Repórter de Imagem / Repórter Cinematográfico

Repórter de Imagem / Repórter Cinematográfico

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Multimédia Psicologia Sociologia

Idiomas:

Inglês, Português

O Repórter de Imagem ou Repórter Cinematográfico é o profissional de Televisão que capta as imagens das reportagens de Telejornalismo. É também um Jornalista que conta as histórias por via das imagens.

O mundo das notícias televisivas depende de muitos profissionais para garantir que a informação seja ao público. Nessa “máquina” imensa, o Repórter Cinematográfico é uma peça essencial, pois cabe-lhe captar as imagens que ilustram as peças noticiosas.

Em Televisão, a imagem é fundamental. Portanto, é importante que o Repórter de Imagem tenha a sensibilidade ideal para captar os momentos que realmente interessam.

O público vê as notícias através do olhar do Repórter Cinematográfico. Assim, é uma missão que passa por captar os factos mais relevantes, mas também as emoções associadas às notícias.

Mas continua a ler para saberes mais sobre esta profissão.

O que faz um Repórter Cinematográfico

O Repórter de Imagem carrega nas costas, de forma literal, o peso da Câmara, mas, sobretudo, o de registar os factos mais importantes da notícia.

Assim, o seu trabalha passa por acompanhar o Repórter de TV na busca de reportagens e de assuntos que valha a pena noticiar. Portanto, é um trabalho de equipa em que é fundamental haver uma boa sintonia entre ambos.

O Repórter Cinematográfico é também ele um Jornalista que conta histórias com as imagens. Portanto, tem de ter uma sensibilidade especial para fazer os registos mais fundamentais. Repara que não é um trabalho artístico, mas informativo.

Claro que tem de dominar as técnicas de Câmara e saber de captação de imagens. Mas também deve saber fazer edição e pós-produção, pois são passos fundamentais da montagem de uma reportagem.

Diferença entre um Repórter de Imagem e um Operador de Câmara

Há, por vezes, a ideia de que um Repórter de Imagem é o mesmo que um Operador de Câmara. Mas, na verdade, embora com semelhanças, são profissões de âmbito distinto.

Um Operador de Câmara tem menos autonomia para tomar decisões, pois segue as orientações de um Realizador. É um profissional que pode participar em programas de Televisão multicâmaras, ou em filmes e outras obras audiovisuais.

Já o Repórter Cinematográfico pode usar de mais liberdade no seu trabalho, pois não recebe orientações diretas. Apesar disso, pode ter de agir em função de dicas precisas do colega Repórter de TV ou até do Produtor de Informação.

Além disso, o âmbito das duas profissões é distinto, uma vez que o Repórter de Imagem é mais um elemento numa redação. Assim, tem um dever noticioso de informar as pessoas.

Diferença entre Cinegrafista e Repórter Cinematográfico

Também surge, por vezes, alguma confusão entre o Cinegrafista e o Cinematográfico. Mas repara que, da mesma forma que no caso do Operador de Câmara, estamos perante universos distintos.

O Cinegrafista tem uma atuação mais artística, trabalhando tanto para Televisão como para cinema, por exemplo em filmes de Animação. Mas também pode fazer vídeos corporativos e eventos.

Já o Repórter de Imagem está sempre incluído numa redação de TV, ou numa agência ou produtora de notícias. É, portanto, um profissional de Jornalismo.

Quais as suas funções  

O Repórter de Imagem é um Jornalista, mesmo que, em termos oficiais, nem sempre seja equiparado a esse profissional. Portanto, o seu trabalho passa por recolher as imagens e o som necessários à execução de uma reportagem e/ou notícia.

Na sua atividade diária, pode atuar de forma solitária, indo para o terreno sem nenhum apoio, apenas com a sua fiel amiga, a câmara. Mas também pode trabalhar em parceria com um Jornalista.

Assim, no seu dia a dia, vai ter de registar imagens de entrevistas, de manifestações e conferências, mas também de protestos e de situações excecionais. Esse trabalho exige uma grande mestria e capacidade de foco no essencial.

Além de ações e fatos, também tem de concentrar-se nas emoções. Repara que o Telejornalismo vive muito desse fator emocional e da proximidade que cria com o público.

Portanto, o papel do Repórter Cinematográfico é contar uma história por imagens que assumem, à luz do seu olhar crítico, o mesmo peso das palavras numa peça noticiosa.

As suas funções podem passar por escolher as imagens para contar a notícia do Jornalista. Mas, em alguns casos, será este a fazer a seleção de acordo com o seu texto. Depois disso, o Repórter de Imagem pode ter de editar e tratar da montagem final da peça.

Quanto ganha um Repórter de Imagem

Os ganhos na área da Televisão podem variar muito de canal para canal, e até entre profissionais. Mas tudo depende muito também do tipo de programa onde o Repórter de Imagem trabalha, bem como da sua experiência e qualificação.

Em algumas situações, pode compensar ser Repórter Cinematográfico freelancer, sobretudo quando se trabalha em eventos desportivos.

Mas, na maioria dos casos, o ideal é procurar ter um contrato de trabalho, pois dá maior estabilidade financeira.

Saídas no Mercado de Trabalho

Os canais de Televisão, bem como as agências de notícias são as grandes vias de saída para estes profissionais. Mas também há produtoras de conteúdos informativos que podem contratar Repórteres Cinematográficos.

Nos últimos anos, cada vez mais canais têm surgido, seja na área do desporto, seja no âmbito das notícias. Uns e outros podem ser boas opções para estes Jornalistas da Imagem.

A área informativa tem um peso importante na nossa sociedade, mesmo nestes tempos dominados pela Internet.

Aliás, as fake news estão a reforçar a importância do Jornalismo credível. Portanto, continua a ser uma área com oportunidades, mas também com alguma concorrência.

Assim, deves procurar capacitar-te da melhor forma e adquirir experiência, para ganhares trunfos na hora de procurar um emprego.

Como entrar na carreira de Repórter Cinematográfico

Para seguir uma carreira de Repórter de Imagem não é necessário ter formação em Jornalismo. Contudo, esse é um bom começo, até porque alguns recrutadores já pedem essa formação como critério de admissão.

Portanto, deves procurar um curso na área da Comunicação Social ou das Ciências da Comunicação, idealmente com uma vertente de Jornalismo. Depois disso, podes entrar numa empresa de comunicação, ou num canal, como Repórter Cinematográfico.

É possível que entres como estagiário e será uma boa forma de aprender, de ganhar experiência e de arrancar para uma carreira de sucesso.

Mas repara que há profissionais que começam como assistente de Operador de Câmara, ou ainda a ajudar as equipas de Televisão em diretos. Assim, vão ganhando competências a operar a Câmara e a entender o universo televisivo.

Porém, mesmo com essa experiência de terreno, será sempre interessante procurar formação complementar. O domínio de softwares de Edição de imagem e de grafismo, como, por exemplo, o After Effects e o Mottion, são mais-valias interessantes.

Além disso, no Brasil podes fazer o registro profissional na Comissão de Repórteres Cinematográficos, o que te dá mais um trunfo para enfrentares o mercado com mais confiança.

Onde estudar para Repórter de Imagem

Cada vez mais se exige aos Repórteres de Imagem uma formação na área do Jornalismo, mas ainda não é obrigatória. Portanto, deves procurar encontrar o tipo de aprendizagem ideal para o teu perfil, bem como para o que queres fazer.

Se tens uma veia de Jornalista e gostas de fazer uns vídeos, podes alimentar o hobby enquanto fazes uma graduação em Ciências da Comunicação. Mas também podes começar pelo Jornalismo, procurando depois fazer formações em Vídeo e Câmara.

A escolha é tua! Mas para te ajudar, deixamos algumas sugestões já de seguida…

Portugal:

Brasil:

Agora que já sabes o que faz um Repórter de Imagem ou Repórter Cinematográfico, já percebeste se é o teu caminho rumo à felicidade profissional? Se é mesmo o que queres fazer, capacita-te, aplica-te e deita mãos ao futuro! Ficamos a torcer pelo teu sucesso.

Entretanto, se ainda tens dúvidas, faz os nossos Testes Vocacionais. Vais encontrar outras profissões que podem ser mesmo aquilo que procuras!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top