Calceteiro

calceteiro

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Ar Livre

Ordenado Médio Mensal:

Mínimo - 1000€

Empregabilidade:

Alta

Disciplinas do secundario:

Educação Física Materiais e Tecnologias

Idiomas:

Português

O calceteiro é o profissional que faz a pavimentação das ruas e calçadas, usando areia ou terra e depois recobrindo com paralelepípedos, pedra calcária (no caso da calçada portuguesa), ou blocos de concreto.

Esta é uma profissão antiga, muito valorizada há umas décadas, mas que tem deixado de o ser em anos mais recentes. Quando as ruas eram todas elas cobertas de calçada portuguesa, os calceteiros eram olhados como verdadeiros artistas (até porque é uma arte a criação da calçada portuguesa).

No entanto, com os paralelepípedos e o concreto a invadir as cidades, esta profissão tem vindo a ser desvalorizada, ano após ano. Apesar de “esquecida” da maior parte da população, esta é uma carreira de grande valor e essencial para todos nós.

Se gostavas de saber mais sobre o que faz um calceteiro, as suas funções, o dia a dia de trabalho, as saídas no mercado e o percurso que tens de fazer para seguir a carreira, então estás no sítio certo. Vamos contar-te tudo sobre esta profissão!

Vens connosco?

O que faz um Calceteiro?

O calceteiro é a pessoa que faz a pavimentação das ruas e calçadas, usando areia ou terra e depois recobrindo com paralelepípedos, pedra calcária (no caso da calçada portuguesa), ou blocos de concreto.

A construção das calçadas, pedra por pedra, é, com toda a certeza, uma das atividades mais tradicionais em Portugal. No entanto, são poucos os jovens que são atraídos para esta profissão.

São poucos os que querem seguir uma carreira de calceteiro, muito embora seja uma profissão tão importante e cheia de responsabilidade.

Não é um trabalho fácil, é verdade. O dia a dia é duro, debaixo de sol e de grande esforço físico. Talvez por essa razão muitos jovens acabem por escolher outras atividades.

Apesar disso, a histórica calçada portuguesa merece o nosso esforço para que se mantenha viva, e para isso precisamos de jovens que queiram tornar-se calceteiros.

Sim! Porque a sobrevivência das nossas calçadas está nas mãos dos mais jovens que decidem abraçar esta tarefa com amor e dedicação.

Calçada Portuguesa

Para sabermos um pouco mais sobre a profissão de calceteiro, vamos falar aqui um pouco mais sobre a calçada portuguesa.

O surgimento desta calçada remonta a 1842. Nesse ano, o governador de armas do castelo de São Jorge mandou pavimentar uma parte do quartel. Quem realizou este trabalho, na época, foram alguns presos.

O pavimento ficou tão bonito que anos mais tarde se fez a pavimentação também na Praça do Rossio, no centro da capital portuguesa. Desde então que a calçada portuguesa se alargou pelo país, e além-fronteiras.

Quais as suas funções

O calceteiro é a pessoa que faz a pavimentação de ruas e calçadas, mas o trabalho em calçada portuguesa é, com toda a certeza, o mais impressionante. Não é um trabalho nada fácil, pois além de ser um trabalho que exige grande esforço físico, precisa também de muita responsabilidade para que os desenhos no chão fiquem perfeitos.

O trabalho consiste em colocar areia, ou terra, e depois colocar as pedras de cores diferentes alinhadas, no local certo, para que os desenhos fiquem como o planeado.

Além da construção, os calceteiros também são responsáveis por fazer consertos de calçadas e pavimentos, assim como restauração dos mesmos.

Apesar da grande responsabilidade deste trabalho, os calceteiros entram na profissão para ganhar o ordenado mínimo. É claro que, ao longo do tempo, a remuneração vai aumentando. No entanto, o facto de se começar numa profissão deste porte com um ordenado mínimo, poderá ser motivo para que poucos jovens procurem a profissão.

Saídas no Mercado de Trabalho

O trabalho para calceteiros não acaba. Existe trabalho o ano todo, e a verdade é que são poucos profissionais para tanto trabalho. Em Portugal, existem menos de 20 calceteiros em todo o país.

Além da construção das calçadas e pavimentação, existe ainda o trabalho de conservação e consertos das calçadas.

Portanto, se decidires seguir esta carreira, vais ter muito trabalho e o desemprego é um cenário que não se adivinha.

No Brasil o cenário é idêntico. Esta é uma profissão que se vai mantendo em poucas famílias e o conhecimento é passado de pais para filhos. São poucos os jovens que resolvem abraçar esta carreira e o desemprego também não é um problema para aqueles que decidem seguir a profissão.

Como entrar na carreira de Calceteiro?

Apesar desta profissão não exigir um curso profissional, até porque era um conhecimento passado de pais para filhos, com o abandono desta carreira por parte dos jovens, surgiu a necessidade de formar os jovens que agora decidem voltar a abraçar a profissão de calceteiro.

Existem já escolas para calceteiros que ensinam aos jovens este ofício tão nobre e cheio de valor. Sendo assim, o Guia das Profissões aconselha-te a que procures uma destas escolas para entrares nesta carreira com o pé direito. Não há nada como começar um trabalho e já sabermos exatamente o que temos de fazer.

Onde estudar para Calceteiro?

Portugal:

Brasil:

Vais abraçar a profissão de calceteiro? Então pensa em tirar um dos cursos profissionais que te apresentamos. Acredita, pois vai valer a pena. Nós, da equipa do Guia das Profissões, sentimo-nos orgulhosos de ver jovens que lutam para manter a nossa calçada portuguesa.

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top