Intérprete de Língua Gestual (Libras)

Intérprete de Língua Gestual (Libras)

O Intérprete de Língua Gestual, ou Tradutor de Língua Gestual (Especialista na Língua Brasileira de sinais – Libras) interpreta e traduz de língua oral para língua gestual, e vice-versa. Assim, eles são essenciais para uma boa comunicação entre pessoas ouvintes e surdas, ou surdas-mudas.

Outros nomes para esta profissão: Tradutor e intérprete em libras; Especialista na Língua Brasileira de Sinais; Intérprete e Tradutor de Linguagem Gestual

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: História, Línguas, Literatura, Psicologia
  • Idiomas: Inglês, Português

Ele é importante para garantir a igualdade social, pois tem um papel fundamental na garantia das mesmas oportunidades para todos, mesmo com limitações. Ou seja, ele garante que surdos e surdos-mudos têm as mesmas condições que os ouvintes, tanto na educação, como na vida social.

Você é uma pessoa que se importa com os outros? Gosta de ajudar todos os que têm dificuldades? Acredita num mundo em que a justiça social se pauta pela igualdade de oportunidades? Então, ser Intérprete de Língua Gestual (Especialista na Língua Brasileira de sinais – Libras) fará de si uma pessoa feliz!

Quer saber mais sobre esta profissão? Então continue a ler este artigo e saiba o que este profissional faz na sua rotina de trabalho, quais as funções que pode vir a desempenhar, as saídas no mercado de trabalho disponíveis, e o que precisa fazer para poder exercer essa atividade. Confira!

O que faz um Intérprete de Língua Gestual (Especialista na Língua Brasileira de sinais – Libras)?

O intérprete de língua gestual (Especialista na Língua Brasileira de sinais – Libras) é o único que pode dar aulas de língua gestual (libras) para surdos como primeira língua, ou em instituições de ensino especializadas para surdos-mudos, ou na educação básica.

Ele também dá aulas de língua gestual como segunda língua para ouvintes, tanto no ensino básico, assim como secundário e universitário.

Além de dar aulas de língua gestual, ele pode atuar como um intérprete, não só em sala de aula, assim como em congressos, reuniões, conferências, cursos, televisão, justiça, polícia, ou órgãos administrativos.

Faz traduções de textos, quer literários, quer técnicos (braile). É também ele que é o responsável por preparar todos os textos para surdos.

No exercício da sua função, o intérprete de língua gestual tem de seguir um código de ética, o qual inclui, por exemplo:

  • Sigilo
  • Respeitar o conteúdo da mensagem que está a interpretar
  • Não influenciar as partes
  • Não ter vantagens pessoais pela informação tida no exercício da sua atividade

Quais as suas funções

Os intérpretes de língua gestual (especialistas na Língua Brasileira de Sinais – Libras) têm várias funções. É da sua responsabilidade:

  • Adequar a comunicação para diferentes contextos e situações
  • Interpretar discursos e traduzi-los em simultâneo
  • Dar aulas de linguagem de sinais
  • Desenvolver e implementar metodologias de ensino da língua portuguesa para surdos-mudos
  • Interpretar Linguagem de sinais em diversos contextos, como congressos, reuniões, inquéritos policiais, ou depoimentos perante o juiz, por exemplo
  • Legendar filmes e vídeos

Saídas no Mercado de Trabalho

A maioria das vagas de emprego para os intérpretes de língua gestual portuguesa (LGP) encontra-se no ensino. Da mesma forma acontece no Brasil, que conta com cerca de 10 milhões de surdos em escolas e universidades.

Nos dois países, se uma escola, independentemente do nível de ensino, tiver alunos surdos ou surdos-mudos, tem de contratar um intérprete de língua gestual (Especialista na Língua Brasileira de sinais – Libras).

Apesar de ser em menor grau, podem trabalhar também como intérpretes em eventos, congressos, televisão, entre outros. Nestes casos, o mais comum é serem contratados como freelancers.

Como entrar na carreira de Intérprete de Língua Gestual (Especialista na Língua Brasileira de Sinais – Libras)?

Em Portugal, precisa ter a formação profissional em Língua Gestual portuguesa, a qual confere uma certificação nos termos ditados pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade.

Essa certificação é dada pela aprovação final no curso superior de tradutor-intérprete de língua gestual, o qual tem uma duração mínima de três anos. No entanto, para poder frequentar o curso, deve ter já o certificado de formação em Língua Gestual Portuguesa, o qual é emitido por uma entidade formadora reconhecida.

No Brasil, deve ter uma habilitação de graduação em Letras, habilitando o aluno no ensino de Libras, seja como primeira, ou como segunda língua. Além de um estágio final para aqueles que pretendem dar aulas, deve entregar uma monografia.

Onde estudar Língua Gestual / Língua de Sinais / Libras

Portugal:

Brasil:

Ser intérprete de língua gestual (Especialista na Língua Brasileira de sinais – Libras) é mais do que uma profissão. É uma missão de vida, é uma luta pelos direitos de igualdade e justiça social. Por isso, para ser um bom profissional na área, é importante ser uma pessoa empática, assim como uma pessoa de lutas sociais.

Não é um caminho fácil, mas é gratificante, especialmente quando percebemos que estamos a fazer a diferença na vida dos outros. Se queremos um mundo mais justo, que ofereça as mesmas oportunidades a todos, independentemente das suas limitações, então não podemos negar a importância desta profissão.

Se sente esta vontade genuína de ajudar e servir o próximo, então tornar-se intérprete de língua gestual (Especialista na Língua Brasileira de sinais – Libras) pode ser a melhor escolha da sua vida! Não se vai arrepender nem um segundo de ter seguido este caminho!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima