Joalheiro

Joalheiro

O joalheiro, conhecido no Brasil como joalheiro de bancada, é a pessoa que imagina e faz joias, sejam elas em metal precioso ou então em bijuteria. Esta é uma profissão que tinha vindo a ficar esquecida nos últimos tempos, mas que tem voltado a ser percebida pelos mais jovens.

Outros nomes para esta profissão: Joalheiro de Bancada

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Desenho, Materiais e Tecnologias, Oficina de Artes
  • Idiomas: Inglês, Português

A joalharia, ou joalheria, é uma arte antiga. Sem dúvida, ela existe desde que o Homem é Homem. Já há 100 mil anos existiam joias! Embora as joias tenham sido criadas inicialmente com um objetivo mais prático, como prender pedaços de tecidos, por exemplo, elas foram sendo usadas ao longo dos anos como adornos.

Sendo assim, podemos quase dizer que esta é uma das artes mais antigas da humanidade. Inicialmente, as joias eram feitas com materiais naturais, assim como conchas, ossos, madeira, pedras, entre outros.

Hoje em dia, a joalharia usa pedras e metais preciosos, como o ouro e a prata, por exemplo. As joias de bijuteria são as mais procuradas atualmente, e são feitas com outros materiais, como titânio, por exemplo.

Se esta é uma área que te interessa, então continua connosco, porque vamos mostrar-te tudo o que precisas saber sobre ser joalheiro e o que precisas fazer para entrar nesta carreira. Curioso?! Então vem connosco!

O que faz um Joalheiro?

O joalheiro é a pessoa que produz peças de joalharia. Estas peças podem ser das mais diversas, como, por exemplo:

  • Anéis
  • Pulseiras
  • Tiaras
  • Alianças
  • Colares
  • Brincos
  • Medalhas
  • Piercings
  • Broches
  • Pingentes

São usados metais preciosos, como a prata, o ouro, a platina, ou o bronze. Mas também podem ser feitas com outros materiais, como o titânio, por exemplo.

O joalheiro idealiza a peça que quer fazer, e depois fabrica a joia. Para isso, ele prepara ligas metálicas e faz engastes de pedras preciosas.

O joalheiro também é o trabalhador que classifica diamantes, e trabalha com eles em bruto, talhando e polindo cada um deles com técnica refinada.

Quais as suas funções

As funções de um joalheiro dependem muita da área em que atua. Sem dúvida, a joalharia é uma área muito vasta. Existem mais de 20 funções dentro da joalharia, e tu podes escolher uma delas.

No entanto, a maioria dos joalheiros são polivalentes, então costumam desempenhar várias funções ao mesmo tempo.

Vamos olhar agora para as principais:

  • Ourives – Fabrica joias com metais preciosos a partir de desenhos. Pode fabricar as joias também a pedido de clientes. Com o desenho da joia, ele faz o molde, depois prepara as ligas metálicas, limpa-a e depois lima a peça. Caso o ourives trabalhe só com prata, então, nesse caso, chama-se de prateiro.
  • Cravador – A função do cravador é fixar as pedras preciosas nas joias.
  • Gravador de ourivesaria e joalharia – Talha inscrições e símbolos nas joias manualmente.
  • Filigraneiro (Filigranista) – Trabalha com filigrana (fio metálico laminado e torcido) de ouro ou prata.
  • Classificador – Classifica diamantes em bruto e determina o seu valor.

Saídas no Mercado de Trabalho

Embora seja uma arte muito antiga, a verdade é que a joalharia e ourivesaria ainda é uma área pouco especializada em Portugal, muito porque o mercado ainda é muito pequeno no país.

A concorrência de outros países torna este setor pouco chamativo. Os países asiáticos, principalmente, têm preços muito mais baixos que os nossos.

Como a nossa mão-de-obra não é especializada, então acabamos por não ser tão produtivos.

Antes de te decidires por esta profissão, é importante saberes que o mercado da joalharia em Portugal ainda é tradicionalista. Então, aqueles sonhos de grandes designs de joias que temos acabam por ficar perdidos no real mercado de trabalho.

Muitos jovens acabam por mudar de profissão quando começam a trabalhar. Mas aqueles que conseguem adaptar-se a este tradicionalismo, conseguem alcançar o sucesso.

Como joalheiro, podes trabalhar, por exemplo, em:

  • Ateliers
  • Oficinas
  • Lojas de joalharia
  • Lojas de ourivesaria
  • Relojoarias

No Brasil, as cidades que oferecem mais oportunidades de emprego como joalheiro são Guaporé, no Nordeste Rio-grandense (RS); Limeira, na Piracicaba (SP) e São José do Rio Preto (SP).

Como entrar na carreira de Joalheiro

Ser joalheiro não é assim tão simples. É preciso saberes várias técnicas para trabalhar e fabricar as joias, além de teres de trabalhar com pedras e metais preciosos.

Por isso, se queres seguir esta profissão, tens de procurar um curso de qualificação de joalheiro. Estes cursos profissionais vão ensinar-te a desenvolver todas as habilidades para trabalhares com metais e pedras.

Em Portugal, a maioria das escolas exige o 9º ano de escolaridade e um mínimo de 16 anos de idade.

No Brasil, a maioria dos cursos exigem que tenha a 6ª série, ou então o 7º ano do Ensino Fundamental.

Vais aprender a laminar os fios e as chapas de metas, usando as técnicas certas para que as peças tenham muita qualidade. Também aprendes a montar as peças de joalharia e fazer um acabamento perfeito; a preparar ligas metálicas e fundir metais; e cravar pedras sintéticas e preciosas nas peças.

Para cada uma destas tarefas vais precisar aprender a usar os equipamentos certos. No curso eles ensinam-te as melhores práticas.

Onde estudar para Joalheiro

Portugal:

Brasil:

Sem dúvida, a joalharia é uma verdadeira arte. Só um artista de verdade consegue ter sucesso nesta profissão. Se tens criatividade e talento para trabalhos manuais, então podes ser bem-sucedido como joalheiro. Investe na tua formação e segue em frente!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima