Personal Trainer

Personal Trainer

Resumo da profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial, Ar Livre

Matérias relacionadas:

Biologia Educação Física Materiais e Tecnologias Psicologia

Idiomas:

Inglês, Português

O personal trainer, ou treinador pessoal, é a pessoa que faz treinos personalizados para quem o contrata. Ele é formado em educação física, o que lhe permite fazer programas de treino para cada um dos alunos, respeitando os seus limites e possíveis condições de saúde.

Se gostas de desporto e tens vontade de ajudar outras pessoas a conseguir uma boa condição física, então esta pode ser uma profissão boa para ti. Além de poderes treinar todos os dias, vais estar ali, ao lado das pessoas, a supervisionar o treino delas, a desenvolver um plano que se adeque aos seus objetivos e limitações.

Esta profissão oferece boas oportunidades de trabalho, não só em ginásios (academias), mas também com aulas online e aulas particulares.

Sem dúvida, a procura por personal trainers tem aumentado de dia para dia. As pessoas estão cada vez mais preocupadas com a saúde, mas também com a sua estética. Por isso elas procuram pessoas que possam ajudá-las a ter resultados mais rápidos e duradouros.

O trabalho do corpo tem estado em alta e a tendência é aumentar mais nos próximos anos, com toda a certeza. Sabemos que uma boa imagem tem influência em vários aspetos da nossa vida pessoal, assim como profissional. Sendo assim, todos os trabalhadores da área do desporto encontram boas oportunidades de trabalho e carreira no mundo moderno.

Se ficaste interessado em seguir esta profissão, então continua a ler este artigo. Vamos mostrar-te tudo o que precisas saber sobre esta carreira!

Vem connosco!

O que faz um Personal Trainer?

O personal trainer, também chamado de treinador pessoal, coach desportivo, ou simplesmente “PT”, elabora planos de treino específicos que vão de encontro com os objetivos dos seus clientes. Cada pessoa tem as suas limitações, os seus objetivos, e o treino tem que se adequar.

O ideal é que o trabalho do coach desportivo seja feito em paralelo com um nutricionista. Em alguns casos, é importante que as pessoas sejam acompanhadas por um cardiologista e/ou fisioterapeuta.

Enquanto treinador pessoal, podes especializar-te em algumas áreas, como, por exemplo:

Podes desenvolver as tuas competências numa, ou várias áreas. Obviamente que, se te especializares em várias áreas, as oportunidades são maiores.

Como personal trainer, ou profissional de personal training, tu apenas orientas os treinos. Não podes orientar dietas, nem indicar suplementos alimentares. Esta é a função do nutricionista. Se um aluno quiser ter uma avaliação nutricional, então tens de encaminhá-lo para o nutricionista.

Também não podes tratar de lesões. Mesmo que tenhas conhecimentos, o teu trabalho não é esse e não podes fazer o trabalho de um fisioterapeuta.

Só podes orientar para dietas e suplementos casos tenhas o curso de nutrição. Também só podes tratar lesões se tiveres o curso de fisioterapia.

Quais as suas funções

A função de um personal trainer é elaborar planos de treino específicos para cada pessoa, de acordo com a sua condição física e com os seus objetivos pessoais. Algumas pessoas querem fazer exercício para perder peso, outras para tonificar o corpo, e outras apenas para se manterem saudáveis e ativas.

Lidar com pessoas faz parte da rotina do trabalho. Sendo assim, precisas ser uma pessoa empática e comunicativa. Vão aparecer pessoas com várias inseguranças, muitos anseios, e vais ter de ajudá-las a alcançar os seus objetivos e metas.

Mais do que um treinador, tens de ser um amigo para os teus clientes, e até um pouco de psicólogo, porque muitos ultrapassam muitos traumas e inseguranças com a sua imagem.

É importante conseguires ter uma relação de confiança com os teus clientes e, claro, de respeito mútuo. Assim como o teu aluno tem de respeitar as tuas decisões, também tu tens de respeitar as limitações dele.

A importância de um Personal Trainer

Existem pessoas que olham para os “PTs” como um luxo. No entanto, estes profissionais são extremamente importantes quando o assunto é treinar em segurança e com resultados.

Quando iniciamos uma atividade física, ter uma primeira avaliação é indispensável. Nessa avaliação, o personal trainer vai identificar o estado e condicionamento físico do seu cliente, conhecer problemas de saúde e possíveis limitações que tenha.

A partir daí, ele vai passar um programa de treino que se ajuste a todas as características da pessoa.

E são muitos os benefícios de contratar um serviço de personal training. Ora vê como este profissional é importante!

Evitar lesões

Se, por um lado, podemos dizer que qualquer atividade física faz bem à saúde, a verdade é que, quando praticamos desporto sem uma orientação, podemos correr riscos de lesões graves.

Para teres uma ideia, aproximadamente metade das lesões decorrentes da prática desportiva são originadas por excesso de exercício e as mais comuns são as lesões musculares, nos joelhos, lombar e ombros.

Quando somos acompanhados por um coach desportivo, o risco de lesões é muito reduzido. Não só porque ele nos orienta e corrige durante os exercícios, como também faz com que as séries de exercícios sejam respeitadas, assim como o intervalo de recuperação seja cumprido.

Maior rendimento

Além de reduzir o risco de lesões, o personal trainer também garante que o seu cliente tem melhor resultado e em menos tempo. Ele vai orientar o treino para o objetivo traçado, fazendo com que o seu cliente não perca tempo com exercícios e aparelhos que não vão entregar os resultados que ele espera.

Mais motivação

O técnico especialista em exercício físico, como também pode ser chamado, é também importante para manter a motivação da pessoa sempre alta. É normal que as pessoas desanimem com o tempo, pois os resultados não aparecem da noite para o dia.

No entanto, quando contratamos um serviço de personal training, acabamos por nos comprometer com o profissional e com o treino. E, verdade seja dita, é sempre mais motivador ter alguém do nosso lado enquanto treinamos!

Expectativas vs. Realidade

Um dos aspetos mais importantes a serem trabalhados por um personal trainer é comunicar com o seu cliente.

Todos os alunos começam com uma motivação muito grande e têm já estipulado um ritmo de treino. No entanto, na maior parte das vezes, esse ritmo desejado não se adequa ao condicionamento físico do aluno, podendo resultar em lesões e em desistências.

O coach desportivo tem um papel fundamental nesta etapa, definindo metas realistas, com obtenção de resultados e mantendo a motivação.

Como ser um bom Personal Trainer?

Independentemente da profissão que escolheres seguir, é fundamental que tenhas vontade de ser um excelente profissional. Sem dúvida, ser apaixonados por aquilo que fazemos é um dos fatores mais importantes para nos tornarmos excelentes na nossa profissão.

A paixão por aquilo que fazemos (ou queremos fazer) faz com que nós sejamos capazes de superar todos os obstáculos e nos superemos, de dia para dia.

Por isso, se queres tornar-te um bom personal trainer, primeiro tens de ser apaixonado por desporto e pelos serviços de personal training.

Mas existem outras características que um bom profissional tem de ter. Ora espreita!

  • Dá o exemplo – Um PT é um líder, mas um bom PT lidera sempre dando o exemplo. É fundamental que, antes de passar um plano de treino para um aluno, o profissional já tenha experimentado as técnicas que utiliza e tenha conseguido resultados com elas. Além disso, tem de ser um exemplo de saúde (boa alimentação, respeito pelas horas de sono e exercício).
  • É persistente – Desistir é uma palavra que não se encontra no dicionário de um bom personal trainer.
  • Procura formação contínua – Qualquer professor, treinador, coach ou trainer tem de se manter a par das últimas informações sobre o assunto que leciona. Nesse sentido, para seres um bom coach desportivo, tens de procurar sempre novas formações, workshops, e até partilhar conhecimentos e experiências com outros profissionais do fitness.
  • É empático – Um bom profissional tem de saber “calçar os sapatos do outro”. Entender, de verdade, os seus alunos é imprescindível para alcançar bons resultados.

Saídas no Mercado de Trabalho

A procura por personal trainers é cada vez maior. Por isso, as ofertas de trabalho na área do fitness são várias. Além de poderes dar aulas em ginásios, e fazer o acompanhamento personalizado nesses espaços, também podes optar por seguir uma carreira independente.

A internet veio dar uma grande ajuda neste sentido, porque te permite divulgar o teu trabalho para muito mais pessoas. As redes sociais podem ser ótimas plataformas para chegar até às pessoas que precisam dos teus serviços.

Além de encontrares alunos para dares aulas particulares, também podes dar aulas online. Esta é uma verdadeira tendência entre os personal trainers, até porque conseguem atender muito mais pessoas, e poupam dinheiro com as deslocações.

Como entrar na carreira de Personal Trainer?

Para entrares na carreira de personal trainer em Portugal, basta teres o curso de técnico especialista em exercício físico. Com o curso concluído podes trabalhar como PT em todos os espaços. A licenciatura em Desporto também te permite seguir esta carreira.

No Brasil, além do curso de educação física, precisas de estar registado no Conselho Regional de Educação Física.

Além da formação, é importante teres um seguro de trabalho para dares aulas particulares. Quando és contratado por alguma empresa, o seguro de trabalho é oferecido pela organização. Mas, quando trabalhas como freelancer, não. Tendo em conta que se trata de uma profissão que acarreta alguns riscos, então é bom estares prevenido.

Formação certificada para Personal Trainer em Portugal

Muitos jovens acabam por desistir de seguir o seu sonho de ser personal trainer por não terem médias suficientes para fazer a licenciatura. No entanto, vale destacar que esta não é obrigatória.

Uma das grandes vantagens da profissão de personal trainer é que podes exercer esta profissão sem ter uma licenciatura, recorrendo a formação certificada e reconhecida no mercado, como é o caso da formação Manz, a qual ainda garante 100% de empregabilidade.

É importante que escolhas uma formação que inclua não só uma parte prática, como também teórica. O ideal é que o curso envolva também um estágio curricular e te ofereça a Cédula Profissional de Técnico de Exercício Físico, caso contrário poderás ter uma desilusão quando fores procurar emprego.

Alguns cursos, como o da Manz, também te garantem o título de Instrutor Les Mills, o qual é internacionalmente reconhecido e te permite lecionar as melhores aulas de grupo do mundo. Esta certificação, além de te ajudar a entrar no mercado de trabalho, também te dá competências para trabalhar fora do país.

Onde estudar Educação Física?

Portugal:

Brasil:

Se queres seguir a profissão de personal trainer, então segue a tua formação em educação física e desporto. Tira o teu curso e vai à luta! Vais encontrar boas oportunidades de carreira no mercado de trabalho, com toda a certeza. Sem dúvida, vais ter enorme sucesso!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top