Design de Ambientes

Design de Ambientes

O Design de Ambientes é uma área dentro do design, a qual desenvolve projetos sociais para diferentes espaços, internos e externos, como parques ou supermercados, por exemplo. O Designer de Ambientes pode especializar-se em vários tipos de projeto, como, por exemplo, o design de sinalização e o paisagismo.

Outros nomes para esta profissão: Designer de Ambientes

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Desenho, Geometria Descritiva, História da Cultura e das Artes
  • Idiomas: Inglês, Português

Esta é uma área que se encontra em crescimento, tanto em Portugal, como no Brasil, sendo uma boa oportunidade para todos os que estão a começar a sua carreira profissional, mas também para aqueles que querem mudar de ramo.

Se quer saber mais sobre esta profissão, então continue neste artigo e descubra como é a rotina de um Designer de Ambientes, quais as suas funções, como pode entrar na carreira de Design de Ambientes, e quais as saídas no mercado de trabalho. Confira!

O que faz um Designer de Ambientes?

Antes de mais nada, é importante dizer aqui que o Designer de Ambientes não faz o mesmo que um Designer de Interiores ou um Decorador. Apesar de trabalharem na mesma área, eles têm funções diferentes, até porque a sua formação é distinta.

Os decoradores podem, ou não, ser formados, e eles são responsáveis por escolher a decoração de um espaço, como toalhas, almofadas e vasos, por exemplo. Ou seja, ele apenas trabalha com aqueles pequenos acabamentos, depois de todo o trabalho ser feito.

Já o Designer de Interiores ocupa-se do trabalho que o decorador desenvolve, mas também elabora todo o espaço interior de forma harmoniosa e coerente, trabalhando a acústica, ergonomia, entre outros aspectos do ambiente. Além disso, ele pode mexer nos espaços, como ampliá-los, por exemplo.

O Designer de Ambientes tem funções ainda mais abrangentes, pois, além de ter as mesmas funções do Designer de Interiores, não está limitado aos espaços internos, podendo desenvolver o seu trabalho em espaços exteriores.

Sendo assim, os profissionais do Design de Ambientes podem trabalhar com:

  • Paisagismo
  • Praças e parques
  • Iluminação, interna e externa
  • Design de sinalização
  • Conforto do ambiente
  • Design de Mobiliário

Vale lembrar que um Designer não é um arquiteto, nem um engenheiro. Por isso, sempre que quiser mexer em elementos estruturais, deve estar acompanhado de um engenheiro estrutural, de forma a garantir a segurança de todo o procedimento.

Quais as suas funções

O profissional de Design de Ambiente tem uma atuação muito ampla, pois o mercado de trabalho é muito amplo. Além de poderem projetar ambientes externos, como praças e parques, por exemplo, é possível exercerem a sua atividade em espaços individuais, interiores ou exteriores.

Estes profissionais podem, ainda, trabalhar com equipamentos de apoio ao espaço urbano, incluindo:

  • Construções modulares
  • Mobiliário Urbano
  • Micro espaços habitacionais
  • Suportes de comunicação e orientação
  • Espaços de trabalho e lazer
  • Espaços verdes

Estes profissionais podem, e devem, agir ao nível da preservação ambiental. Nos dias de hoje, o meio ambiente tem sido o foco da preocupação da sociedade em geral, a qual assiste à sua degradação, dia após dia.

Sendo assim, é urgente que todos os profissionais, sejam eles de que área forem, incluam esta preocupação na sua rotina, tentando diminuir o impacto das atividades humanas no meio ambiente.

Os designers de ambiente não são exceção! É importante eles intervirem na preservação ambiental em todos os seus projetos, sejam eles de pequeno ou grande porte.

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, o mercado de trabalho em Design de Ambientes é muito vasto, por isso tem uma empregabilidade de 90% dos recém-formados. Sendo assim, é uma boa oportunidade para aqueles que procuram uma área de conhecimento com muita saída profissional.

No Brasil, este também é um mercado com muita saída, tanto para aqueles que trabalham em equipes multidisciplinares, assim como para aqueles que atuam de forma independente.

O Designer de Ambientes pode trabalhar em diferentes áreas, tendo várias funções. São elas:

  • Órgãos públicos – No desenvolvimento de espaços públicos e atividades culturais
  • Espaços Comerciais
  • Projetos de serviços, equipamentos e espaços – Presta consultadoria
  • Empresas e Gabinetes de Estudos e Projetos de espaços culturais e urbanismo – Presta consultadoria
  • Microarquiteturas exteriores
  • Estudos de design

Como entrar na carreira de Design de Ambientes

Para atuar como designer de ambientes é preciso ter o curso superior em Design de Ambientes. O curso forma profissionais para atuarem nos mais variados projetos de organização, arranjo, e modelação de ambientes internos e externos.

No Brasil, o curso bacharelado em Design de Ambientes tem a duração de 4 anos. Em Portugal, tem de tirar a licenciatura, a qual tem duração de 3 anos.

Onde estudar Design de Ambientes

Portugal:

Brasil:

Ser Designer de Ambientes é muito mais do que apenas planear um espaço, interior ou exterior. Falamos de um trabalho multidisciplinar, o qual inclui arquitetura, gestão ambiental e planeamento urbano.

Se quer seguir a carreira de Design de Ambientes, então não deixe de investir na sua formação! Estude, porque vale a pena! O futuro precisa de profissionais como você!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima