Médico de Clínica Geral (Clínico Geral)

Médico de Clínica Geral (Clínico Geral)

O médico de clínica geral, ou clínico geral, é um profissional de saúde que exerce a medicina num âmbito geral e familiar. Ele atua, principalmente, na prevenção de doenças, ao acompanhar os doentes continuamente, mas também faz o diagnóstico de doenças e trata-as.

Outros nomes para esta profissão: Clínico Geral

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Matemática, Sociologia
  • Idiomas: Inglês, Português

No caso do clínico geral, não é especialista em nenhuma área da medicina, pois atua de uma forma generalista, o que o obriga a ter conhecimentos de todas as especialidades para, ao fazer o diagnóstico, consiga tratar ou encaminhar para a especialidade correspondente.

Esta é uma carreira muito conceituada socialmente, por isso é bem remunerada. Além disso, como existem poucas vagas no ensino universitário para o curso de medicina, a empregabilidade é de 100%.

Se está a pensar seguir medicina, então continue a ler este artigo e saiba o que faz um médico de clínica geral, as funções que desempenha no seu dia a dia, as saídas no mercado de trabalho e, por fim, o que precisa fazer para entrar nesta carreira tão nobre! Confira!

O que faz um Médico de Clínica Geral (Clínico Geral)?

O médico de clínica geral, ou clínico geral, tem um conhecimento muito vasto do corpo humano e seu funcionamento como um todo. Ele não se especializou em nenhuma área específica, mas isso não implica que não tenha tanto conhecimento quanto um especialista.

A diferença efetiva é que este profissional tem de atender pacientes com diferentes problemas de saúde, sejam eles cardíacos, gástricos, ósseos, circulatórios, entre outros, enquanto os especialistas só atendem pacientes com problemas de saúde que se relacionam com a sua especialidade.

Sendo assim, o clínico geral acompanha os pacientes e diagnostica possíveis problemas de saúde. Não só atua no tratamento de doenças, mas como na prevenção destas.

Geralmente, todos os pacientes visitam, antes de qualquer outro, o médico de clínica geral, o qual identifica os sintomas, pede os exames necessários para fazer uma avaliação e, caso necessário, encaminha para o especialista.

Quais as suas funções

O médico de clínica geral tem, como principal função, servir a sua comunidade, ajudando no tratamento e na prevenção de doenças. Por isso, ele faz um acompanhamento constante dos seus pacientes, pedindo exames preventivos e atuando, desde logo, quando surge algum tipo de problema, prescrevendo os medicamentos necessários.

O clínico geral recebe os pacientes em hospitais, consultórios, clínicas, centros de saúde (Portugal), lares de idosos, residências e urgências, dependendo de onde está a trabalhar.

À chegada do paciente, ele conversa com ele para saber o seu histórico médico (história médica), e ouve os sintomas que estão a preocupar o paciente. Depois examina o paciente, podendo incluir, por exemplo, auscultação, medição de tensões arteriais, apalpamento do abdómen, entre outros.

Caso seja necessário, ele pede exames específicos, como raios-x, exames de sangue, urina, ressonâncias magnéticas, entre outras. Depois do resultado dos exames, ele analisa-os e prescreve o melhor tratamento. Caso seja necessário, ele encaminha o paciente para um médico especialista.

Saídas no Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para o médicos, em geral, tanto em Portugal, como no Brasil, é muito favorável. Existe uma carência destes profissional, o que significa uma elevada percentagem de empregabilidade.

Normalmente, o médico de clínica geral em Portugal atua nos centros de saúde, assim como em consultórios médicos. No entanto, também podem atuar em hospitais e clínicas privadas.

No Brasil, a maioria dos clínicos gerais atuam em hospitais e consultórios médicos. Notemos que esta área da medicina é a que está mais presente no país, principalmente porque os programas governamentais de atendimento à saúde básica estão empregando muitos clínicos gerais.

Poderão, ainda, atuar em postos de saúde, unidades de pronto atendimento, clínicas particulares e em residências particulares.

Como entrar na carreira de Medicina Geral

Portugal

Para poder entrar na carreira de Medicina Geral e Familiar em Portugal, deverá concluir a licenciatura de Medicina, a qual tem duração de seis anos. Depois de ter concluído o curso, precisa inscrever-se na Ordem dos Médicos. Sem estar inscrito, não é possível exercer a sua profissão.

Em Janeiro do ano a seguir à inscrição na Ordem dos Médicos, será chamado para fazer o Internato de Formação Geral durante um ano. Este internato é obrigatório para todos, independentemente de quererem seguir alguma especialidade, ou optar pela medicina geral.

Ao longo desse ano, o médico será avaliado em vários estágios e atua sempre sob a supervisão de outro médico, não podendo, nunca, exercer de forma autónoma.

Depois de concluir o Internato de Formação Geral, poderá exercer como Clínico Geral (médico de clínica geral). Se, entretanto, optar por seguir alguma especialidade, poderá candidatar-se a ela depois da conclusão do Internato e mediante aprovação na Prova Nacional de Acesso (feita anualmente no mês de Novembro).

Brasil

Para se tornar clínico geral no Brasil, deverá concluir o curso de medicina, o qual tem duração de 6 anos. Deve, também, passar pela residência médica, onde irá passar por todas as especialidades, obtendo conhecimento prático em diferentes situações.

Depois de ter concluído o curso e ter o seu diploma na mão, é obrigatório ter o registro no Conselho Regional de Medicina. Poderá obter esse registro no estado em que trabalha. Só depois de estar registrado poderá exercer as suas atividades profissionais.

Onde estudar Medicina

Portugal:

Brasil:

A carreira de medicina é, sem dúvida, uma das mais nobres. A preocupação com os outros é uma constante na sua vida. Afinal de contas, as nossas vidas estão na mão dos médicos, e devemos ter sempre em conta que se trata de uma profissão arriscada, com muita pressão, até porque falamos de vida e, consequentemente, de morte.

Se quer ser médico de clínica geral (clínico geral), saiba que esta é uma profissão desgastante, mas também muito enriquecedora ao nível pessoal. Afinal, nada melhor que chegarmos ao fim do dia com a sensação de dever cumprido!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima