Rececionista de Armazém

rececionista de armazém

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Educação Física Matemática

Idiomas:

Português

O rececionista de armazém, conhecido no Brasil apenas por recepcionista e em Angola por recepcionista de material, é o profissional que trabalha em armazéns e é responsável pelas descargas de material.

Além da organização, este profissional tem de ser responsável e ativo. Esta não é uma profissão de “escritório” e, por isso, tens de ser uma pessoa dinâmica e proativa.

Para quem gosta de andar “de um lado para o outro” e de ter sempre tudo organizado e documentado, esta é uma carreira aliciante.

Se te identificaste com o que dissemos agora, então estás no sítio certo. Aqui, vamos dar-te a conhecer a profissão de rececionista de armazém. Vais obter várias informações úteis para saberes o que faz este profissional e como podes entrar nesta carreira.

Vens connosco?

O que faz um Rececionista de Armazém?

O rececionista de armazém é responsável pelas descargas de material, assim como a sua armazenagem. Verificar se os produtos entregues estão em perfeitas condições, nas quantidades certas e no prazo combinado, são algumas das funções deste profissional.

De forma geral, ele é o responsável por tudo o que acontece num armazém. Assim, ele tem de ser muito organizado e metódico, para que não existam falhas no recebimento dos produtos e para que a informação passada para os outros setores da empresa esteja correta.

A movimentação dos materiais no armazém pode ser feita de diferentes formas e o rececionista deve dominar todas elas (ou, pelo menos, a sua maioria). Vejamos quais são!

  • Ponte móvel / Ponte rolante – Quando se utiliza uma ponte rolante ou ponte móvel, os materiais são colhidos na vertical.
  • Guindastes em rodas – Os produtos são movimentados em pranchas ou carris.
  • Empilhador – Este é um dos mais comuns em armazéns. Neste caso, o material é colocado em estrados, os quais são depois transportados no empilhador.

Para entendermos melhor o trabalho do rececionista de armazém, vamos entender melhor como é o processo de armazenamento.

Processos de Armazenagem

A armazenagem é feita segundo uma série de princípios e processos, os quais devem ser seguidos para se evitar problemas futuros no recebimento de materiais. Quando falamos de armazenagem, incluímos a receção dos materiais, a descarga dos mesmos, o carregamento, assim como a organização, arrumação e conservação dos materiais e produtos recebidos.

Quando este processo é feito de forma racional, a empresa consegue obter inúmeras vantagens, principalmente a redução de custos.

Esta diminuição de custos dá-se em vários fatores. Um deles é a redução do risco de acidentes e, consequentemente, a satisfação dos funcionários (maior motivação no trabalho e mais produtividade).

Outro fator que faz com que os custos diminuam é o máximo aproveitamento do espaço disponível. Além disso, quando temos tudo organizado de forma racional, conseguimos reduzir os custos com movimentações dos materiais e produtos.

Outra vantagem do processo de armazenagem é que conseguimos fiscalizar o processo com maior facilidade. Desta forma, temos uma maior eficiência e menos erros.

Também conseguimos reduzir perdas, pois apenas se encomendam produtos que somos capazes de armazenar, olhando também com racionalidade para o tipo de materiais comprados.

Vê neste vídeo como é que a Amazon tem o seu armazém e como a sua organização é essencial para que todo o processo funcione com rapidez e eficiência.

O que levar em conta na Armazenagem

Existem diversos fatores que temos de ter em conta no armazenamento de matérias-primas, materiais e produtos (acabados ou semiacabados). Cada um deles tem um papel central no processo de armazenagem e, por isso, é importante olharmos para eles de forma detalhada.

  • Material – Este é o fator central quando falamos de armazenagem e podemos “dividir” o material de acordo com o seu consumo, utilização, assim como por outras características que determinem aquele produto. A caracterização dos materiais é essencial no processo de armazenagem.
  • Tempo de espera – O tempo que os produtos e materiais demoram a chegar ao armazém é outro fator essencial no processo. Devemos antecipar sempre (de forma racional para que não tenhamos produtos em demasia em stock) a encomenda dos materiais, principalmente aqueles que são necessário para que outros processos se iniciem (tem especial relevância em indústrias).
  • Acumulação de materiais – Este fator diz respeito à quantidade de cada um dos produtos no armazém. Saber quando e a quantidade de materiais serão necessários é essencial para fazer uma boa gestão do processo de armazenagem.
  • Tráfego – Este fator diz respeito a todas as operações de movimentação dos materiais. Incluímos aqui, por exemplo, o carregamento, descarregamento, movimentações internas e externas.

Tipos de Armazenamento

Existem diferentes tipos de armazenagem, sendo que dentro de uma empresa é possível identificar todos eles. Para que o processo de armazenagem funcione corretamente, é importante termos os diferentes tipos de armazenamento bem definidos e organizados.

  • Temporária – A armazenagem temporária diz respeito a locais de armazenamento que são criados para um determinado momento, daí o nome de temporária. Neste caso, utilizam-se armações corridas, permitindo a organização do material de forma fácil. Também é possível construir estrados ou pranchas.
  • Permanente – Tal como o nome indica, a armazenagem permanente diz respeito ao processo de armazenamento que é feito sempre no mesmo local. Ou seja, temos um local próprio para se armazenarem os produtos.
  • Exterior ou Interior – Quando falamos de armazenagem exterior, estamos a falar do armazenamento feito ao ar livre (traz algumas vantagens, sendo que a maior delas é que conseguimos menores gastos). Geralmente, a armazenagem exterior é adotada para material pesado e de ferragens. Já a armazenagem interior diz respeito a um local fechado, no qual se armazenam os diferentes materiais.

Como é feita a Armazenagem?

Geralmente, a empresa define os processos de armazenagem de acordo com prioridades. Não existe uma regra que devemos seguir e cada empresa define quais as suas prioridades de acordo com vários fatores.

Assim, podemos ter o armazenamento por:

  • Agrupamento – Agrupamos os materiais, atribuindo-se um número, e armazenam-se numa estante ou divisão própria (devidamente identificada). Embora esta forma de priorizar os materiais facilite na hora de arrumar e encontrar os materiais, faz com que precisemos de mais espaço de armazenamento.
  • Tamanho, peso e característica – Neste caso, agrupamos os materiais em diferentes setores e depois arrumamo-los de acordo com o seu tamanho e peso. Embora esta priorização permita um melhor aproveitamento do espaço de armazém, é preciso ter um controlo muito mais “apertado” de tudo o que acontece no armazém.
  • Frequência – Outra forma de organizar o armazém é priorizando a frequência com que se usam os materiais.
  • Lote de reserva e Lote diário – Neste caso, temos de ter dois armazéns, sendo que um é destinado à armazenagem de lotes pequenos, os quais são usados no quotidiano.
  • Setores de montagem – Em indústrias, esta é uma forma de armazenagem muito comum, pois organizam-se as peças de série em grupos e cada grupo é organizado por prioridades.

Quais as funções do Rececionista de Armazém?

As principais funções do rececionista de armazém são marcar a entrega dos materiais, descarregar os produtos, verificar a quantidade e a qualidade dos produtos recebidos, identificar o SKU (Stock Keeping Unit – código interno dos produtos), dar entrada dos mesmos no inventário e transportá-los para o local de armazenamento.

Em algumas empresas, a organização dos produtos e materiais no armazém não é feita pelos rececionistas de armazém, mas pelos repositores.

Quando os materiais chegam à receção do armazém, este profissional tem de:

  • Identificar qual o veículo de transporte e bloquear as rodas para que a descarga seja feita em segurança
  • Descarregar os produtos e materiais do veículo
  • Contar o material recebido e verificar se essa contagem confere com a guia de remessa
  • Verificar se os produtos têm a qualidade exigida

Depois que o veículo de transporte sai do local, os rececionistas de armazém têm de identificar o SKU, dar a entrada de todos os materiais no inventário, preparar o relatório de entrega e transportar os materiais para o local de armazenamento. Depois (e caso essa função lhe diga respeito) armazena os itens recebidos nos locais corretos.

Saídas no Mercado de Trabalho

O rececionista de armazém pode atuar em diferentes setores do mercado de trabalho, até porque pode trabalhar em qualquer local que faça armazenamento de produtos. Assim, podes trabalhar em indústrias, hipermercados, lojas, entre outros.

Como existem várias empresas que têm armazéns, as oportunidades de trabalho são diversas. No entanto, devemos alertar para a grande quantidade de pessoas que também procuram este emprego. Embora não seja a prioridade para a maior parte dos jovens, como é uma profissão que não exige qualificações, a concorrência é forte.

Como entrar na carreira de Rececionista de Armazém?

Para te tornares rececionista de armazém, o mais importante é que tenhas sentido de responsabilidade, organização e bom condicionamento físico. Algumas empresas dão valor a trabalhadores que tenham habilidades básicas de logística e matemática.

Não existe uma formação específica para estes trabalhadores, sendo que a maior parte das empresas oferece formação inicial e ao longo da carreira a estes profissionais.

Como o trabalho de rececionista pode envolver o trabalho com empilhador, se tiveres um certificado de operador de empilhador (chamado de empilhadeira no Brasil).

Este certificado pode ser bom para entrares no mercado de trabalho, abrindo-te portas até para trabalhadores como operador de empilhador e, no caso de uma promoção para cargos de supervisão, esta certificação vai dar-te pontos extras.

Se gostares desta área, também podes optar por fazer um curso de gestão de stock, contabilidade, ou similar, para tentares uma promoção para a área administrativa.

Onde estudar para Rececionista de Armazém?

Como dissemos, não precisas de uma formação para te tornares rececionista de armazém. No entanto, ter o certificado de operador de empilhador pode trazer-te muitas vantagens. Por isso, deixamos-te aqui alguns cursos que te podem interessar.

Portugal:

Brasil:

Se gostavas de seguir a profissão de rececionista de armazém, então não deixes de procurar uma formação que te ofereça mais-valias e não deixes de te esforçar ao longo da tua vida profissional. Com toda a certeza, vais conquistar tudo aquilo que desejas. Sucesso!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top

A tua opinião conta para nós!

Participa no Inquérito de Satisfação do Guia das Profissões e ajuda-nos a melhorar. Responde agora e ganha o e-book “Como organizar o Seu Tempo?”

mulher apontando