Músico

Músico

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Matérias relacionadas:

Matemática Materiais e Tecnologias Oficina de Artes

Idiomas:

Inglês, Português

O músico, ou musicista (feminino), interpreta obras com instrumentos musicais ou com a voz (tida também como um instrumento). Ele usa a música como uma forma de se expressar artisticamente. Poderá atuar como um artista a solo (solista), ou como parte de um grupo (banda, orquestra, coro).

Sem dúvida, ser músico não é para todos. É preciso talento para a música, estudar muito e treinar ainda mais. Não é uma vida fácil, ao contrário do que possas pensar. Por trás de uma hora de espetáculo estão dezenas e dezenas de horas de trabalho em equipa, e outras centenas de treino sozinho.

Achavas que era só o glamour dos palcos ou do estúdio de gravação? Pois é. Os músicos trabalham arduamente para conseguirem ter uma boa performance.

Além disso, não é assim tão simples viver da música. Ou seja, obter a maior parte dos rendimentos através das atuações.

Apesar das dificuldades, esta é uma profissão para lá de emocionante, entusiasmante e «viciante». Os amantes de música não conseguem fugir deste caminho, quase como se fosse o destino, ou uma força maior que os puxa. E depois que entram no mundo artístico, é quase impossível sair, de tão gratificante que é.

Se queres ser músico profissional, então não podias ter escolhido um lugar melhor para procurar informações. Aqui vamos mostrar-te tudo o que faz este profissional, quais são as suas funções, as possíveis saídas no mercado de trabalho e o que tens de fazer para entrar nesta carreira.

Estás cheio de curiosidade, não é verdade?

Então não percas mais tempo e continua connosco!

Profissão de Músico

Quando usamos o termo músico, nem sempre falamos do profissional que vive da música. De facto, este é um termo que pode ser usado tanto para profissionais, como para os amadores, os quais tocam um instrumento, cantam, compõem ou dirigem um grupo ou orquestra.

O músico profissional é aquele que trabalha com música, ou seja, recebe pelo seu trabalho enquanto trabalhador da música. A profissão de músico pode envolver a atuação e participação numa banda de música, orquestra, ou outro projeto musical, atuar como artista a solo, como compositor, arranjador, professor de música ou até como maestro (regente).

Como percebemos, esta é uma área muito abrangente e que oferece muitas perspetivas no mercado de trabalho (embora não seja um mundo fácil).

É possível que os músicos tenham formação académica ou técnica, mas esta não é uma obrigatoriedade. No entanto, quando um músico não tem formação, é comum que se denomine de músico popular ou “músico de ouvido”.

Vê este vídeo para saberes um pouco mais sobre a vida profissional do músico.

O que faz um Músico?

O músico domina o instrumento que toca e consegue interpretar obras musicais, expressando-se de forma artística. O objetivo é levar a sua arte até ao público, o qual se identifica com a mensagem que está a ser passada, tanto em gravações áudio, como em espetáculos ao vivo.

O músico cujo instrumento usado é a voz chama-se cantor. Os músicos também adotam outros nomes de acordo com o instrumento que tocam, como, por exemplo:

É importante diferenciar, aqui, o músico do instrumentista. Neste último caso, trata-se de alguém que domina com precisão a técnica do instrumento. Já os músicos são capazes de compor, interpretar e executar as peças.

Para saberes um pouco mais sobre a profissão de músico, então espreita aqui este vídeo publicado pela UNIVESP.

Quais as suas funções

O músico tem várias funções, dependendo do lugar que ocupam. Por exemplo, podes querer viver a vida musical nos palcos, compondo e interpretando as peças musicais, mas também podes querer estar à frente de todos os outros músicos de uma orquestra, como maestro.

Como músico de palco, vais tocar o instrumento cuja técnica conheces na perfeição, ou vários, ou como um membro de um grupo ou de uma orquestra. Também terás voz na seleção das músicas que irão ser tocadas nas apresentações ao vivo.

Como maestro, ou dirigente, terás de dirigir os grupos instrumentais e vocais, selecionar as músicas e fazer a atribuição das partes instrumentais aos diferentes músicos.

Podes ainda trabalhar só na área do estúdio, como músico de sessão. Muitas vezes, os artistas ou editoras contratam músicos para gravar as músicas em estúdio. Não fazem parte do grupo de músicos de estrada, mas podem substituir um músico caso aconteça um imprevisto.

Como vês, se estás a escolher a profissão certa para ti, aqui encontras várias opções que te permitem viver a música como realmente gostas e desejas.

Saídas no Mercado de Trabalho

O músico tem várias oportunidades no mercado de trabalho. Embora seja uma profissão na área da cultura, o mercado de trabalho oferece muitas alternativas.

No que diz respeito ao meio artístico em si, podes atuar em grupos ou bandas, podes integrar a equipa musical de um artista, pertencer a orquestras sinfónicas e filarmónicas, ou podes seguir uma carreira a solo. Neste caso, falamos de uma profissão liberal. Por isso, serás um freelancer, ou então um empreendedor.

Poderás também trabalhar como músico de sessão. Neste caso, o mais comum é fazeres parte dos quadros da editora. Mas também podes atuar como freelancer.

Como maestro, podes trabalhar na direção de orquestras sinfónicas e ligeiras, grupos corais, bandas de música filarmónicas, grupos de câmara, teatro (musicais) e programas de televisão (musicais).

Tendo a formação superior em música, também podes dar aulas na escola pública, escola privada, escolas de música, academias de música e nos conservatórios de música.

Apesar de ser um mercado difícil, encontras boas ofertas para a composição de jingles publicitários ou para atuar em estabelecimentos noturnos, por exemplo. As grandes cidades, como Lisboa e Porto (em Portugal), São Paulo e Rio de Janeiro (no Brasil), oferecem boas oportunidades para quem quer seguir uma carreira como músico em estabelecimentos (principalmente bares, restaurantes e salas de eventos).

Como entrar na carreira de Músico?

Para entrar na carreira de músico tens de aprender a tocar muito bem um instrumento. Como esta é uma área vocacional, o estudo da música deve começar o quanto antes. O curso superior é sempre uma vantagem, até porque abre portas no mercado de trabalho.

Além disso, vais conhecer várias pessoas do meio, o que é importante para entrares no mercado de trabalho.

A licenciatura em Portugal tem duração de 3 anos. Caso queiras concluir o mestrado, fazes mais 2 anos. No Brasil, o curso tem uma duração média de 4 anos.

Depois de concluído o curso, chegou a hora de procurares trabalho. Se quiseres ser professor, podes deixar o teu currículo nas várias escolas e academias de música, ou então candidatares-te a uma vaga no ensino público, por meio de concurso.

Se quiseres seguir o ramo artístico, precisas alargar os teus conhecimentos no meio. Quanto mais pessoas conheceres, mais oportunidades surgem. Na internet também encontras vários projetos que podem interessar para o teu futuro.

Onde estudar Música?

Como vimos, se queres ser músico profissional, ter uma formação superior na área da música é muito importante. Por isso, deixamos-te aqui algumas faculdades que oferecem um curso de Música. Ora espreita!

 Portugal:

Brasil:

Queres seguir a carreira de músico? Então nunca desistas de lutar pelos teus sonhos. Não vai ser um caminho fácil e rápido, mas a verdade é que vai ser muito gratificante. Quem realmente ama a música, não consegue viver sem ela. Sucesso!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top

A tua opinião conta para nós!

Participa no Inquérito de Satisfação do Guia das Profissões e ajuda-nos a melhorar. Responde agora e ganha o e-book “Como organizar o Seu Tempo?”

mulher apontando