Assistente Social

assistente social

O Assistente Social é o profissional formado em Serviço Social que garante e promove o bem-estar social, psicológico e físico. A profissão pode ser desempenhada em órgãos públicos, empresas privadas, mas também poderá ser exercida em Organizações Não Governamentais.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Ciência Política, Economia, Filosofia, História, Literatura, Psicologia, Sociologia
  • Idiomas: Espanhol, Inglês, Português

A ação do Serviço Social ajuda as pessoas que fazem parte da comunidade de várias formas, ao desenvolver projetos de assistência voltados para os mais frágeis, como as crianças, adolescentes e idosos, mas também adultos que precisem de ajuda na integração social e profissional.

Geralmente, estes profissionais trabalham na área da educação, saúde, assim como na área de proteção a menores (crianças e adolescentes). No entanto, também existe um mercado de trabalho vasto no ramo empresarial.

Vejamos, então, tudo o que precisa saber sobre esta profissão neste artigo!

O que faz um Assistente Social?

O assistente social tem um conhecimento profundo da realidade social do país, por isso tem habilidades únicas para desenvolver o seu trabalho de ajuda com as populações.

O seu dia a dia é muito diversificado, até porque pode trabalhar em diferentes áreas de atuação.

Os assistentes sociais têm sempre como principal objetivo ajudar as pessoas a conseguirem melhorar de vida, saírem de situações de risco, assim como a integrarem-se na sociedade.

Sendo assim, é comum eles atuarem em situações onde se verifica a violação de direitos humanos, como por exemplo:

  • Refúgio
  • Migração
  • Sem-Abrigos (Situação de rua)
  • Trabalho escravo, precário, análogo

Para ajudarem as populações, estes profissionais fazem uma análise da situação, desenvolvem planos, projetos e programas para garantir os seus direitos, e executam esses planos.

Estes planos têm como objetivo garantir:

  • Educação
  • Saúde
  • Cultura
  • Segurança Social (Previdência Social)
  • Assistência Social
  • Habitação

Eles também podem fazer avaliações com base em estudos técnicos e documentos, e podem elaborar relatórios, pareceres técnicos / laudos, sobre questões específicas.

Estes profissionais também podem fazer carreira na educação, como docentes em faculdades e universidades, assim como escolas secundárias (ensino médio).

Quais as suas funções

Sem dúvida, a principal função de um assistente social é ajudar as pessoas que estão em situação de risco, ou que não vejam os seus direitos assegurados e respeitados.

Claro que, dependendo da área em que atua, terá outras funções a desempenhar. Sendo assim, vamos olhar para cada uma delas em detalhe, até para poder ter uma ideia concreta do que é o dia a dia dos assistentes sociais.

Organizações Não Governamentais

Organizações Não Governamentais, ONG’s, são entidades civis sem fins lucrativos, as quais se preocupam com temas sociais e trabalham diretamente com políticas públicas, sejam elas relacionadas à saúde, educação, habitação, segurança pública, entre outros.

Os assistentes sociais têm um lugar privilegiado nestas Organizações, pois são estes profissionais que conhecem profundamente as comunidades e as necessidades pelas quais passam.

São eles que desenvolvem os programas sociais das ONG’s, assim como auxiliam na formulação de políticas públicas.

Além disso, ele desenvolvem todas as ações de promoção de trabalho, saúde, educação, entre outros.

Educação

Ao trabalhar em órgãos públicos ligados à educação, o assistente social é responsável por criar e desenvolver programas de bolsas de estudo, assim como programas de auxílio financeiro. São eles também que fazem a seleção dos estudantes que beneficiarão desses programas.

Proteção de menores (crianças e adolescentes)

O trabalho em órgãos públicos pode estar voltado à proteção de menores (crianças, jovens e adolescentes) que estejam em situação de risco e vulnerabilidade social. O profissional desenvolve projetos que possam garantir os direitos dos menores de idade.

Saúde

Eles podem também trabalhar em órgãos públicos que estejam ligados ao setor da saúde. Neste caso, os assistentes sociais têm como função facilitar o acesso à informação na área da saúde por parte da população.

Empresas

O Assistente Social também pode atuar no setor privado, em empresas que queiram implementar programas de benefícios sociais para os seus funcionários. Sendo assim, o profissional a trabalhar para uma organização pode:

  • Fazer a gestão de programas educativos de saúde
  • Programas de lazer
  • Programas de Segurança no Trabalho
  • Orientar os funcionários em políticas sociais públicas
  • Informar dos direitos laborais (trabalhistas) e sociais

Saídas no Mercado de Trabalho

A maioria dos assistentes sociais trabalham no setor público, até porque o serviço social é um direito de todos os cidadãos. No entanto, é possível trabalhar, como já vimos, no setor privado e em organizações não governamentais.

Então vejamos em detalhe.

Setor público

As vagas no setor público são muito diversas, podendo trabalhar, por exemplo, em:

  • Serviços de proteção judiciária
  • Escolas
  • Hospitais
  • Redes de serviços sociais governamentais
  • Conselhos de direitos
  • Conselhos de gestão
  • Administração nacional / municipal (Portugal)
  • Administração municipal, estadual e federal (Brasil)

Setor privado

Embora o número de vagas seja inferior, também pode exercer funções no setor privado. Sendo assim, pode exercer esta profissão em:

  • Escolas privadas
  • Creches
  • Faculdades / Instituições de Ensino Superior privadas
  • Clínicas e Hospitais privados
  • Sindicatos

Como entrar na carreira de Assistente Pessoal

Para entrar na carreira de Assistente Social é preciso ter o curso de Serviço Social. Durante o curso, os alunos adquirem conhecimentos sólidos sobre a sociedade em que estão inseridos, assim como políticas públicas.

Sendo assim, terá uma componente teórica muito grande nas áreas de teoria política, filosofia, sociologia e economia.

Onde estudar Serviço Social

Portugal:

Brasil:

Sem dúvida, a carreira de Assistente Social é essencial para garantir uma sociedade justa e com igualdade de oportunidades. Se gosta de defender os mais fracos, se a luta pelos direitos humanos faz parte das suas preocupações, então, esta é uma profissão excelente para si! Uma escolha que é motivo de orgulho, sem dúvida!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima