Capitão de Navio

capitão de navio

O Capitão de Navio, ou Comandante do Navio, é o profissional que comanda o navio durante as viagens marítimas. Para comandar grandes embarcações, é necessário ser um oficial da marinha. No entanto, para comandar embarcações costeiras ou de pequenas dimensão, não é obrigatório. Neste caso, poderá chamar-se a este profissional: patrão, mestre ou arrais.

Outros nomes para esta profissão: Comandante do Navio

  • Modalidades: Presencial, Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Ciência Política, Geografia, Geometria Descritiva, Línguas, Matemática, Materiais e Tecnologias
  • Idiomas: Espanhol, Francês, Inglês, Português

O capitão é a pessoa que tem mais autoridade dentro de um navio, pois ele é responsável por dirigir o navio, coordenar todos os serviços do convés, máquinas e câmaras, assim como controlar todos eles. Ele é também o responsável por assegurar a segurança de todos dentro da embarcação.

Vejamos agora o que faz um capitão de navio em detalhe, quais as suas funções, como é o mercado de trabalho e como pode iniciar a sua carreira como “capitão dos mares”.

O que faz um Capitão de Navio?

O capitão, ou comandante, de um navio, é o profissional responsável por todos os outros, por isso é a maior autoridade a borda da embarcação. Além de dirigir e coordenar todos os serviços no convés, ele é responsável pela coordenação e controlo dos serviços nas máquinas e nas câmaras.

Desta forma, ele consegue assegurar a segurança de todos a bordo do navio, assim como garante melhor rentabilidade e eficiência nas operações.

Além disso, é o capitão que estuda a viagem e determina a rota a seguir. É ele também que controla as radiocomunicações durante a viagem, para que tudo corra como o planeado (planejado).

Em caso de necessidade, o comandante tem autoridade e legitimidade para usar a força, de forma a evitar motins, ou para lutar contra piratas.

Sendo assim, podemos dizer que o capitão de navio tem o comando absoluto da embarcação, o que lhe confere mais poder do que qualquer outro, incluindo em situações em que se encontrem superiores hierárquicos no navio.

Se algum dos superiores hierárquicos dentro do navio quiser dar uma ordem ao comandante, deve, antes, explicar o objetivo dessa ordem, pois não poderá interferir no comando da embarcação.

O capitão é também o último a abandonar o navio, seja em que situação for. Por isso é uma profissão que tem de ser levada a cabo por profissionais de categoria máxima de oficial náutico. Afinal de contas, falamos da vida de centenas, e até milhares de pessoas dentro de um navio.

Quais as suas funções

A principal função dos comandantes é garantir a segurança de todos os que estão dentro do navio, assim como garantir o bem-estar dos passageiros e tripulação, e a higiene de toda a embarcação.

Ele desempenha também outras funções, como por exemplo:

  • Decidir o cardápio dos tripulantes
  • Fazer o controlo da exploração comercial da embarcação
  • Elaborar pareceres acerca da exploração da embarcação
  • Garantir o cumprimento das normas do navio
  • Estudar a viagem a ser feita
  • Estipular a rota

Saídas no Mercado de Trabalho

Os comandantes de navio são responsáveis por dirigir e coordenar todos os serviços de um navio. Sendo assim, todos os trabalhos que envolvam este tipo de embarcação necessitam destes profissionais.

Ainda assim, esta profissão é muito especializada, e por isso não existem muitas vagas para exercê-la.

Geralmente, tem conhecimento destas vagas por parte de outros profissionais a atuar no setor marítimo. Na verdade, a maioria das vagas é ocupada por meio de indicação.

Sendo assim, é importante que mantenha uma boa rede de contactos com outros profissionais da área marítima, designada de networking.

Para desenvolver e manter um bom networking, é fundamental participar de eventos, festas, palestras e realizar alguns cursos específicos da área. Desta forma, alarga os seus conhecimentos e as chances de conseguir uma referência são mais elevadas.

Os recém-formados poderão pedir auxílio das escolas onde se formaram, para que indiquem o seu currículo para empresas privadas.

Um dos setores que mais abre vagas para capitão de navio é o do turismo. Navios de cruzeiro são, sem dúvida, uma excelente oportunidade de emprego, pois são muito bem remuneradas e tem níveis elevados de empregabilidade.

No entanto, vale a pena lembrar que passarão meses sem ver a família, o que pode ser uma desvantagem para alguns. Mas, a bem da verdade, quem quer seguir a carreira de capitão de navio sabe, à partida, que passará a sua vida em alto mar, desbravando o tão desejado mundo novo!

Regra geral, estes profissionais passam 3 meses no mar e 3 meses em terra. A grande vantagem é que têm a oportunidade de conhecer vários países e culturas ao longo das suas viagens.

Como entrar na carreira de Capitão de Navio

Para se tornar comandante de navio precisa ser um profissional de categoria máxima de oficial náutico. Em Portugal é o capitão da marinha mercante, e no Brasil é o capitão de longo curso. É também obrigatório mostrar grande experiência de navegação.

Tendo em conta que ele ocupa a posição mais importante dentro do navio, é importante ter conhecimentos vastos das leis marítimas nacionais e internacionais e, no caso de embarcações de empresas privadas, estar a par das políticas da empresa.

É também necessária experiência numa posição subordinada de, no mínimo, 5 anos.

O diploma de uma instituição credenciada de ensino marítimo também é obrigatório.

Onde estudar para Capitão de Navio

Portugal:

Brasil:

Se quer seguir a carreira de capitão de navio, então tem de estar consciente de que é um caminho longo e árduo, mas que valerá a pena! Uma belíssima carreira, sem dúvida!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima