Engenheiro Biológico / Bioengenharia

Engenheiro Biológico - Bioengenharia

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Ordenado Médio Mensal:

2000€ - Máximo

Empregabilidade:

Média

Disciplinas do secundario:

Biologia Física Matemática Química

Idiomas:

Inglês, Português

A Bioengenharia junta duas áreas fundamentais para a humanidade, ou seja, a Engenharia e a Biologia. Assim, o Engenheiro Biológico surge como um profissional cada vez mais importante na nossa sociedade. Mas vem descobrir mais sobre a profissão…

A Bioenganharia ou Engenharia Biológica, como também é conhecida, é uma área científica cada vez mais relevante. Alguns dos grandes avanços dos últimos tempos, por exemplo na área da Saúde, resultam da sua evolução.

Repara que o Engenheiro Biológico descobre soluções para alguns dos maiores desafios dos tempos que correm. Assim, pode ter a resposta para problemas prementes. Portanto, avança com novos produtos e instrumentos baseados na Biotecnologia para áreas como a saúde, a indústria alimentar e o ambiente.

Desse modo, a Bioengenharia tem um papel fundamental no futuro da humanidade, ajudando a criar soluções técnicas e científicas para sustentar o planeta.

O que é a Bioengenharia ou Engenharia Biológica

A Bioengenharia mistura saberes da Biologia, da Engenharia e da Tecnologia. Trata-se, por isso, de uma área multidisciplinar que abrange um grande leque de temas e de setores.

O termo começou por ser usado, pela primeira vez, em 1954 pelo cientista Heinz Wolff. Mas só nas décadas mais recentes é que a Engenharia Biológica se afirmou como setor incontornável em áreas como a saúde.

Assim, o Engenheiro Biológico tem nas mãos o poder de desenvolver métodos e equipamentos inovadores com base em ideias da Biologia e Saúde. Mas também aplica saberes da Tecnologia, Matemática e Engenharia.

Mas vem entender o que podes esperar a trabalhar nessa área…

Quanto ganha um Engenheiro Biológico

O salário de um Bioengenheiro pode ser muito apelativo. Esses profissionais trabalham com tecnologias de ponta e com métodos e técnicas muito rigorosas, portanto são também bem recompensados por isso.

Os profissionais de Bioengenharia de grandes empresas podem chegar a ganhar valores bem mais altos. Mas o setor onde se trabalha também é importante, para lá da dimensão da empresa.

Vê que essa área tem um potencial infinito em termos de como pode ajudar o nosso mundo a evoluir e a ser mais sustentável. Portanto, a profissão tem tendência a ser cada vez mais valorizada, o que pode tornar os salários do setor ainda mais animadores.

Assim, se estás focado no dinheiro, essa pode bem ser uma excelente escolha para o teu futuro.

O que faz um Bioengenheiro

A Bioengenharia é uma das novas “estrelas” no domínio dos cursos de Engenharia. Algo que se deve, em parte, ao facto de ter alta empregabilidade. Mas também resulta das mais-valias evidentes que pode trazer.

Assim, a Engenharia Biológica tem sido muito explorada no uso da tecnologia em prol da medicina. Portanto, pode contribuir com soluções para ajudar a diagnosticar e a prevenir diversos problemas de saúde.

Esses profissionais podem desenvolver instrumentos de diagnóstico e tratamento médico. Alguns dispositivos que podem resultar do seu trabalho são aparelhos de respiração, ventiladores e incubadoras, mas também próteses e até bisturis e cateteres.

Contudo, também podem contribuir para criar órgãos artificiais em laboratório, bem como para criar dispositivos de raios-X.

Porém, podem ainda ter especializações numa vertente química e alimentar ou na área do ambiente.

Assim, a sua intervenção também pode envolver a criação de dispositivos para obter energia a partir de fontes renováveis. Mas também para tratamento de águas e resíduos poluentes, ou ainda para produzir alimentos.

Contudo, também podem desenvolver equipamentos para missões submarinas e espaciais ou instrumentos para pesquisa genética.

No fundo, o papel do Bioengenheiro é perceber como imitar ou modificar os sistemas biológicos. Assim, consegue criar produtos que beneficiem a saúde e a vida humanas.

Quais as suas funções

Como já vimos, a Engenharia Biológica tem um amplo espetro de atuação. Mas gira sempre em torno de soluções que misturam a Engenharia e a Biologia em benefício das pessoas.

Assim, algumas das funções dessa profissão passam pelo seguinte:

  • Analisar bioprocessos e reatores biológicos
  • Implementar estratégias tecnológicas para melhorar o ambiente
  • Desenvolver instrumentos para diagnóstico e tratamento em medicina
  • Identificar biomateriais para usar em medicina
  • Desenvolver programas de computador e sistemas eletrónicos
  • Analisar e classificar sinais biológicos.

Mas para entender melhor o que faz um Engenheiro Biológico é preciso esclarecer alguma confusão que surge, por vezes, com outros termos dentro da mesma área de atuação. Vem perceber do que falamos…

Engenharia Biológica vs Engenharia Biomédica

Há vários pontos de toque entre essas duas áreas, por exemplo o facto de ambas aplicarem a Engenharia à área da Biologia. Contudo, o foco de cada uma é um pouco diferente.

Assim, a Engenharia Biomédica é uma área dentro da Bioengenharia e da própria Biotecnologia que se foca no desenvolvimento de soluções para melhorar a saúda humana.

Portanto, a Engenharia Biológica tem uma amplitude de atuação maior, pois pode contribuir para áreas tão diversas como a indústria farmacêutica e alimentar ou a agricultura e o ambiente.

Mas vem daí perceber como é o emprego nessa área.

Saídas no Mercado de Trabalho

A área de atuação dos Engenheiros Biológicos é ampla, o que abre muitas oportunidades de emprego.

Assim, os profissionais de Bioengenharia podem trabalhar nas indústrias alimentar, química e farmacêutica. Mas os principais empregadores de Engenheiros Biológicos são empresas que desenvolvem tecnologias médicas, centros de pesquisa, hospitais e universidades.

Assim, é uma área com bastantes saídas profissionais.

O mercado, nesse campo, está em ampla ascensão, fruto do crescente uso da tecnologia como suporte a todas as ciências. Portanto, o futuro reserva ótimas notícias a quem seguir essa área.

Como entrar na Bioengenharia

O primeiro passo para te tornares Engenheiro Biológico é tirar uma formação superior. Repara que, nessa área, não dá para entrar sem um curso universitário.

Além disso, quanto mais prestigiado for esse curso, melhores hipóteses de emprego terás. E vê que uma formação superior te dá a oportunidade de fazeres um estágio que é, muitas vezes, um abrir de portas para um emprego.

Portanto, só tens de saber escolher um bom curso para estares perto de entrar nesse mundo.

Há cada vez mais cursos na área da Bioengenharia. Mas também há quem opte por fazer especializações na área das Ciências Biológicas e da Engenharia Biológica depois de se ter formado e Medicina, Biologia, Engenharia Química ou Bioquímica.

Desse modo, não há um caminho único para o sucesso. Mas é certo que tens de dominar áreas como Matemática, Química, Física e Programação.

Onde estudar Bioengenharia

Os cursos das áreas da Engenharia costumam ter grande procura. E, nos últimos anos, vem crescendo o interesse pela Bioengenharia. Portanto, pode haver cursos com vagas reduzidas.

Uma alternativa ao curso de Engenharia Biológica pode ser o de Engenharia Biomédica, embora considerando as diferenças acima enunciadas.

Mas, ainda assim, há várias ofertas dentro da área das Ciências Biológicas e da Engenharia Biológica. Para te ajudar na escolha, deixamos de seguida algumas sugestões…

Portugal:

Brasil:

Já percebeste que a Bioengenharia está na moda, mas por boas razões. Portanto, ser Engenheiro Biológico é uma profissão de futuro que te pode garantir um bom emprego. Achas que tens o que é preciso para a profissão? Segue em frente com confiança. Desejamos-te muito sucesso!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top