trazer, em primeiro lugar, a inovação do comportamento humano para a empresa.

Assim, ele consegue chegar a todo um novo público, desejoso de cada vez mais ofertas, as quais chegam às suas mãos em pouco tempo, à distância de um clique!

Então, este profissional procura ideias e projetos de inovação, desenvolve-as e depois cria todos os processos e estruturas necessárias para que essas ideias e projetos sejam colocados em prática.

Podemos dizer, assim, que ele é o criativo da equipa, o inventor, mas também o facilitador, aquele que faz com que tudo aconteça.

No dia a dia, o gerente de transformação digital vai ser responsável por uma série de funções, entre elas:

  • Identificar oportunidades de melhoria
  • Melhorar a experiência dos clientes
  • Procurar soluções para otimizar a eficiência operacional
  • Assegurar o foco no cliente (interno e externo)
  • Gerir equipas multidisciplinares em projetos inovadores
  • Implementar e trabalhar em metodologias Agile (métodos de gestão ágeis)
  • Apresentar resultados aos líderes e gestores

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, esta é uma profissão ainda muito recente e pouco procurada. A verdade é que ainda estamos a dar os primeiros passos no que diz respeito à inovação, tanto que houve a necessidade de se incluir no Ministério da Economia a pasta da Transição Digital.

Assim sendo, ainda não existe uma procura muito grande por estes profissionais, principalmente no setor privado. As empresas ainda não estão cientes da verdadeira necessidade de trazer a inovação para dentro dos seus quadros de pessoal, mas será uma questão de tempo.

No Brasil, esta profissão já existe há alguns anos, embora ainda poucos. Como a era digital entrou em grande no Brasil, as empresas têm uma maior consciência da necessidade de inovar e ter profissionais qualificados na área.

Se quiseres seguir a carreira de gestor de transformação digital, podes encontrar trabalho em várias empresas, dos mais variados setores, tanto na esfera privada como pública. Todas as empresas que queiram dar um passo à frente em projetos inovadores são potenciais contratantes.

Como entrar na carreira de Gestor de Transformação Digital?

Para seguires a profissão de gestor de transformação digital tens de concluir uma formação superior em Marketing, Economia, Gestão, Engenharia, ou outros cursos similares.

A maior parte das empresas exige experiência anterior em projetos inovadores de, pelo menos, 2 anos. Não precisas ter exercido a função de gestor. A experiência que pedem é que tenhas estado envolvido neste tipo de projetos.

É importante que tenhas uma forte capacidade para liderar equipas. A motivação dos profissionais à tua volta é fundamental para conseguires bons resultados. Portanto, mais do que implementar regras, tens de saber cativar os trabalhadores e inspirá-los no seu dia a dia de trabalho.

Como estamos a falar de inovação constante, é importante que gostes de aprender e tenhas a capacidade de ser um autodidata.

Existem outras características que também são muito valorizadas, entre elas:

  • Foco analítico
  • Raciocínio lógico e levantamento de hipóteses
  • Dinamismo
  • Resiliência
  • Orientação ao cliente
  • Iniciativa própria e proatividade

Onde estudar para Gestor de Transformação Digital?

Como vimos, ter uma formação superior nas áreas de Marketing, Economia, Gestão, Engenharia, ou simular, é essencial para entrares no mercado de trabalho como gestor de transformação digital.

Aqui deixamos-te alguns cursos que te podem interessar. Espreita!

Portugal:

  • Licenciatura em Marketing e Publicidade – ISCET
  • Mestrado em Economia – FEP; UA

Brasil:

  • Publicidade e Propaganda – UFMG
  • Comunicação e Publicidade – ESPM SP
  • Bacharelado em Ciências Econômicas – USP

Gostavas de seguir a carreira de gestor de transformação digital? Então procura uma boa formação e não deixes de procurar sempre mais conhecimento. Nós, do Guia das Profissões, desejamos que conquistes todos os teus sonhos. Sucesso!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top

A tua opinião conta para nós!

Participa no Inquérito de Satisfação do Guia das Profissões e ajuda-nos a melhorar. Responde agora e ganha o e-book “Como organizar o Seu Tempo?”

mulher apontando