Auxiliar de Educação Infantil

Auxiliar de Educação Infantil

O auxiliar de educação infantil dá apoio às educadoras de infância nos infantários e na pré-escola. Sendo assim, ele trabalha com crianças entre os 3 e os 6 anos. Tem um papel muito importante no desenvolvimento das crianças e, por isso, é essencial que goste muito de crianças e tenha habilidade para lidar com elas em diferentes circunstâncias.

Outros nomes para esta profissão: Auxiliar de Ação Educativa

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Desenho, Educação Física, Literatura, Materiais e Tecnologias, Oficina de Artes, Psicologia
  • Idiomas: Inglês, Português

A educação infantil é, sem dúvida, uma das áreas mais fascinantes no mundo do trabalho. Pensar que estamos a contribuir na formação da próxima geração é algo simplesmente fascinante, não achas?

Essa é precisamente a maior motivação daqueles que decidem seguir esta carreira! E a verdade é que todo os profissionais na área da educação são fundamentais na formação das crianças e jovens! Eles são modelos inspiradores que podem fazer a diferença na vida dos pequenos!

Embora não se dê tanto valor assim aos auxiliares de educação infantil, eles são profissionais ativos na infância, e que ficam na memória dos mais pequenos. E a verdade é que podem, sim, contribuir muito na sua formação, não só educativa, assim como pessoal!

Quem não se lembra daquele auxiliar que estava sempre ao nosso lado no recreio? Quem não se lembra do auxiliar que nos ajudou quando uma criança estava a chatear-nos? Pois é! Isso mostra bem o papel importante que ele tem na nossa vida!

Se esta é uma área que te interessa, então continua connosco! Vamos mostrar-te tudo o que precisas saber para entrar nesta carreira linda que é a educação infantil!

O que faz um Auxiliar de Educação Infantil?

O auxiliar de educação infantil apoia os educadores de infância nas suas atividades com as crianças entre os 3 e os 6 anos. Este é uma etapa muito importante no desenvolvimento das crianças e, por isso, é uma profissão de grande responsabilidade.

É precisamente nesta etapa da vida que as crianças adquirem as capacidades para desenvolver relações saudáveis, estáveis e afetivas com os outros, mas também com elas mesmas. Então, mais do que aprender os números e as letras, esta é uma fase de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal e social.

Há algumas décadas, estes profissionais nem existiam! A educação e formação das crianças mais pequenas era responsabilidade das mães. No entanto, com a entrada massiva das mulheres no mercado de trabalho, houve a necessidade de se criarem espaços onde as crianças pudessem estar durante o horário de trabalho.

Com o tempo, foi-se percebendo que esta fase de desenvolvimento das crianças era muito importante e começaram-se a formar profissionais capazes e competentes, que ajudassem as crianças a desenvolver as suas capacidades.

Hoje em dia, é impensável termos os nossos filhos entregues a pessoas que não têm conhecimentos de pedagogia e desenvolvimento infantil.

Por isso, tanto educadores de infância, como auxiliares de educação infantil, precisam ter conhecimentos que permitam que as crianças se desenvolvam bem.

Posto isto, vamos ver agora quais as funções que os auxiliares de educação de infância têm!

Quais as suas funções

O auxiliar de educação infantil, ou auxiliar de ação educativa, tem como principal função cuidar de crianças dos 3 aos 6 anos (altura em que elas entram para a escola). Ele ajuda os educadores de infância a planearem atividades lúdicas e pedagógicas, e ajudam as crianças a desenvolverem essas atividades.

Eles também cuidam das crianças durante as refeições e durante as horas de sono. Eles precisam vigiar o comportamento das crianças, garantindo a segurança e o bem-estar de todos.

Além disso, eles também são responsáveis por:

  • Acompanhar as crianças em passeios escolares e visitas de estudo
  • Promover a autonomia durante as refeições
  • Ensinar rotinas de higiene pessoal, como, por exemplo, lavar as mãos e escovar os dentes depois das refeições
  • Garantir que as crianças com necessidades educativas especiais se sentem integradas
  • Garantir que as regras sociais são cumpridas
  • Prevenir acidentes
  • Prestar primeiros socorros sempre que seja preciso e encaminhar a criança para uma unidade de saúde, caso se justifique
  • Promover o desenvolvimento motor, sensorial, cognitivo, afetivo e social através de atividades

Como podemos ver, o auxiliar de educação infantil tem um papel ativo na vida dos mais novos. Por isso, é importante que seja um modelo de bons comportamentos, atitudes e hábitos. Como sabemos, as crianças seguem os modelos de comportamentos dos adultos. Por isso, não podemos dar maus exemplos aos mais pequenos.

Os próprios pais cobram isso dos profissionais de educação. Sem dúvida, eles estão cada vez mais presentes na vida das crianças, e sabem da importância de ter profissionais capazes de lidar com os seus filhos e passar-lhes os melhores valores.

Então, é essencial ter isso sempre presente se quiseres seguir esta profissão!

Saídas no mercado de trabalho

Como auxiliar de educação infantil, podes trabalhar em vários sítios, como, por exemplo:

  • Empresas de animação de festas
  • Empresas de babysitting
  • ATL’s (estabelecimentos de atividades de tempos livres)
  • Assistência de saúde e social
  • Creches e infantários
  • Pré-escolas
  • Cooperativas de ensino
  • Colégios
  • Centros comunitários e sociais

Como entrar na carreira de Auxiliar de Educação Infantil

Para seres auxiliar de educação infantil, é preciso teres o curso de formação de Auxiliar de Ação Educativa.

É importante tirares esse curso numa entidade que seja certificada pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT – para Portugal Continental), ou pela Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional (DREQP – para a Região Autónoma dos Açores).

A entrada no mercado de trabalho pode ser difícil. O estágio profissional pode ser, sem dúvida, uma boa oportunidade para conseguires o teu primeiro emprego na área. Se eles gostarem do teu trabalho, é muito provável que te contratem depois do estágio.

Caso não consigas, ou então queiras encontrar outro trabalho, podes inscrever-te no Centro de Emprego e concorrer a concursos públicos.

Além disso, podes enviar currículos para instituições particulares, públicas e IPSS’s.

Onde estudar para Auxiliar de Educação Infantil

Portugal:

Brasil:

Se queres ser auxiliar de educação infantil, então não deixes de lutar pelos teus sonhos! Faz o teu curso, dedica-te muito durante o estágio, e nunca desistas de procurar uma vaga que se encaixe na perfeição, porque vais conseguir! Pode não ser um caminho fácil no início, mas com o tempo vais perceber que as tuas escolhas foram as melhores. Afinal, não existe nada no mundo melhor do que estar rodeado de crianças. Eles são a alegria do mundo, e tu podes ter isso todos os dias ao teu lado!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima