Personal Chef / Private Chef

Personal Chef - Private Chef

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Biologia Oficina de Artes Psicologia

Idiomas:

Francês, Inglês, Português

O/A Personal Chef ou Private Chef é um Chefe de Cozinha que presta serviços ao domicílio, ou seja, na casa dos clientes. É uma nova tendência em crescimento que acompanha o crescente interesse pela comida como uma experiência social e sensorial.

A pandemia de covid-19 veio dar um novo impulso à profissão de Personal Chef ou Private Chef. Sem poderem ir a restaurantes durante os períodos de confinamento e fartos da comida sob encomenda, cada vez mais pessoas começaram a procurar este serviço de Cozinha ao domicílio.

Assim, o Personal Chef atende os pedidos dos clientes, deslocando-se a casa das pessoas para cozinhar para elas, para a sua família e para os seus amigos.

Trata-se de um serviço personalizado e, como tal, tem custos acrescidos para quem o contrata. Mas para os profissionais que se dedicam a esta área pode ser bem interessante, não só em termos financeiros, mas também pela liberdade de horários.

Mas fica connosco para saber tudo desta profissão!

O que faz um Personal Chef ou Private Chef

Um Personal Chef é um profissional que prepara refeições na casa dos seus clientes. Estes podem ser clientes domésticas, ou seja, famílias ou grupos de amigos, mas também empresas ou espaços de eventos.

Assim, o seu trabalho é definir um menu de pratos conforme as preferências ou necessidades dietéticas e de saúde dos clientes.

Além disso, pode ter de comprar os ingredientes que vai usar e terá que preparar a refeição.

Contudo, o seu trabalho também passa por deixar a cozinha limpa e arrumada, depois de ter servido a refeição. Lembra-te que a ideia é poupar tempo e retirar chatices das costas dos clientes!

Mas também podem ter de acondicionar alimentos para serem guardados no frigorífico, no caso de o cliente pedir refeições extra para guardar ou se sobrar comida.

O trabalho ainda pode implicar preparar as refeições com antecedência, deixando-as meio preparadas para os clientes ultimarem e servirem na hora aos seus convidados.

Porém, em certos casos, o Personal Chef também pode ter de liderar equipas de Ajudantes de Cozinha para servir refeições em eventos ou em festas.

Aquilo que nunca muda é que o profissional tem de respeitar as preferências dos clientes. O objetivo é agradar-lhes e conquistar os seus convidados.

Personal Chef vs Private Chef

O Personal Chef e o Private Chef acabam por ter funções muito semelhantes, mas há algumas diferenças quanto àquilo que fazem.

Assim, o Private Chef é um Chefe de Cozinha que se dedica a servir apenas um cliente. É um profissional que costuma trabalhar com celebridades, desportistas ou com pessoas com algum dinheiro, pois o serviço é exclusivo e, logo, é mais caro.

Já o Personal Chef tem vários clientes, já que costuma trabalhar por serviços on demand, ou seja, por encomenda e ao domicílio.

Outra diferença fundamental tem a ver com o grau de aproximação que difere nos dois casos. O Private Chef vive, muitas vezes, na mesma casa do cliente para quem trabalha enquanto isso não acontece com o Personal Chef. Portanto, os laços entre as partes são bem distintos.

Além disso, o Private Chef precisa de estar pronto para preparar refeições a qualquer hora que o cliente peça. E também pode ter de viajar com ele.

Quais as suas funções

O trabalho de um Personal Chef não se limita ao momento em que entra na cozinha para preparar a refeição. Assim, pode ter de passar longas horas a preparar os menus e a decidir quais serão os melhores ingredientes, bem como a ouvir o que o cliente deseja.

Quando é contratado para definir o plano de refeições para uma semana inteira, por exemplo, terá que dedicar mais tempo a todo o processo.

Portanto, é uma atividade que pode ser intensa, sobretudo se o Personal Chef tiver vários clientes a que atender.

Um ponto bastante delicado passa por entender mesmo o que o cliente quer. Além disso, é preciso ter em conta os seus gostos e os eventuais problemas de saúde que possam ter. Para tudo isso, o Personal Chef tem de ter uma sensibilidade especial.

Mas para teres uma ideia mais clara do seu trabalho, espreita algumas das responsabilidades deste profissional:

  • Fazer planos de refeições/menus
  • Comprar os ingredientes para as refeições
  • Armazenar alimentos
  • Deixar instruções a clientes sobre como aquecer ou preparar comida
  • Limpar e arrumar a cozinha
  • Divulgar e promover os seus serviços
  • Saber ouvir e manter uma boa relação com os clientes
  • Conhecer conceitos de Nutrição
  • Ter conhecimentos de higiene e segurança no trabalho
  • Estar a par das tendências e técnicas culinárias.

Quanto ganha um Personal Chef

Os rendimentos de um Personal Chef podem variar muito, até porque a maioria dos profissionais trabalha por conta própria. Assim, tudo depende da quantidade e do tipo de serviços que lhes são pedidos.

Além disso, os valores cobrados dependem da experiência e do estatuto do próprio Chef, bem como da cidade ou região onde trabalha.

Contudo, também há Personal Chefs que trabalham para empresas com contratos de trabalho, o que pode garantir valores fixos, embora menos interessantes.

Em contrapartida, o Private Chef pode ganhar um pouco mais, conforme o cliente para que trabalhe. É uma vertente mais rentável, mas também mais exigente.

Além da paciência para lidar com clientes que podem ter dietas muito particulares, o Private Chef também pode ter de lidar com personalidades difíceis e tem de ser muito criativo para estar sempre a surpreender.

Saídas no Mercado de Trabalho

A pandemia veio alimentar o negócio dos Personal Chefs. Sem poderem sair de casa para ir a um restaurante, por causa dos confinamentos, as pessoas começaram por apostar na entrega de comida ao domicílio.

Mas, finalmente, começaram a fartar-se disso e cada vez mais pessoas têm procurado o serviço do Personal Chef.

Contudo, já antes disso, vinham surgindo várias plataformas online, com ofertas variadas e serviços diferenciados, para quem quer contratar um Chefe de Cozinha pessoal.

Por outro lado, o Private Chef também tem vindo a ganhar terreno, nomeadamente no mundo do desporto. Futebolistas como Cristiano Ronaldo e outros atletas têm tanto cuidado com a sua alimentação que se entregam nas mãos de profissionais, para garantirem a alimentação certa para terem o melhor rendimento desportivo.

Portanto, esta é uma área em crescimento que pode oferecer boas oportunidades a quem tem paixão pela cozinha.

Como entrar na carreira de Personal Chef

Quem sonha entrar neste mundo como Personal Chef precisa de ter formação específica e experiência reconhecida. Repara que ninguém vai contratar um jovem sem experiência prévia nenhuma nas artes da Cozinha,

Assim, o primeiro passo para entrar na profissão passa por fazer formação numa Escola de Culinária ou de Gastronomia. Mas também pode ser uma mais-valia ter um curso de Nutrição, o que te dará mais trunfos diante de clientes interessados numa alimentação saudável.

Contudo, após a formação académica, é importante ganhar experiência de cozinha. Deste modo, podes fazer estágios e também participar em workshops para aprenderes a diferentes técnicas culinárias.

O trabalho numa cozinha profissional é outro fator relevante para quem quer ser Personal Chef.

Além disso, ter um certificado de Chef Profissional pode ser outro trunfo importante.

Principais competências de um Private Chef

Para lá das óbvias competências típicas de um Chefe de Cozinha, como dominar as artes culinárias, um Private Chef deve ainda ter outras qualidades para poder triunfar na área. Algumas dessas qualidades são as seguintes:

  • Comunicação
  • Empatia
  • Resolução de problemas
  • Organização e Planeamento
  • Gestão do tempo
  • Sentido estético.

Onde estudar para Personal Chef

Não existe um curso específico para Personal Chef. Portanto, há várias opções na área da Culinária e da Cozinha que podem ser seguidas. Os cursos de Gastronomia e de Nutrição também são boas opções.

Mas se o profissional desejar trabalhar em alguma área específica, como a Pastelaria / Confeitaria, deverá procurar formação adequada nessa área. Mas tudo depende também das tuas preferências e aptidões pessoais.

Para te ajudar nessa busca, deixamos, de seguida, alguns locais onde podes procurar a melhor formação para o teu perfil…

Portugal:

Brasil:

Após teres lido isto tudo sobre o que é e o que faz um Personal Chef ou Private Chef, já sabes se tens o que é preciso para triunfar nesta área? É esta a tua carreira de sonho? Se é o caso, segue em frente! Ficamos a torcer pelo teu sucesso.

Mas se continuas com dúvidas, faz os Testes Vocacionais para encontrares a profissão ideal para o teu perfil!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top