Cirurgião Geral

Cirurgião Geral

O Cirurgião Geral é um médico especialista em cirurgia geral, o qual tem uma grande importância para a sociedade como um todo. Esta é, sem dúvida, uma das especialidades cirúrgicas mais importantes da medicina moderna, e é uma das especialidades mais escolhidas entre os profissionais de saúde.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 2000€ - Máximo
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Matemática, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

Sem dúvida, nos últimos anos, a cirurgia geral tem vindo a fazer muitos avanços, tanto nos métodos de diagnóstico, como também nas técnicas de tratamento. O avanço tecnológico veio beneficiar bastante a prática médica nesse sentido, pois as tecnologias avançadas permitem equipamentos inovadores, facilitando os procedimentos cirúrgicos e permitindo o tratamento de um maior número de doenças.

Esta especialidade médica cirúrgica compreende cirurgias abdominais, videolaparoscópicas e de traumas. Tendo em conta que esta especialidade é muito complexa, então é importante que o cirurgião se mantenha sempre atualizado. É fundamental que assista a palestras e participe de congressos médicos.

Se está interessado em tornar-se um cirurgião geral, então continue a ler este artigo e descubra o que faz este profissional, quais as funções que ele desempenha na sua rotina profissional, quais as possíveis saídas no mercado de trabalho, e o percurso que precisa seguir para entrar na carreira de cirurgia geral. Confira!

O que faz um Cirurgião Geral?

O cirurgião geral dedica-se a realizar o diagnóstico de doenças que possam ter de ser tratadas por meio de procedimentos cirúrgicos (abdominal, trauma e videolaparoscopia). De entre as doenças mais comuns tratadas pelos cirurgiões gerais encontramos, por exemplo:

  • Hérnias (Inguinal, epigástrica, hiatal, umbelical, entre outras)
  • Hemorroidas
  • Colelitíase (mais conhecida como pedra na vesícula)
  • Diverticulite aguda
  • Doença diverticular do cólon
  • Traumas
  • Úlcera gástrica

Estes médicos cirurgiões tratam doenças de vários sistemas e órgãos, mas especialmente aqueles que dizem respeito ao aparelho digestivo, parede abdominal e glândulas endócrinas.

Poderão fazer cirurgias com uma abordagem clássica (aberta, com incisão) ou então minimamente invasivas (laparoscopias).

É comum trabalhar junto de outros médicos especialistas, pois ele colabora no tratamento de diversas patologias, inclusive de diversas especialidades médicas. Sendo assim, ele atua no centro de equipas multidisciplinares.

Quais as suas funções

O cirurgião geral trata doenças dos órgãos abdominais, como, por exemplo, esófago, estômago, vesícula biliar, fígado, intestino, pâncreas, entre outros. Podem, ainda, ser responsáveis por cirurgias à mama e à tiroide, hérnias, e até intervenções em problemas de pele.

É muito importante que ele tenha uma boa capacidade de comunicação e que goste de trabalhar em equipa, tendo em conta que ele trabalhará, sempre, junto de outros profissionais médicos de outras especialidades.

Sabendo que se trata de um trabalho muito exigente e muito stressante, então é imprescindível que tenha um grande controlo emocional, que tenha uma boa resistência física e mental, e também deve ser alguém seguro na hora de tomar as melhores decisões, e de forma rápida.

Como qualquer cirurgião, este médico precisa ter habilidade manual. É certo que esta é adquirida, maioritariamente com a prática, tanto durante o internato médico (residência médica), quanto ao longo de toda a sua carreira. No entanto, é essencial que seja alguém com sensibilidade nos movimentos das mãos.

É muito comum que estes profissionais trabalhem em urgências (plantões médicos) e, por isso, é muito importante que estejam bem preparados para passar muitas horas sem dormir, com horas de muito desgaste físico e mental.

Em grandes centros urbanos, as urgências são bem mais movimentados do que em hospitais situados fora das grandes cidades, não só pelo maior número de pessoas, mas também porque os índices relacionados à violência são maiores.

Então, o cirurgião geral a atuar nos grandes centros urbanos terão casos mais graves, mais impressionantes, e a sua rotina de trabalho é bem mais cansativa e stressante.

Além das cirurgias de urgência, os cirurgiões gerais também têm cirurgias marcadas previamente. Neste caso, o profissional faz um acompanhamento do paciente no pré-operatório, na cirurgia, e no pós-operatório.

Saídas no Mercado de Trabalho

Embora a cirurgia geral seja das especialidades médicas com mais profissionais de saúde, a verdade é que ainda existem muitas vagas, tanto em hospitais públicos, como privados.

A verdade é que existe uma escassez de médicos em todas as especialidades. Por isso, logo após on internato, já tem garantida a sua vaga de emprego.

Além de poderem atuar como cirurgiões em hospitais, é possível seguir uma carreira académica, dando aulas para futuros médicos e cirurgiões gerais.

Como entrar na carreira de Cirurgião Geral

Em Portugal, para seguir a carreira de Cirurgião Geral precisa concluir a licenciatura em Medicina (6 anos), seguido de um ano de internato médico comum a todas as especialidades, designado de Ano Comum.

Depois deverá fazer o internato médico da especialidade, com duração de 72 meses, sendo que 48 meses são de Cirurgia Geral (inclui cirurgia cervical, traumatologia, cirurgia pediátrica, ortopedia, cirurgia plástica, cirurgia maxilo-facil, cirurgia vascular, cirurgia cadiotorácica, ginecologia, neurocirurgia e urologia).

No final de cada ano é feita uma avaliação teórica, prática e curricular, tendo uma avaliação final no final do internato da especialidade.

Para atuar como cirurgião geral é obrigatório estar inscrito na Ordem dos Médicos.

No Brasil, precisa concluir o curso de medicina (6 anos) e fazer três anos de residência médica em cirurgia geral. Poderá, ainda, fazer mais um ano de residência médica em trauma e dois anos de cirurgia geral avançada.

Após a conclusão da especialização, precisa registrar-se no Conselho Federal de Medicina (CFM) para poder ser considerado especialista. É obrigatório, sempre, o registro dos certificados nos Conselhos de Medicina no estado em que atua para conseguir o Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

Onde estudar Medicina

Portugal:

Brasil:

O Cirurgião Geral é um dos especialistas mais importantes a trabalhar no hospital, sendo ele o responsável por muitas das intervenções cirúrgicas de urgência. Se tem um gosto particular por este trabalho, e se tem capacidade para lidar com grandes níveis de stress, então invista na sua formação em cirurgia geral, pois é a profissão certa!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima