Debuxador Têxtil / Designer Têxtil

Debuxador Têxtil – Designer Têxtil

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Ordenado Médio Mensal:

1000€ - 1500€

Empregabilidade:

Média

Disciplinas do secundario:

Desenho Geometria Descritiva Oficina de Artes

Idiomas:

Português

O Debuxador Têxtil ou Designer Têxtil é um técnico de desenho têxtil, ou seja, é quem elabora os desenhos de texturas, cores e estamparia para a produção de tecidos. Portanto, é um trabalho que mistura competências técnicas com criatividade e estética.

Vê-se logo que a palavra Debuxador tem uma sonoridade antiga. E no dicionário de português, o Debuxador é “quem debuxa ou faz debuxos ou desenhos”. Portanto, é uma espécie de Desenhador.

Atualmente, além do termo Debuxador, também se fala em Designer Têxtil. Mas são apenas duas palavras para a mesma realidade.

O Debuxador Têxtil é um técnico de desenho têxtil. Assim, no seio de uma empresa têxtil, será o responsável por criar coleções de tecidos, definindo todos os aspetos do processo, desde as matérias-primas até às cores, e aos padrões.

Deste modo, podemos dizer que é uma espécie de Estilista dos tecidos. Portanto, precisa de ter atenção às tendências, mas também de apresentar coisas novas.

É uma profissão que requer criatividade, mas também rigor técnico, pois é preciso cumprir normas e agradar aos clientes.

Mas continua a ler para saberes mais sobre a profissão…

O que faz um Debuxador Têxtil

O Designer Têxtil tem algumas semelhanças com o Designer de Moda, pois ambos têm o papel de criar novas coleções e de avançarem com ideias e produtos diferenciados. Contudo, o papel do primeiro está mais ligado ao Designer de Produto e, portanto, tem uma componente mais técnica.

Assim, o Debuxador Têxtil é o principal responsável por toda a fabricação dos tecidos, desde a os fios até à tecelagem, passando pelos acabamentos. Vê que este processo de fabrico é complexo e envolve várias operações. Portanto, o Designer Têxtil toma algumas decisões importantes em várias dessas fases.

Mas além de uma componente mais técnica, o Debuxador Têxtil também precisa de estar sempre a par das últimas tendências do mercado. Deste modo, pode ter de visitar feiras de tecidos e de vestuário, pois precisa de se inteirar do que está acontecendo à sua volta.

Contudo, também mantém contactos diretos com os clientes e pode ter de cumprir exigências e necessidades específicas. Portanto, precisa também de ter boas capacidades de comunicação.

Além disso, contribui ainda para a definição final do preço dos produtos, pois cabe-lhe comunicar aos responsáveis das vendas e da administração os custos das matérias-primas usadas e do processo de fabricação.

Quais as suas funções

O Debuxador Têxtil é um elemento fundamental na produção de tecidos, malhas e fios. E como já vimos, precisa de ter bons conhecimentos técnicos nesta área, mas também a capacidade para observar e entender o mundo à sua volta.

Mas, afinal que tipo de coisas é que faz? É isso que vamos explicar-te com esta lista essencial das suas principais funções:

  • Escolhe as matérias-primas a usar
  • Decide que fios usar nas produções e composições
  • Define as cores para cada estação
  • Melhora padrões clássicos
  • Cria novos padrões de tecelagem e estamparia para tecidos
  • Desenvolve coleções têxteis para vestuário, decoração e lar
  • Faz as fichas técnicas para a fabricação dos fios e dos tecidos
  • Copia tecidos a pedido de clientes ou entidades públicas
  • Resolve problemas técnicos
  • Realiza fichas de cálculos para as vendas e a administração
  • Elabora desenhos à mão ou através de programas de computador.

Quanto ganha um Designer Têxtil

Antes de mais, tens de perceber que cada experiência é única e, portanto, é difícil definir salários médios nesta área.

Há profissionais que podem ter contratos de trabalho e rendimentos fixos, associados a empresas do setor têxtil. Contudo, mesmo aí, os valores podem variar bastante, conforme a experiência do Debuxador Têxtil e o tamanho da empresa.

Mas também há quem faça Design Têxtil como freelancer, o que implica rendimentos variáveis. Esta opção garante mais liberdade e maior flexibilidade de horários e quando os profissionais têm um bom portefólio e nome no mercado, pode ser muito interessante financeiramente também.

Contudo, o essencial é que procures ser feliz. Com empenho e talento, o dinheiro virá.

Saídas no Mercado de Trabalho

Há várias alternativas possíveis no mercado para quem quer ser Debuxador Têxtil. Hoje em dia, o mercado procura mais estes profissionais pela designação Designer Têxtil. Contudo, o essencial é que a profissão continua a ter saídas.

Assim, estes técnicos de desenho podem trabalhar em empresas de lanifícios e de têxteis em geral. Mas ainda podem ter oportunidades em locais como estes:

– Empresas de confeção

– Indústrias têxteis

– Lojas de moda e têxteis

– Agências de design

– Ateliês de moda

Decoração de Interiores.

Além de tudo isto, abrir um negócio próprio é outra opção para quem tenha um espírito empreendedor.

Como entrar na carreira de Debuxador Têxtil

Não existe um caminho único para entrar nesta profissão, mas é essencial ter formação na área do Design. Além disso, é sempre preferencial ter especialização em Design Têxtil ou em Design de Moda, pelo menos.

Além disso, é essencial ter conhecimentos de softwares específicos, como, por exemplo, o Nedgraphics. Mas também precisa de saber sobre técnicas de Estamparia Têxtil (por exemplo, serigrafia e impressão digital).

O domínio de editores de imagens, de ferramentas de ilustração digital e das paletas de cores são outras mais-valias importantes.

Porém, ainda deve ter disciplina e rigor técnico, por exemplo, para o cumprimento de prazos e de normas. E precisa também de ter “olho” para a estética, pois tem de saber conjugar cores, texturas e padrões.

Mas, para lá disso tudo e da capacidade de trabalhar sob pressão, tem de ter muita criatividade!

Onde estudar Design Têxtil

Há vários cursos nas áreas da Moda, do Têxtil e do Design que são interessantes para quem quer ser Debuxador Têxtil. Mas é preciso saber escolher a solução ideal para o nosso caso.

Assim, procura informar-te sobre os programas dos cursos e pensa no teu perfil como estudante, para fazeres a melhor escolha. Será que o Ensino Superior é o ideal? Ou será melhor investir num curso profissional? As respostas cabem-te a ti.

Mas, para te ajudarmos a pensar, deixamos de seguida algumas possíveis escolhas…

Portugal:

Brasil:

Apesar de não parecer à primeira leitura, o Debuxador Têxtil é uma profissão do presente e que tem futuro pela frente! Assim, se queres ser Designer Têxtil, investe na formação nesta área e desenvolve a tua criatividade. O sucesso está à tua frente!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top