Engraxador

Engraxador

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Ordenado Médio Mensal:

Mínimo - 1000€

Empregabilidade:

Baixa

Disciplinas do secundario:

Materiais e Tecnologias

Idiomas:

Português

O engraxador, conhecido como engraxate no Brasil, é a pessoa que limpa e faz o polimento dos sapatos. Esta é uma profissão bem antiga. O nascimento do ofício é datado de 1806, quando um operário poliu as botas de um general francês, como forma de exprimir o seu respeito por ele.

Apesar de antiga e muito popular até há umas décadas, a profissão de engraxador está a cair em desuso. São poucos os engraxadores que vemos nas ruas e a tendência é que esta carreira acabe nos próximos anos.

Contudo, os poucos engraxadores que ainda vemos nas ruas das cidades fazem de tudo para que esta profissão não morra.

Sem dúvida, este é um ofício que tem a sua beleza. Quem não se lembra dos engraxadores com as suas caixas à porta das estações de comboio, a limparem e polirem os sapatos dos senhores que passavam?

Fazem parte da história e da cultura de muitas cidades, principalmente as metrópoles. Por isso, aqueles que escolhem esta profissão, farão parte do grupo de pessoas que lutam por se manter esta tradição de engraxar sapatos na rua.

Se este é um ofício que te fascina e se tens curiosidade em saber mais sobre ele, então vem connosco!

Aqui vamos mostrar-te o que faz um engraxador, quais as funções que ele tem no seu quotidiano, as saídas no mercado de trabalho e o que precisas fazer para seguir esta profissão.

Vens connosco?

Como surgiu o Engraxador de Sapatos?

O primeiro relato de um engraxador de sapatos foi em 1806, quando um operário engraxou as botas de um general francês, como prova do seu respeito e admiração, mas acabou por receber uma moeda de ouro como pagamento dos seus serviços.

No Brasil, mais propriamente em São Paulo, em 1877, surgem os primeiros engraxates. A maior parte deles eram crianças, entre os 10 e os 14 anos.

Eram imigrantes italianos que tentavam a sua “sorte” nas ruas, com uma caixa de madeira, escovas, latas, e tudo o que precisavam para engraxar os sapatos das pessoas que andavam pelas cidades.

O mesmo aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial, na Europa. Muitas crianças e jovens dedicavam-se a lustrar as botas dos militares, mas também vendiam jornais e doces. Eram os chamados “sciusciàs”.

No entanto, com o fim da Segunda Guerra Mundial, os “sciusciàs” desapareceram e deixaram de se ver tantos engraxadores nas ruas.

Atualmente, em todo o mundo, o número de engraxadores de sapatos tem vindo a diminuir drasticamente e fala-se já na extinção do ofício.

Em Portugal, estima-se existirem apenas 15 engraxadores, principalmente nas grandes cidades (Porto e Lisboa). Se antes víamos os engraxadores nas famosas engraxadorias, nas ruas e em todas as barbearias, hoje temos apenas 4 ou 5 engraxadores de sapatos na cidade do Porto, os quais podemos ver logo pela manhã na zona dos Aliados.

No Brasil, esta profissão é mais valorizada (embora também em vias de extinção), tendo até o Dia do Engraxate, comemorado a 27 de abril.

O que faz um Engraxador?

O engraxador engraxa sapatos de pessoas que procuram os seus serviços. Começa por limpar bem os sapatos ou botas. Depois passa a graxa e lustra com uma flanela, para ficarem bem brilhantes. Pode também usar cera, aplicando-a nos sapatos em movimentos circulares.

No fim, para um acabamento perfeito, o engraxador passa a escova no calçado com muita rapidez. É este atrito que vai fazer com que os sapatos tenham mais brilho.

Pode parecer uma tarefa fácil, mas a perfeição do lustre dos sapatos não é assim tão simples de conseguir. A experiência ajuda bastante a conseguirmos um resultado perfeito, mas é vendo os “mestres” que aprendemos os velhos truques.

Quais as suas funções

A função do engraxador de sapatos é limpar e dar lustre aos sapatos e botas dos clientes que o procuram. O dia a dia deste profissional é muito duro, até porque se trata de um trabalhador independente e não há dia que não pegue na sua caixinha de graxa para sair à procura de clientes.

Normalmente acordam bem cedo e de manhã já se encontram instalados nos seus postos de trabalho (geralmente têm o seu “ponto” marcado na rua). Colocam o seu banco, a caixinha, e um outro banco para os clientes se sentarem.

Depois ficam à espera que alguém queira engraxar os seus sapatos em troca de algum dinheiro (pouco). Se há dias que têm 10 clientes, outros têm apenas 2, ou até nenhum. É uma vida incerta e que mal dá para o próprio sustento.

Mas quem vive da “graxa”, garante que é uma profissão que tem o seu valor e orgulham-se dela.

Saídas no Mercado de Trabalho

O engraxador de sapatos, ou engraxate, é um trabalhador autónomo. Por isso, o trabalho depende somente deles mesmos. Já não existem locais que contratem engraxadores, nem existem locais próprios para engraxar sapatos.

Portanto, os engraxadores trabalham nas ruas, com as suas caixas de engraxar, à espera que as pessoas que passam queiram dar brilho aos seus sapatos.

Como dissemos, são cada vez menos pessoas a procurarem estes serviços e, por isso, não é fácil viver deste ofício. No entanto, tendo em conta que poucos jovens querem seguir esta carreira, ainda existe espaço para quem quiser seguir esta arte.

Mas vale a pena lembrar que a tendência é que esta profissão vá desaparecer. Por isso, se estás com a ideia de seguir este ofício, pondera bem alternativas.

Como entrar na carreira de Engraxador?

Não é preciso muito para seguires a profissão de engraxador. Basta comprares 2 banquinhos, a tua caixa de engraxar, graxas, cera, flanelas e escovas. Depois é sair para a rua e encontrares o melhor local para trabalhares.

Como é óbvio, locais mais movimentados são melhores, pois a probabilidade de conseguires clientes é maior. Mas se esse local já tiver outros engraxadores, talvez seja melhor procurares outro ponto.

Muitas pessoas têm o seu engraxador “pessoal”, por isso é bom encontrares um lugar movimentado, mas sem concorrência.

Conhece outras profissões que talvez te interessem com o nosso Simulador

Onde estudar para Engraxador?

Em Portugal, não existe uma escola que te ensine a arte de engraxar sapatos, nem encontras cursos que te ensinem o ofício. A maior parte dos engraxadores aprendeu a arte com os seus pais e avós.

Sendo assim, a melhor forma de conseguires aprender a engraxar sapatos como um verdadeiro profissional, é tentar aprender com quem já trabalha no ofício.

Pode não ser fácil, mas com certeza vais encontrar alguém que esteja disposto a ensinar-te este ofício.

No Brasil, encontras alguns cursos que ensinam a engraxar sapatos de forma profissional, como os Cursos Gratuitos de Formação Online.

Se tens vontade de seguir esta profissão, então não desanimes. É verdade que a vida de engraxador não é fácil, mas também é muito gratificante. Lembra-te que os teus sonhos são sempre mais importantes que tudo o resto!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top