Músico de sessão

músico de sessão

O músico de sessão é aquele que fica em estúdio, a compor e gravar músicas para outras pessoas. Já existem muitos músicos que optam por seguir esta via, e pode ser uma excelente opção para quem não se vê a tocar ao vivo, para centenas, milhares de pessoas.

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Média
  • Tipo de trabalho: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Línguas, Matemática, Materiais e Tecnologias, Oficina de Artes
  • Idiomas: Português

Pode parecer estranho, mas existem muitos músicos que têm pavor a subir a um palco. E, para dizer a verdade, não é uma coisa assim tão fácil, principalmente para pessoas que são mais tímidas e reservadas.

Se é verdade que os espetáculos ao vivo são, sem dúvida, os trabalhos mais bem pagos, também é verdade que já há muitos músicos a viverem de composições e gravações em estúdio.

Ficaste interessado em saber mais sobre a profissão de músico de sessão, não é verdade?

Então continua a ler este artigo porque vamos contar-te o que este profissional faz, quais as funções que tem no seu dia a dia de trabalho, as saídas profissionais, e o percurso que tens de fazer para seguir esta carreira.

Vamos?

O que faz um músico de sessão?

O músico de sessão é um músico que compõe músicas para outros artistas (cantores a solo ou bandas) e grava em estúdio músicas de outras pessoas. Podem ser instrumentistas (tocar instrumentos), ou cantores (intérpretes vocais). Eles trabalham em estúdio, na maioria das vezes.

Existe também a possibilidade de trabalhar em concertos, mas não sempre. Ou seja, os músicos de sessão não fazem parte da banda. Eles apenas fazem trabalhos freelancers, esporádicos, quando algum músico está doente ou não consegue fazer um espetáculo.

A principal característica destes profissionais é a versatilidade. E é fácil perceber porquê. Eles compõem para diferentes artistas, de vários estilos, e têm de tocar em diferentes géneros musicais. Por isso, é impossível que um músico de sessão de dedique apenas a um género musical.

Além disso, é importante que estes músicos consigam ler pautas facilmente, de preferência à primeira vista. Podem ter de substituir um músico de urgência e, não conhecendo o repertório, têm de chegar ao espetáculo e ler a pauta das músicas em questão de segundos.

Esta mesma urgência é pedida em estúdio. Os estúdios são pagos à hora para gravarem as músicas. Por isso, quanto mais tempo demorares a gravar uma música, mais caro vai sair. É por essa razão que não se admite que um músico de sessão não consiga ler uma pauta rapidamente.

Quais as suas funções

O músico de sessão tem como função “substituir” um músico, tanto em estúdio, como em concertos. Os músicos de sessão também podem ser contratados para compor uma música, ou partes dela. No entanto, o mais comum é serem contratados para gravar em estúdio músicas compostas por outros.

Falamos de um substituto, porque este músico não é um membro de uma banda, nem é parte integrante dos elementos que acompanham um artista. Ele é usado esporadicamente, quando é preciso cobrir uma baixa na equipa, ou quando se precisam gravar músicas e se pretende uma maior qualidade.

Em alguns casos, embora raros, é possível que os músicos de sessão toquem numa música, ou várias, com a banda durante toda a época (turnê). Neste caso, eles não são substitutos, mas complementos.

Por exemplo, imaginemos que uma banda é composta só por guitarra, baixo, bateria e teclado. No entanto, no último álbum gravado, algumas músicas incluem um saxofone. A banda não quer usar samplers para lançar essa faixa do saxofone gravada e prefere tudo ao vivo. Então, a opção é contratar um músico de sessão para os acompanhar durante a digressão.

Saídas no Mercado de Trabalho

Como músico de sessão, podes trabalhar em exclusivo para um estúdio, ou podes atuar como freelancer. Quando és bom, os próprios estúdios recomendam os teus serviços aos artistas que vão lá gravar os CDs.

No caso dos serviços freelancers, normalmente os artistas pagam o serviço e ficam com os direitos de autor. No entanto, se for uma banda pequena, a começar a carreira, podem optar por dar uma percentagem dos rendimentos obtidos com a música.

Como entrar na carreira de Músico de Sessão?

Para entrar na carreira de músico de sessão, o ideal é tirares um curso de música. Como estamos a falar de um grau de exigência grande, não basta saberes tocar um instrumento. É preciso teres conhecimentos de composição e teoria da música.

Como qualquer área artística, quanto mais cedo começares os estudos na música, melhor. Como se costuma dizer: “É de pequenino que se torce o pepino”. E é bem verdade. Principalmente no que toca às artes.

Então, o ideal é que estudes no conservatório de música desde muito novo e depois sigas para o curso superior de música.

Onde estudar Música?

Aqui tens algumas faculdades que oferecem o curso de música para te tornares um bom músico de sessão. Lembra-te que esta formação é essencial se quiseres ter uma carreira bem-sucedida.

Portugal:

Brasil:

A música é uma área muito rica no que toca ao mercado de trabalho. Embora a cultura não seja muito valorizada, a verdade é que os artistas não olham a meios para conseguirem apresentar um bom trabalho ao público. Afinal de contas, é o trabalho que vai permanecer por várias décadas, séculos e, quem sabe, milénios.

Portanto, se a tua vontade é enveredares pelo mundo da música e se queres tornar-te músico de sessão, não desistas. Estuda bastante, treina muito e vai à luta. Sucesso!

Partilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top