Avicultor

Avicultor

O avicultor trabalha na criação de aves para produção de carne e ovos. Ele conhece as melhores técnicas e procedimentos para a criação de aves para consumo de carne, ou para a produção de ovos.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial, Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Educação Física, Materiais e Tecnologias
  • Idiomas: Português

A avicultura envolve tudo o que está relacionado com a criação de aves, desde o habitat à alimentação, por exemplo. Embora a produção de carne e ovos seja o principal objetivo dos avicultores, é possível ter o setor orientado para a obtenção de penas de aves, usadas ainda em diversos objetos.

Esta é uma profissão física, e nada fácil. Sem dúvida, exige muita energia por parte dos trabalhadores, mas também conhecimentos que permitam executar as suas tarefas com perfeição.

Se ainda estás na dúvida sobre a carreira a seguir, mas se estás à procura de uma profissão ligada à indústria alimentar ou criação animal, esta pode ser uma boa escolha.

Neste artigo vamos contar-te tudo o que precisas saber para ser um avicultor. Curioso para saber mais sobre esta indústria pecuária? Então continua connosco! Vamos mostrar-te o que ele faz no seu dia a dia, quais as funções que desempenha, como está o mercado de trabalho, e o que precisas fazer para entrar nesta carreira!

O que faz um Avicultor?

O avicultor cria aves para a produção de ovos e carne. A maioria da produção diz respeito a frango, mas também cria patos, perus, gansos, avestruzes e codornas. Em Portugal, existem 4 raças autóctones de espécies avícolas: pedrês portuguesa, petra lusitânica, branca e amarela.

A avicultura pode dividir-se em várias áreas, sendo que as principais são a avicultura de corte e a avicultura de postura.

A avicultura de corte destina-se à criação de aves para abater, para depois comercializar a carne. Esta é uma área que tem vindo a desenvolver-se muito nos últimos anos. Enquanto antes as aves demoravam 6 meses até atingirem o peso para o abate, hoje em dia demora apenas 40 dias.

A avicultura de postura destina-se à criação de galinhas poedeiras, para a produção de ovos. Estes ovos podem ser usados para reprodução, ou para consumo, e são duas áreas de produção distintas. O que difere de uma para a outra é a presença de um galo, essencial para produzir ovos para a reprodução.

Quais as suas funções

O avicultor, para criar aves, tem de fazer várias funções. Vejamos!

  • Fazer a monitorização da atividade
  • Perceber as condições do mercado para saber a quantidade de aves que tem de produzir
  • Comprar alimentos para as aves
  • Adquirir materiais e equipamentos
  • Examinar os animais regularmente para ver se eles têm ferimentos e doenças
  • Monitorizar o peso dos animais
  • Examinar os ovos (quantidades produzidas e qualidade dos mesmos)
  • Misturar aditivos aos alimentos dos animais
  • Dar de comer e beber às aves
  • Vacinar os animais por meio de injeções, água ou por pulverização do ar
  • Recolher ovos e embalar para vender no mercado
  • Inseminar artificialmente aves
  • Incubar ovos
  • Limpar as instalações
  • Limpar equipamentos
  • Vender e transportar as aves, ovos e outros
  • Dar formação a novos trabalhadores
  • Contratar novos trabalhadores sempre que haja necessidade

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, assim como no Brasil, os padrões do consumo de carne têm vindo a mudar nas últimas décadas. Se antes, a carne bovina era a mais consumida, atualmente as carnes brancas ganham espaço nas principais refeições.

Notícias que vieram mostrar os malefícios da carne vermelha para a saúde fizeram com que as pessoas optassem por outras carnes, em especial as carnes brancas (frango e peru, principalmente).

Além da imagem de que a carne branca é saudável, o preço é mais baixo, o que fez com que as pessoas mudassem os seus hábitos alimentares.

O Brasil é, sem dúvida, um dos países onde a avicultura é forte, exportando para todo o mundo. Segundo o USDA, o Brasil é um dos principais exportadores de frango (3 040 000 toneladas), assim como os Estados Unidos da América (2 538 000 toneladas), a União Europeia (780 000 toneladas) e a Tailândia (400 000 toneladas). Por isso, é um setor em crescimento, e com tendência a manter-se em alta.

Podes trabalhar em qualquer empresa de criação de aves, mas também podes criar a tua própria empresa. Hoje em dia encontras muitos apoios estatais, destinados a jovens que queiram montar o seu negócio. É uma boa oportunidade para assegurares o teu posto de trabalho, mas é também uma forma de te afirmares como empresário.

Como entrar na carreira de Avicultor

O aumento da procura de carnes brancas para consumo, assim como de ovos, levou a uma necessidade de formação na área. Surgiram novas técnicas, novos equipamentos, novas formas de produção.

Por isso, hoje em dia já encontras vários cursos profissionais na área, tanto para a criação de aves de corte, como na avicultura de postura. Também existem cursos destinados a quem está a entrar agora no setor, mas também existem outros que se destinam àqueles que já trabalham na área e procuram atualizações.

Nestes cursos vais aprender tudo o que precisas sobre as instalações e equipamentos usados nesta indústria, a melhor alimentação para as aves, necessidades de aditivos, assim como as regras de segurança e higiene alimentar.

Existem cursos também que ensinam a começar o negócio, onde vais aprender, por exemplo, noções de empreendedorismo, administração, finanças, marketing, vendas, relações comerciais, entre outras.

Onde estudar Avicultura

Portugal:

Brasil:

A avicultura modernizou-se e, sem dúvida, muito pelo aumento do consumo de aves e ovos, teve de evoluir. Por isso, se queres tornar-te um avicultor, é importante estares sempre atualizado quanto aos equipamentos e técnicas mais recentes. Então, estuda e não deixes de estar sempre a par das novidades. Sucesso!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima