Operador de Armazém

Operador de Armazém

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Educação Física Matemática

Idiomas:

Português

O operador de armazém, ou empregado de armazém, é responsável pelas cargas e descargas de um armazém, assim como pela sua organização e limpeza do espaço.

Além de ser um cargo de responsabilidade, pois terás de verificar a qualidade das mercadorias recebidas e enviadas, tens também de ser uma pessoa ativa e preparada para enfrentar novos desafios.

Se estás à procura de uma profissão que fuja da rotina de escritório, então esta pode ser uma carreira interessante para ti. Vais ter uma rotina de trabalho ativa, sempre de um lado para o outro. Este trabalho é feito em equipa, o que é ótimo para quem gosta de conviver.

Se esse é o teu caso, então estás no sítio certo! Neste artigo, vamos dar-te a conhecer o dia a dia de trabalho do operador de armazém, assim como outras informações úteis para entrares no mercado de trabalho com toda a força.

Vens connosco?

O que faz um Operador de Armazém?

O operador de armazém trata das cargas e descargas de um armazém. Sendo assim, ele recebe mercadorias (tal como o rececionista de armazém), mas também prepara mercadorias e faz a expedição das mesmas.

Aquando da receção de mercadorias, ele verifica a qualidade das mesmas, se estão de acordo com a encomenda feita e depois transporta-as para o armazém.

Quando precisa expedir mercadorias, ele tem de preparar antes as mercadorias (sendo que diferentes tipos de produto têm preparações distintas), embalá-las e transportá-las até ao veículo.

Além disso, o empregado de armazém tem de armazenar os produtos e prezar pela organização e limpeza do armazém.

Como os avanços tecnológicos marcam muito o dia a dia destes profissionais, é importante que tenham uma grande capacidade de aprendizagem, mas que também estejam “abertos” a receber novos métodos de trabalho.

A maior parte das empresas contrata os operadores de armazém para que estes trabalhem por turnos. Assim, deves estar disponível para trabalhar aos fins de semana e à noite.

Quais as suas funções

O operador de armazém é o trabalhador responsável por fazer as cargas e descargas do armazém de uma empresa. Assim, de entre as várias funções que ele tem no seu dia a dia de trabalho, podemos destacar aqui, por exemplo:

  • Receber as mercadorias
  • Preparar as mercadorias e expedi-las
  • Transportar as mercadorias (podem ser usados sistemas de preparação com voz, empilhadores, entre outros equipamentos de transporte)
  • Controlar a qualidade das mercadorias (recebidas e a enviar)
  • Dar entrada e saída dos produtos no inventário
  • Organizar e assegurar a limpeza do armazém
  • Manter equipamentos limpos e organizados de acordo com os protocolos de segurança e higiene
  • Fazer o controlo do stock

Este emprego pode envolver trabalhar em temperaturas negativas. Assim, deves ter uma boa preparação física para aguentar temperaturas muito baixas (embora as roupas usadas protejam, é importante que os trabalhadores estejam preparados para trabalhar com frio).

Além disso, tens de gostar de trabalhar em equipa, até porque o trabalho envolve a participação de muitos operados, rececionistas e outros profissionais de armazém. No entanto, também se valoriza muito a capacidade de agir de forma autónoma.

Saídas no Mercado de Trabalho

O operador de armazém pode trabalhar em diferentes setores do mercado de trabalho, desde indústrias a supermercados e estabelecimentos de serviços. Todas as organizações que tenham armazém precisam de empregados de armazém. Por isso, encontras várias vagas de trabalho nesta área.

Os salários não são muito altos, mas podes receber horas noturnas e fins de semana (o que te dá um dinheiro extra razoável).

Embora existam muitas pessoas a concorrer a estas vagas, se te mostrares alguém disposto, enérgico e proativo, com toda a certeza vais conseguir uma boa colocação.

Como entrar na carreira de Operador de Armazém?

Não é exigida nenhuma formação para a profissão de operador de armazém. No entanto, deves ter, no mínimo, a escolaridade obrigatória. Como este trabalhado pode envolver a condução de empilhador, se tiveres o certificado de operador de empilhador, as tuas chances no mercado de trabalho são muito maiores.

Para conseguires este certificado em Portugal, tens de fazer uma formação reconhecida pela Direção Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) para obteres a carta de condução de empilhador.

Vale a pena referir que só os cursos reconhecidos pela DGERT são válidos em Portugal. Por isso, tens de procurar uma instituição de referência.

Para trabalhar com empilhadeiras no Brasil, também se exige um certificado. O ideal é que faças um curso técnico de qualificação.

Esta formação também é útil se quiseres evoluir na carreira. Um curso de gestão de stock, por exemplo, também pode ser útil se quiseres trabalhar na área administrativa.

Onde estudar para Operador de Armazém?

Como vimos, não precisas ter uma formação para te tornares operador de armazém. Mas se quiseres entrar no mercado de trabalho com o pé direito, ter o certificado de operador de empilhador é fundamental.

Sendo assim, deixamos-te aqui alguns cursos reconhecidos, os quais fornecem certificados válidos. Ora espreita!

Portugal:

Brasil:

Gostavas de trabalhar como operador de armazém? Então não deixes de fazer uma formação para trabalhares com empilhadores, pois vai fazer toda a diferença na hora de conseguires um emprego. Nós desejamos que conquistes tudo aquilo que desejas.

Partilhar Post

1 comentário em “Operador de Armazém”

  1. “… No entanto, também se valoriza muito a capacidade de agir de forma autónoma.” Muito bem escrito mas na realidade não é aplicável, trabalho nesta área a 13 anos e aquilo que aprendi é que se fazes algo uma ou duas vezes passa a ser uma obrigação sem remuneração extra, eu com 13 anos de experiência ganho o mesmo que alguém que acabou de entrar, salvo a pequena diferença entre de 50 euros pois sou efectivo, sei manobrar empilhadores (e utilizo o mesmo no trabalho) mas não recebo mais por isso também faço serviço sensível (manuseio carga de alto valor ou frágil, cargo de responsabilidade acrescida) também não ganho mais pelo mesmo, isto tendo pedido um aumento salarial e não querem pagar mais por um trabalhador polivalente e autónomo (também sei fazer os registos de saída e entrada de camiões) a única razão pela qual ainda não sai sendo que estou nesta empresa a muitos anos e era um trabalho que em tempos gostava de fazer.

    Pois aqui deixo um conselho, sejam trabalhadores razoáveis e não bons, pois será esperado que façam mais por a mesma remuneração(aplicável em vários trabalhos em que a possibilidade de subida de carreira seja baixo).

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top