Cientista Desportivo / Ciências do Desporto

Cientista Desportivo / Ciências do Desporto

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Biologia Educação Física Matemática Psicologia

Idiomas:

Inglês, Português

Um Cientista Desportivo ou Esportivo é um especialista em Ciências do Desporto, como o nome indica. Isto significa que usa a Ciência para ajudar Treinadores e Atletas a melhorarem os seus resultados de Desempenho.

O mundo do desporto de Alto Rendimento é marcado por muita competição. Por isso, é também cada vez mais exigente, o que leva Treinadores e Atletas a insistirem na melhoria contínua, de modo a conseguir sempre mais e melhores resultados.

É, neste âmbito, que a Ciência do Desporto ou Ciência do Esporte se assume como essencial nos tempos que correm. Os Cientistas Desportivos auxiliam, assim, os profissionais de Alto Rendimento a atingirem as suas metas.

Trata-se de uma área bastante competitiva e que é marcada também por uma vertente de investigação. Mas quem trabalha nesta área é ainda uma espécie de ponte entre a componente mais teórica do desporto e o treinamento de campo.

Fica connosco para saberes tudo desta profissão!

O que faz um Cientista Desportivo

O Cientista Desportivo cuida da saúde e da forma física dos Atletas Profissionais. Nesse sentido, analisa dados médicos para avaliar vários indicadores como, por exemplo:

  • Tempo de recuperação de lesões
  • Desgaste físico
  • Riscos de lesões.

Portanto, uma parte importante do seu trabalho passa por ajudar a prevenir lesões. Mas também auxilia na recuperação de Jogadores de Futebol ou de outras modalidades. Nesse sentido, trabalha em parceria com o Preparador Físico e com o Fisioterapeuta, bem como com outros profissionais.

Além disso, ajuda os Treinadores a fazerem a melhor gestão de uma equipa, por exemplo, para decidir quando deve fazer descansar Jogadores. Essa gestão é importante para evitar lesões, mas também para aproveitar o melhor rendimento dos Atletas.

Para esse efeito, o profissional de Ciências do Desporto monitoriza as cargas de treino e até pode usar ferramentas como o GPS!

Portanto, usa o Data Analytics no âmbito desportivo para avaliar práticas e desenvolver a melhor Metodologia de Treino. E também influencia as decisões do Treinador em termos de estratégia para as competições.

Assim, o Cientista Desportivo tem de saber como usar os dados para melhor a performance dos Atletas e/ou das equipas. Mas precisa igualmente de entender muito bem como funciona o corpo humano, reunindo conhecimentos de Biomecânica e de Fisiologia.

Quais as suas funções

Os especialistas de Ciências do Esporte ou do Desporto podem integrar departamentos autónomos, dentro de clubes. Nesses casos, fazem a “ponte” entre os Médicos e os Treinadores.

Mas também podem fazer parte das equipas de Medicina Desportiva ou de Análise de Desempenho Desportivo. Tudo depende da estrutura dos clubes ou das organizações onde trabalhem.

De qualquer modo, no seu dia a dia, podem desempenhar algumas das seguintes tarefas:

  • Fazer avaliações físicas de Atletas
  • Pesquisar métodos de treinamento para melhorar rendimento e prevenir lesões
  • Definir planos de reabilitação e recuperação de Atletas
  • Dar indicações aos Treinadores sobre a condição dos Jogadores
  • Aconselhar planos de descanso e pausas na competição para Atletas desgastados.

Nos clubes de topo, pode haver vários profissionais dedicados à área de Ciências do Desporto. Neste caso, há uma hierarquia, com um Cientista Desportivo mais experiente que assume o cargo de líder ou sénior.

Quanto ganha um Cientista Desportivo

A profissão de Cientista Desportivo pode garantir bons rendimentos, pois exige boas qualificações.

Contudo, os valores pagos dependem muito da experiência dos profissionais, bem como da dimensão do clube, ou da entidade, que os contrate.

O que é certo é que apenas os grandes clubes têm, por norma, nas suas estruturas, Cientistas Desportivos. Nos clubes mais pequenos, não há condições financeiras para os integrar.

Saídas no Mercado de Trabalho

A carreira de Cientista Desportivo é, mais ou menos, recente. Mas, nestes últimos anos, as oportunidades no mercado de trabalho têm aumentado.

O mundo do futebol é uma das áreas onde a profissão mais tem crescido, sobretudo nos grandes campeonatos de topo como o Inglês. Mas em quase todos os países que têm tradição no futebol, os grandes clubes têm, pelo menos, um Cientista Desportivo. Trata-se de um investimento para melhorar a performance dos Atletas.

Contudo, estes profissionais também podem trabalhar em Universidades ou Escolas, tanto a dar formação como a fazer pesquisa. E podem ainda ser investigadores em empresas privadas na área da Saúde e do Desporto, ou ainda trabalhar como Consultores.

Noutro âmbito, podem integrar Centros Desportivos dedicados ao lazer ou à promoção da Saúde através do Desporto.

Como ser Cientista Desportivo

A via mais óbvia para ser Cientista Desportivo é fazendo formação académica em Ciências do Desporto ou do Esporte.

Contudo, podes chegar lá com uma graduação em Educação Física ou em qualquer outra área científica, como, por exemplo, Fisiologia e até Psicologia. Mas, neste caso, precisas de fazer uma pós-graduação na área desportiva.

Além disso, será importante acumular conhecimentos específicos no desporto em que queres trabalhar. Até pode ser por teres sido praticante, seja amador ou profissional! É sempre bom conhecer por dentro a modalidade.

Por outro lado, podes fazer estágios em clubes, mesmo que em divisões inferiores, para ganhares experiência e fazeres currículo.

O que é preciso para ser Cientista Desportivo?

Este profissional tem de reunir certas competências interpessoais, ou seja, referentes à sua personalidade e forma de ser, para ter sucesso nesta área.

Assim, algumas dessas competências são as seguintes:

  • Saber trabalhar em equipa
  • Ter boas qualidades de comunicação escrita e verbal
  • Capacidade de organização e disciplina
  • Dominar conceitos de Psicologia
  • Saber de Biologia
  • Raciocínio lógico.

Onde estudar para Cientista Desportivo

A formação em Ciências do Desporto é a mais adequada para quem quer fazer carreira nessa área. Mas um curso em Educação Física também pode servir, desde que se façam especializações posteriores para reforçar os conhecimentos na área desportiva.

Formações em áreas como a prevenção de lesões, a reabilitação e o treinamento desportivo são mais-valias importantes para o currículo.

Assim, espreita os seguintes links como ponto de partida para a tua busca pela melhor formação para seres Cientista Desportivo…

Portugal:

Brasil:

Agora que já entendeste tudo do universo de um Cientista Desportivo e do que são as Ciências do Desporto, podes avaliar se é este o caminho que queres seguir. Achas que encontraste a profissão certa para ti? Segue em frente, com confiança, rumo ao sucesso!

Entretanto, se continuas com dúvidas, aproveita para espreitar o Simulador de Profissões. Vais descobrir outras alternativas que podem ir ao encontro daquilo que procuras.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top