Ledor / Leitor para Deficientes Visuais

Ledor / Leitor para Deficientes Visuais

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Matérias relacionadas:

Literatura Psicologia Sociologia

Idiomas:

Português

O Ledor é um Leitor para Deficientes Visuais ou com incapacidades intelectuais. Portanto, é uma pessoa que não possuindo incapacidades visuais, presta esse serviço de leitura para quem não pode ler ou tem dificuldades em fazê-lo.

O Ledor, segundo o dicionário, é a pessoa que lê ou que tem o hábito de ler. Portanto, Ledor é o mesmo que Leitor.

Contudo, o termo é utilizado para se referir aos profissionais que fazem leituras de textos para pessoas com incapacidade visual, ou com outro tipo de dificuldades intelectuais que dificultem a leitura.

Trata-se de uma profissão essencial no âmbito da Educação Inclusiva, pois ajuda invisuais e outras pessoas com deficiência a terem acesso a informação.

Mas continua connosco para saber tudo sobre o trabalho de um Ledor…

O que faz um Ledor

Estes profissionais fazem a leitura de textos para pessoas com incapacidades visuais ou com condições como autismo, dislexia ou déficit de atenção. Mas também fazem a descrição de imagens.

Assim, o Ledor é o que se chama um mediador de leitura, pois faz a ponte entre os livros, ou outros documentos escritos, e as pessoas que não conseguem ter acesso a eles.

É um trabalho que tem, sobretudo, importância no âmbito da Educação. Assim, neste domínio, o Ledor é essencial para os estudantes cegos ou com outras dificuldades, ajudando, por exemplo, a ler as provas ou os exames.

Esse trabalho é, muitas vezes, feito a título individual. Portanto, o Ledor presta apoio em salas com um único aluno.

A par de outros profissionais, como o Transcritor de Texto Braille, é um tipo de serviço que ajuda a promover o acesso à informação a quem tem certas limitações. Portanto, tem um espírito de missão que também é importante assinalar.

Mas o Ledor também pode ele próprio fazer trabalhos de Transcrição, bem como gravar áudios. Assim, é importante que tenha uma voz agradável e que saiba colocá-la, fazendo as entoações e as pausas certas.

Este aspeto é fundamental, pois o trabalho do Ledor é dar vida aos textos que lê, deixando passar as emoções através da sua voz. Por outro lado, quando estamos perante textos informativos, é preciso que o Leitor seja credível e claro na leitura.

Quais as suas funções

Como já referimos, muitas vezes, o trabalho do Ledor desenvolve-se em escolas, por exemplo em Universidades.

Assim, nesses casos, a sua principal função é ajudar invisuais nas provas, como, por exemplo, na do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) no Brasil.

Mas o Ledor também pode dar uma ajuda em concursos públicos ou ser assistente pessoal de profissionais cegos. Neste tipo de situação, será uma espécie de braço-direito que completará as tarefas necessárias.

Imagine-se que é um Professor de Braille e que precisa de ter acesso a informação existente em textos escritos que não existem neste código de pontos para ser lido por invisuais.

Além de leituras e gravações de audiolivros ou livros falados, também pode focar-se em explicações e em ajudar a fazer pesquisas.

Na verdade, a Convenção dos Direitos da Pessoa com Deficiência estipula que o Ledor é uma figura de “assistência humana” que pretende ajudar a garantir a igualdade de oportunidades a todas as pessoas.

Deste modo, estamos perante uma profissão que é, acima de tudo, serviço público. Portanto, é essencial gostar de ajudar os outros para fazer um bom trabalho.

Quanto ganha um Leitor para Deficientes Visuais

O Ledor é, por vezes, alguém voluntário que presta o serviço em associações ou entidades que se dedicam a ajudar pessoas invisuais, por exemplo.

Mas também há profissionais contratados, nomeadamente por instituições de ensino. Nestes casos, os Ledores são pagos conforme as tabelas salariais definidas para as diversas classes profissionais.

Contudo, também podem fazer trabalhos a título de freelancer, por exemplo, colaborando com uma Editora na gravação de um livro.

Assim, os valores salariais dependem muito das circunstâncias do trabalho de cada pessoa.

Saídas no Mercado de Trabalho

As principais saídas profissionais para os Ledores estão na área do Ensino, especialmente em instituições públicas. Cada vez mais, os países têm legislações que obrigam à Educação Inclusiva.

Portanto, Escolas e Universidades podem estar forçadas a contratar Ledores para auxiliar estudantes com incapacidades visuais e outras.

Mas estes profissionais também podem trabalhar em Bibliotecas nacionais, em audiotecas e em institutos de reabilitação. Contudo, também podem estar ligados a Ministérios da Educação e da Cultura, bem como a outras entidades estatais.

Além disso, podem trabalhar para Editoras, ou outras entidades privadas que necessitem de gravar ou realizar leituras adaptadas.

Por outro lado, há sempre a possibilidade de trabalharem como freelancers, seja na assistência individual, seja realizando trabalhos esporádicos nesta área.

Como ser Ledor

Atualmente, já existem softwares e leitores de tela que ajudam as pessoas cegas a “ouvirem” certas instruções de tarefas ou textos. Portanto, pode parecer que os Ledores são menos importantes na realidade.

Mas, na verdade, estes softwares de voz não têm o “calor humano” que um Ledor pode imprimir a um texto. Na verdade, este é o grande diferencial desses profissionais.

Portanto, acima de tudo, o Ledor tem de ser algo que gosta mesmo de ler e que tem um talento especial para o fazer. Isto implica ter uma voz agradável, mas também trabalhada.

Pensa num Locutor de Rádio ou de Televisão, ou num Pivot de notícias. São pessoas que, habitualmente, têm vozes marcantes e treinadas para falarem da melhor forma com os espetadores.

Assim, o Ledor também precisa de ter esse talento e esse treino. Portanto, é boa ideia procurar trabalhar nesta área, frequentando, por exemplo, cursos vocais ou de colocação de voz.

Além disso, é preciso ter muito amor ao próximo e paciência para fazer este trabalho.

Onde estudar para Ledor

Não há muitos cursos específicos para uma pessoa se tornar Ledor. Contudo, vão aparecendo alguns que também podem incluir a formação em Transcrição, o que é uma mais-valia suplementar.

Mas existem também cursos na área da colocação de voz e técnica vocal que podem ser uma mais-valia para quem quer entrar nesta área.

Assim, o ideal é que procures as opções que vão ao encontro das tuas competências e preferências.

Para te ajudar nessa escolha, deixamos, de seguida, algumas alternativas para começares a tua procura…

Portugal:

Brasil:

Agora que já entendeste o que faz um Ledor e que conheces os desafios de um Leitor para Deficientes Visuais, estás pronto a abraçar esta área? Se é o que sonhas fazer, segue em frente e sê feliz! Torcemos pelo teu sucesso.

Mas se continuas com dúvidas, espreita o Simulador de Profissões para encontrares a profissão certa para o teu perfil.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top