Bandolinista

bandolinista

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Matérias relacionadas:

História da Cultura e das Artes Matemática Oficina de Artes

Idiomas:

Inglês, Português

O bandolinista é um músico profissional que toca bandolim (um instrumento de cordas, em formato de pera, da família dos cordofones e com cordas duplas).

O bandolim é um instrumento musical pouco procurado pelos jovens, pois dá-se preferência a outros mais populares, como a guitarra ou o baixo, por exemplo. No entanto, quem gostar de instrumentos de cordas e quiser seguir uma carreira na música, este instrumento pode ser muito interessante.

Se esse é o teu caso, então estás no sítio certo. Aqui vamos mostrar-te tudo o que precisas saber para seguires a profissão de bandolinista.

Vens connosco?

Bandolim

O bandolim é um dos muitos instrumentos de cordas. Faz parte da família dos cordofones e possui cordas duplas (quatro pares de cordas, ou seja, 8 cordas). Tem o formato de pera e a parte traseira pode ser reta ou abaulada. Este instrumento segue a mesma afinação do violino (Sol, Ré, Lá Mi).

O bandolim (chamado de mandolino em italiano) teve a sua origem noutro instrumento musical, o alaúde (século XVI, Itália).

Para tocar-se o bandolim usamos palhetas (inicialmente feitas com casco de tartaruga ou então penas de aves).

Em Itália, existem dois modelos de bandolim. O Napolitano tem o fundo da caixa acústica abaulado e o Milanês caracteriza-se por ter 5 pares de cordas (ou seja, tem 10 cordas).

Em Portugal, o bandolim tem o formato de pera, mas no Brasil o instrumento tem uma caixa acústica muito parecida à da guitarra portuguesa.

O seu papel na música foi ganhando preponderância ao longo dos tempos. Beethoven e Vivaldi, por exemplo, foram compositores que deram destaque ao bandolim, tendo-lhe mesmo dedicado peças.

Embora o bandolim tivesse caído no “esquecimento” em Portugal, nos últimos anos tem vindo a ganhar terreno e vemo-lo com alguma regularidade nas tunas do ensino superior (sendo mesmo um instrumento de destaque).

Já no Brasil, o bandolim fez parte do conjunto básico de instrumentos no choro, assim como a flauta, o cavaquinho e o violão.

O que faz um Bandolinista?

O bandolinista é um músico que faz apresentações ao vivo tocando bandolim. No caso do Brasil, em particular, este músico dedica-se, principalmente, ao reportório do choro. Além disso, ele tem de conhecer bem o vocabulário usado nos diferentes subgéneros do samba.

Em Portugal, o bandolim está muito presente na música tradicional, tendo já estado presente nos salões privados oitocentistas. Como dissemos, este instrumento teve grande destaque nas tunas, mas também tem preponderância nas filarmónicas.

O bandolinista tem de dominar todas as técnicas do bandolim, sendo que é o “trinado” que mostra o grande talento deste músico.

Como qualquer outro instrumento, o bandolim requer muitas horas de estudo e prática para que consigamos realmente tocar bem.

Por isso, a rotina deste profissional inclui sempre treino e prática. Este é um trabalho individual, mas também coletivo (em ensaios com todos os músicos envolvidos num projeto musical).

Quais as suas funções

O bandolinista tem como função tocar bandolim em espetáculos ao vivo, tanto em recintos fechados, como em espaços ao ar livre.

Em projetos musicais que envolvam a presença de um maestro (regente), este músico tem de seguir as suas orientações, pois é o maestro que fica responsável pela interpretação da obra musical e os músicos apenas colocam em prática aquilo que o maestro definiu.

Como dissemos, os músicos precisam dedicar muito tempo ao estudo da música e à prática do instrumento. Sendo assim, uma das funções dos bandolinistas é treinar bastante e ensaiar o reportório definido para as atuações ao vivo.

O bandolim, sendo um instrumento musical ensinado em conservatórios de música, por exemplo, abre portas também para que os músicos exerçam atividades fora dos palcos como professores de música ou professores de bandolim.

Saídas no Mercado de Trabalho

Como bandolinista, podes trabalhar em diferentes projetos musicais, desde bandas filarmónicas, de música tradicional, até orquestras sinfónicas.

Como o bandolim tem sido um instrumento muito valorizado nos últimos anos, e não havendo assim tantos jovens que se dediquem à aprendizagem do mesmo, não será difícil encontrares uma oportunidade.

Tal como falamos anteriormente, também podes encontrar trabalho como professor de música em conservatórios, escolas e faculdades. Também podes dar aulas de bandolim em casa, ou a partir da internet, tanto a alunos de forma individual, como em turmas.

Como entrar na carreira de Bandolinista?

Para te tornares bandolinista não precisas ter nenhuma formação. O único requisito é saberes tocar bandolim. No entanto, se quiseres dar aulas, ou se quiseres fazer parte de uma orquestra, por exemplo, tens de ter o curso superior em música.

Como é óbvio, tudo vai depender das tuas aspirações. Se quiseres fazer parte de um projeto de música tradicional, por exemplo, um diploma não vai fazer grande diferença. Como dissemos, o mais importante é saberes tocar bandolim.

Teres conhecimentos musicais ajuda bastante em qualquer projeto, mas para isso basta frequentares o conservatório de música ou teres aulas com um professor de bandolim.

Onde estudar para Bandolinista?

Como dissemos, um curso superior em música é importante se quiseres seguir uma carreira como professor de música ou se quiseres fazer parte de um grande projeto musical. Também é excelente para quem quer aprimorar os seus conhecimentos em música e, como costumamos dizer, o saber não ocupa lugar (e, sem dúvida, é algo que fica sempre connosco e é sempre uma mais-valia).

Aqui reunimos alguns cursos que te podem interessar. Ora vê!

Portugal:

Brasil:

Se queres ser bandolinista, então não desistas dos teus sonhos e procura um bom professor ou uma boa instituição que te possa passar os conhecimentos que precisas para te tornares um virtuoso no bandolim. Nós desejamos-te muito sucesso ao longo de toda a tua vida profissional.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top