Psicologia

psicologia

A Psicologia é uma ciência que se dedica a entender os indivíduos e analisá-los, de forma a ajudar a ultrapassar problemas comportamentais e emocionais. O Psicólogo é essencial para a saúde mental da sociedade em geral, tendo em conta que, num momento ou outro, todos nós acabamos por ficar mais fragilizados emocional e psicologicamente, tendo, ou não, problemas de comportamento.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Geologia, Línguas, Literatura, Matemática, Psicologia, Sociologia
  • Idiomas: Inglês, Português

Ele atua tanto no tratamento de questões emocionais, assim como de doenças mentais e transtornos de personalidade. Para isso, ele faz o diagnóstico do problema em causa. Além disso, este profissional também atua na prevenção destes problemas.

Sendo assim, podemos dizer que o psicólogo dedica a sua vida a estudar o comportamento humano, tendo como base de estudos as ideias, emoções e valores das pessoas. Com essa análise, é possível identificar determinados padrões de comportamento, quer seja pela interação com os pacientes, ou então pela simples observação.

Se está a pensar seguir a carreira de Psicologia, então saiba aqui como é a rotina de um psicólogo, quais as suas funções, como pode iniciar o seu trajeto nesta profissão, e quais as saídas no mercado de trabalho atual. Confira!

O que faz um Psicólogo?

O Psicólogo é todo o profissional que se formou em Psicologia (curso superior) e se debruça ao estudo do comportamento humano. Este profissional pode atuar no tratamento, mas também na prevenção e no diagnóstico de distúrbios emocionais, distúrbios de personalidade, ou doenças mentais.

O dia a dia de um psicólogo varia bastante de acordo com o campo em que trabalha, assim como o método de trabalho adotado, pois existem vários, e cabe ao profissional perceber qual o que melhor consegue desempenhar, de forma a ajudar os seus pacientes.

O profissional de Psicologia, poderá trabalhar em vários campos, como por exemplo:

  • Clínico
  • Educacional
  • Organizacional
  • Comunitário / Social
  • Desportivo (Esportivo)
  • Hospitalar
  • Jurídico

Tendo em conta que cada uma destas áreas de atuação têm necessidades específicas, o Psicólogo deve adaptar as estratégias de forma a suprir essas mesmas necessidades e, claro, consoante o método de trabalho que desenvolve.

Quando falamos de métodos de trabalho, falamos na especialidade que o profissional tirou durante o curso, podendo ser:

  • Cognitivista
  • Comportamental
  • Psicanalítica
  • Sistémica
  • Entre outros

Tendo em conta que cada uma das especialidades têm uma maneira diferente de entender o comportamento humano, e explicá-lo, o Psicólogo adota métodos de trabalho diferentes. Ou seja, ele lida com os problemas dos indivíduos de forma diferente, conforme a sua especialidade.

Alguns profissionais optam por ouvir o paciente, conduzindo a conversa para que ele fale abertamente sobre os problemas. Outros preferem o diálogo, interagindo mais com o paciente, quase que estabelecendo uma relação de “amizade”.

Quais as suas funções

Antes de mais nada, é importante salientar que Psicólogo e Psiquiatra não é a mesma coisa. O Psicólogo segue a carreira de Psicologia, enquanto o Psiquiatra segue a carreira de Medicina, especializando-se no final do curso em Psiquiatria.

A grande diferença entre os dois profissionais é que o Psiquiatra atua nos aspectos biológicos, sendo que o tratamento é, na maioria das vezes, medicamentoso (com auxílio de medicação). este profissional, ao avaliar os sintomas do paciente, consegue diagnosticar o transtorno ou distúrbio, e prescreve a medicação que atua nos fatores fisiológicos que originam esse mesmo transtorno ou distúrbio.

Já o profissional de Psicologia, atua principalmente nos aspectos comportamentais, além de não poderem recorrer a medicação. Sendo assim, podemos afirmar que a sua intervenção é Psicoeducativa.

Se o psiquiatra estuda o organismo em si, o psicólogo foca na forma como ele e o ambiente interagem, e até que ponto eles se afetam mutuamente, tanto na personalidade, como no desenvolvimento de transtornos e distúrbios.

Com base nisso, o psicólogo tenta ajudar o paciente a ultrapassar os seus problemas, ou a saber como lidar da melhor forma com os seus transtornos e distúrbios, melhorando, significativamente, a sua qualidade de vida.

Muitas vezes, o trabalho do psicólogo e do psiquiatra complementam-se. Ao mesmo tempo que o paciente trata o seu transtorno ou distúrbio com medicamentos prescritos pelo psiquiatra, consegue perceber a causa e os gatilhos para esse transtorno, ou distúrbio, evitando possíveis recaídas.

Saídas no Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho em Psicologia é muito vasto. Os Psicólogos podem trabalhar em hospitais, clínicas, consultórios, escolas, organizações, departamentos públicos, na área desportiva (esportiva), organizações não-governamentais, entre tantos outros.

Sem dúvida, esta é uma área da ciência comportamental tão abrangente que se tornou indispensável em várias áreas de atuação. Além de poderem exercer a profissão para uma empresa ou órgão público, os psicólogos podem, ainda, atuar como profissional liberal (autônomo), dando consultas particulares em consultório ou domicílio.

No entanto, existem muitos profissionais formados na área, o que leva a uma saturação do mercado. Obviamente, os bons profissionais, e melhores profissionais, têm muito mais oportunidades de emprego e, quanto mais estudos tiverem, melhores são essas oportunidades.

Como entrar na carreira de Psicologia

Para entrar na carreira de Psicologia, deverá concluir os estudos universitários correspondentes. Sem o curso superior, é impossível exercer esta profissão.

Além do curso, em Portugal, é necessário estar inscrito na Ordem dos Psicólogos para exercer a profissão. No Brasil, precisa estar inscrito no Conselho Federal de Psicologia.

Em Portugal, para entrar na Ordem dos Psicólogos, precisa concluir o Mestrado em Psicologia, tendo duração de 5 anos (3 anos de licenciatura, mais 2 de mestrado).

No Brasil, a graduação em Psicologia tem uma duração média de 5 anos, e encontra faculdades que oferecem a modalidade presencial e à distância.

Onde estudar Psicologia

Portugal:

Brasil:

Se quer seguir a carreira de Psicologia, não desista! Não há no mundo melhor sensação do que a de ter certeza que ajudamos alguém a ter uma vida melhor, e com mais qualiade. E é isso que os psicólogos fazem! Eles tornam a vida dos outros mais leve, mais bonita, mais feliz! Uma excelente escolha!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima