Community Manager

A profissão de Community Manager é uma das mais promissoras nos dias de hoje. Traduzindo para português, ele é um Gestor de Comunidades, ou Gerente de Comunidades, mas também podemos juntar aqui as Redes Sociais. Sendo assim, ele é fundamental para qualquer marca, pois é ele que desenvolve a comunidade, conectando as pessoas com a marca e criando um sentimento de pertença.

Outros nomes para esta profissão: Gerente de Comunidades, Gestor de Comunidades, Gerente de Redes Sociais, Gestor de Redes Sociais

  • Modalidades: Teletrabalho, Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: História, Línguas, Literatura, Materiais e Tecnologias, Multimédia
  • Idiomas: Espanhol, Inglês, Português

É este profissional que desenvolve toda a comunidade ao redor da marca da empresa. Para isso, ele cria um ambiente em que todas as pessoas se possam conectar, sentindo-se como parte de uma grande família, unidos pela marca, e pelo que ela representa.

Além de atuar na Internet, ele é responsável por fazer a gestão dos relacionamentos com possíveis clientes e clientes já fidelizados.

Se quer saber mais sobre esta profissão, continue a ler este artigo e descubra como é a rotina de um Community Manager, quais as suas funções, saídas no mercado de trabalho, e como pode seguir esta carreira. Confira!

O que faz um Community Manager?

O Gerente de Comunidades constrói uma comunidade em torno da marca da empresa para a qual trabalha, quer seja on-line, ou não. Além disso, ele também faz toda a sua gestão.

Sendo assim, o Community Manager fica responsável por criar e manter relacionamentos com os clientes, fãs e pessoas interessadas na marca, relacionamentos esses que se querem duradouros.

Apesar de haver a ideia de que qualquer pessoa com conhecimentos em redes sociais e Internet é capaz de desenvolver este trabalho, a verdade é que esta profissão implica uma série de conhecimentos técnicos, assim como habilidades pessoais específicas.

Destacamos:

  • Empatia
  • Criatividade
  • Sensibilidade
  • Design de Estratégias
  • Conhecimentos de ferramentas 2.0

Para desenvolver o trabalho de forma correta, é muito importante que o Community Manager consiga perceber o que os clientes, possíveis clientes, e interessados, estão à procura, e aquilo que eles desejam e, desta forma, criar estratégias para fortalecer a marca.

Tendo em conta todas estas informações, é fácil perceber que este profissional é essencial para qualquer empresa que queira criar e manter uma presença forte, tanto a nível digital, como no mercado tradicional.

Quais as suas funções

O Community Manager, ou Gestor de Comunidades, é responsável por uma série de funções. Obviamente, as suas funções vão depender muito da empresa para a qual trabalha, assim como o mercado na qual se insere.

No entanto, numa visão mais geral, este profissional tem como função:

  • Criar conteúdo para sites
  • Desenvolver conteúdo para redes sociais
  • Criar conteúdo para blogs
  • Elaborar press releases
  • Criar newsletters

Este profissional deve entender bem como funciona o mercado e o funcionamento das redes sociais e internet, de forma a definir uma estratégia de conteúdo, incluindo:

  • Horário para publicar conteúdo
  • Frequência de postagens
  • Tipos de conteúdo a desenvolver
  • Analisar prospects
  • Analisar público-alvo
  • Definir estratégias de marketing
  • Analisar de métricas para as redes sociais, Facebook e Instagram
  • Analisar concorrência

É importante que o Community Manager consiga criar conteúdo cativante e, ao mesmo tempo, de qualidade. Além de criar conteúdo para publicar nas redes sociais, este profissional também trabalha na gestão de blogs e sites.

Para que o trabalho tenha o retorno desejado, é imprescindível que o profissional conheça o seu público-avo. Afinal de contas, é para eles que todo o seu trabalho é dirigido. Então, desde linguagem, a temas para conteúdos, imagens, entre outros aspectos, devem ser adaptados ao público-alvo.

É muito importante que este profissional seja capaz de identificar aquelas pessoas que, além de serem clientes, defendem a marca. São essas pessoas que fazem o negócio crescer e se manter firme no mercado. Então, identificá-las e perceber quais os seus gostos particulares, os seus desejos, os seus ideias, aquilo em que acreditam, é fundamental para criar uma marca forte e concisa.

Saídas no Mercado de Trabalho

O crescimento da Internet, e principalmente com o aparecimento das redes sociais, fez com que as empresas tivessem que se adaptar a todo um mundo novo no que diz respeito ao marketing e publicidade.

Sem dúvida, as redes sociais já fazem parte do dia a dia de todo o mundo, e é impossível negar a sua existência, especialmente quando falamos de negócios.

Sendo assim, é fundamental que as empresas tenham profissionais com conhecimentos sólidos nesse sentido, de forma a fomentar a sua marca on-line.

Atualmente, as empresas precisam humanizar as marcas, ficando mais próximas das pessoas, mais próximas dos valores que elas têm, e dos ideias em que acreditam. Mas, para ter esse conhecimento, é preciso que alguém faça um trabalho de pesquisa e trabalhe a comunicação da marca com o público.

E é aí que entra o Community Manager. Por isso, o mercado de trabalho é bastante vasto, e existe falta destes profissionais, tendo em conta a quantidade de empresas que existem e que querem crescer como marca forte e sólida.

Como entrar na carreira de Community Manager

Já sabemos que um Community Manager, ou Gestor de Comunidades, é fundamental para qualquer empresa e organização. No entanto, nem todas as pessoas estão aptas a desempenhar esta função.

Não basta conhecer as redes sociais e saber como funcionam. Tampouco basta saber mexer na Internet ou em sites. O trabalho de um Gerente de Comunidades vai bem mais além disso.

Sendo assim, se quiser seguir esta carreira, deverá procurar conhecimentos sólidos nesse sentido, com cursos de formação específicos.

Em Portugal, poderá, além de cursos profissionalizantes, tirar o Mestrado em Marketing Digital, durante o qual terá formação para executar vários tipos de trabalho na Internet, incluindo o de Community Manager.

No Brasil, também pode optar por um curso técnico, mas pode fazer uma pós-graduação em Marketing Digital e Social Media, por exemplo.

Durante o curso, seja ele técnico ou superior, é importante que aprenda a funcionar com:

  • Ferramentas gráficas, como é o caso do Photoshop
  • Ferramentas de Social Ads
  • Office
  • Ferramentas de gestão de redes sociais
  • Ferramentas de gestão de projetos, como é o caso do Asana e do Trello

Onde estudar Marketing Digital e Community Manager

Portugal:

Brasil:

Sem dúvida, a carreira de Community Manager é promissora, e será cada vez mais necessária num mundo globalizado e digital. Sendo assim, invista na sua formação, na sua carreira, porque o futuro só pode ser glorioso!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima