Hepatologista

Hepatologista

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Biologia Física Matemática Química

Idiomas:

Inglês, Português

O hepatologista é um médico especialista nas doenças que afetam o fígado, a vesícula biliar e o pâncreas. A Hepatologia é, portanto, a especialidade médica que se dedica ao estudo das doenças hepáticas, assim como ao seu diagnóstico e tratamento.

Sem dúvida, os últimos anos têm sido marcados pelo avanço da Medicina. Os conhecimentos são cada vez maiores, assim como se têm desenvolvido metodologias e tecnologias mais específicas, tanto para o diagnóstico, como terapêuticas.

Este facto criou a necessidade de uma maior especialização dos profissionais médicos, inclusive na área da Hepatologia.

Assistimos também a um aumento das necessidades assistenciais, o que torna importante a formação específica de profissionais nesta subespecialidade médica.

Se gostavas de seguir Medicina, mas ainda não tens certeza da especialidade que queres seguir, então está na hora de conheceres a profissão de hepatologista.

Neste artigo vamos mostrar-te o que faz este médico especialista, quais as funções que tem no dia a dia, as saídas no mercado de trabalho, assim como o percurso académico que terás de percorrer para entrar nesta carreira.

Vens connosco?

O que faz um Hepatologista?

O hepatologista é um médico especialista em doenças que afetam o fígado. Embora os médicos de clínica geral e os gastroenterologistas também tratem destas patologias, a verdade é que se tornou humanamente impossível para os gastroenterologistas terem todo o conhecimento sobre estas patologias.

Nesse sentido, torna-se essencial que estes profissionais se subespecializem, de forma a prestar o melhor serviço possível. Sendo assim, o hepatologista tem de ter conhecimentos para realizar o diagnóstico e o tratamento das doenças do fígado, incluindo o transplante hepático.

As doenças mais comuns tratados pelos hepatologistas são:

  • Hepatites
  • Infeção hepática gorda
  • Cirrose
  • Cancro do fígado
  • Overdose de medicamentos, principalmente de paracetamol
  • Icterícia
  • Infeção hepática metabólica, assim como infeção hepática genética
  • Pancreatite

Normalmente, os pacientes são encaminhados para este especialista depois de serem consultados por um gastroenterologista.

Ainda tens dúvidas sobre a carreira a seguir? Então faz os nossos Testes Vocacionais e usa o nosso Simulador!

Quais as suas funções

O hepatologista tem como principais funções diagnosticar e tratar as doenças do fígado, pâncreas e vesícula biliar. Ele recebe os pacientes que não conseguem resolver as suas patologias com o gastrenterologista.

Durante as consultas, este médico avalia a saúde do fígado dos pacientes. Na maior parte das vezes, o diagnóstico é feito a partir de uma análise da história clínica, assim como com exames físicos, análises clínicas e ecografia abdominal.

Depois do diagnóstico feito, ele prescreve o melhor tratamento. Em alguns casos, é preciso que os pacientes se submetam a um transplante do fígado. É o hepatologista que realiza esse procedimento e é responsável por acompanhar os pacientes no pós-cirúrgico.

Além disso, este médico especialista também realiza pesquisas e investigações médicas na área. Este é um importante papel destes profissionais, pois é a partir deste trabalho que a medicina consegue encontrar soluções para as diferentes doenças, aumentando a sobrevida e a qualidade de vida dos pacientes que sofrem de doenças hepáticas.

Saídas no Mercado de Trabalho

O hepatologista em Portugal trabalha, maioritariamente, em hospitais públicos. O Serviço Nacional de Saúde oferece boas oportunidades de carreira, salários acima da média, assim como apoio a investigação médica.

Além disso, também é possível atuar em hospitais privados. Os salários também são altos, mas não oferecem tantas oportunidades na área da investigação médica.

No Brasil, as oportunidades de carreira são maiores em hospitais e clínicas privadas. Os salários são mais altos e as condições de trabalho são melhores. Sem dúvida, o SUS ainda carece de muito investimento público, o que se traduz em salários mais baixos e condições de trabalho precárias.

Como entrar na carreira de Hepatologista?

Para seguires a profissão de hepatologista em Portugal, precisas fazer o mestrado integrado em Medicina, o qual tem uma duração de 6 anos. Depois tens de fazer o Ano Comum (internato médico no qual passas por todas as especialidades), assim como o internato em Gastrenterologia, com duração de 60 meses).

Depois de inscrito no Colégio de Gastrenterologia da Ordem dos Médicos, poderás fazer a formação em Hepatologia. Esta tem a duração de 18 meses e vai focar-se em doentes hepáticos, prestando consultadoria, assim como integrando as equipas de transplante hepático.

Desses 18 meses, 6 deles poderão ser feitos já no internato de gastrenterologia, optando pelo estágio opcional em transplante hepático ou Hepatologia.

Durante esta formação, espera-se que os formandos adquiram conhecimentos sobre:

  • Falência hepática crónica e aguda
  • Anatomia do fígado, assim como a sua biologia e patobiologia
  • Epidemiologia e etiopatogenia, assim como anatomia patológica, diagnóstico e tratamento de doenças hepáticas, como, por exemplo:
    • Doença hepática autoimune
    • Doença hepática alcoólica crónica e aguda
    • Hepatite crónica
    • Complicações de doença hepática crónica
    • Cirrose hepática
    • Síndromes colestáticas crónicas
    • Hepatites víricas
    • Hepatopatias medicamentosas, assim como hepatopatias tóxicas
    • Fígado gordo não alcoólico
    • Esteatohepatite não alcoólica
    • Doenças metabólicas congénitas
    • Doenças hepatobiliares ocorridas durante a gravidez, ou por causa desta
    • Tumores hepáticos
  • Terapêutica antivírica
  • Terapêutica imunossupressora
  • Epidemiologia e etiopatogenia, assim como anatomia patológica, diagnóstico e tratamento de doenças das vias biliares
  • Nutrição
  • Prevenção das doenças hepáticas

Como ser Hepatologista no Brasil?

Para seguires a profissão de hepatologista no Brasil, precisas fazer a graduação em Medicina, a qual tem uma duração de 6 anos. Depois precisas fazer 2 anos de residência em Clínica Médica e posteriormente a residência em Gastrenterologia, com duração de 2 anos. Só depois podes fazer a especialização em Hepatologia.

Vejamos, então, algumas instituições em que poderás tirar o curso de Medicina.

Onde estudar Medicina?

Portugal:

Brasil:

Se queres ser hepatologista, sabe, desde já, que tens um longo caminho pela frente. No entanto, todo o esforço vai valer a pena. Se esse é o teu sonho, investe na tua formação, não deixes de estudar, pois isso vai fazer toda a diferença. Nós, do Guia das Profissões, desejamos-te muito sucesso.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top