Bibliotecário

Bibliotecário

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Filosofia História História da Cultura e das Artes Línguas Literatura Materiais e Tecnologias Multimédia

Idiomas:

Inglês, Português

O Bibliotecário é o profissional formado em biblioteconomia e é responsável por selecionar as obras a serem incluídas na biblioteca, negociar com os fornecedores, determinar quais obras estão obsoletas para retirá-las das coleções, entre outras funções que veremos mais abaixo.

Os bibliotecários tratam toda a informação para que ela se torne acessível para os leitores, sejam elas em suporte de papel ou digital. A sua formação superior permite que ele consiga identificar a demanda de informações em diversos contextos, tendo em conta a grande pluralidade do público.

Geralmente associamos estes profissionais a bibliotecas, mas podem ser encontrados em empresas privadas, centros de documentação, escritórios jurídicos, ou outros setores que necessitem de um profissional para fazer a gestão de redes e sistemas de informação.

O que faz um Bibliotecário?

De uma forma geral, o bibliotecário é o profissional que trata de todo o acervo de uma biblioteca, seja ele em papel ou digital. No entanto, ele desempenha várias funções específicas que vale a pena destacar aqui. Vejamos!

  • Selecionar obras a serem adicionadas ao acervo (incluindo digitais)
  • Catalogar as obras
  • Descrever os itens das coleções
  • Negociar com fornecedores das coleções a serem adicionadas
  • Selecionar materiais para doar
  • Selecionar obras obsoletas para serem removidas do acervo
  • Fazer uma análise da forma como os leitores usam as coleções e outros serviços
  • Fazer a manutenção dos sistemas de computador
  • Auxiliar os leitores e responder às suas dúvidas
  • Aconselhar obras aos leitores
  • Treinar profissionais que trabalham na biblioteca
  • Supervisionar os profissionais a seu cargo

Além disso, o bibliotecário é a pessoa que defende a existência da biblioteca. Sem dúvida, as bibliotecas são centros de sabedoria, mas está, cada vez mais, em desuso.

Infelizmente, a internet veio roubar muitos dos leitores da biblioteca. No entanto, a verdade é que muita informação só encontramos ali, ao folhear um livro. Por isso, quando pensamos que esta é uma profissão que tem os seus dias contados, estamos completamente enganados!

Sem dúvida, a maioria da informação específica só se encontra em materiais impressos, ou então em bancos de dados proprietários que são bastante caros. As pessoas podem ter acesso a esses materiais nas bibliotecas, e quem será capaz de orientar e responder a todas as questões é, com toda a certeza, o bibliotecário.

Quais as suas funções

Existem diversos tipos de bibliotecários, os quais desempenham funções distintas.

Os bibliotecários infantis e de referência trabalham com o público, auxiliando e acompanhando durante todo o tempo que os leitores se encontram no local. O mesmo acontece com os bibliotecários que estejam a trabalhar em bibliotecas ambulantes (volantes, circundantes).

Já os bibliotecários administradores e catalogadores não interagem com o público, pois fazem mais trabalho de escritório.

Estes profissionais podem, ainda, desempenhar funções como, por exemplo:

  • Biblioteconomista
  • Bibliógrafo
  • Consultor de Informação
  • Cientista de informação
  • Gerente / Gestor de Informação
  • Especialista de Informação

Saídas no Mercado de Trabalho

Apesar de não haver uma grande oferta de vagas de emprego, a verdade é que também não existem assim tantos profissionais formados em Biblioteconomia. Sendo assim, podemos dizer que existem vagas suficientes para abranger a quase totalidade dos jovens recém-formados na área.

O mercado de trabalho de um bibliotecário está dividido em dois grupos distintos:

  • Mercado Informacional tradicional
  • Mercado Informacional não ocupado

Vejamos, então, cada um deles em detalhe.

Mercado Informacional Tradicional

Este é o mercado de trabalho mais conhecido, mas também é o mais requisitado. Falamos das famosas bibliotecas. Sem dúvida, as bibliotecas formam um mercado bem consolidado, o qual concentra a maioria dos profissionais formados em biblioteconomia. Aqui reunimos as bibliotecas públicas, nacionais, assim como municipais.

Mercado Informacional não ocupado ou existentes

As bibliotecas escolares também concentram uma grande quantidade de bibliotecários, os quais orientam as crianças e jovens na leitura de obras interessantes, de forma a despertar o gosto pela leitura, assim como garantir o acesso à informação.

As livrarias e editoras também podem requerer os serviços de um bibliotecário, apesar de poucos profissionais se encontrarem ativos nestas áreas.

Ao trabalhar em editoras, o profissional é responsável pela normalização das publicações, sejam elas científicas ou literárias.

Trabalhando em livrarias, o profissional fica responsável por desenvolver coleções para o público, comprar e selecionar as coleções, e depois organizá-las para ficarem disponíveis para o público.

Os bibliotecários podem, igualmente, ser contratados por empresas privadas, tenham, ou não, bibliotecas ou centros de documentação. As empresas poderão contratar estes funcionários para o setor informático, o qual fará a gestão, processamento e recuperação de informações.

Podem ainda ser contratados para procurar informações que sejam relevantes para a empresa.

Neste grupo incluímos, da mesma forma, os provedores de Internet, os quais têm contratado muitos profissionais da informação, tornando um mercado de trabalho promissor. Neste caso, os profissionais serão responsáveis por organizar, as informações dos sites, processá-las e disseminá-las.

Os bancos de dados também se mostram uma excelente oportunidade para estes profissionais, os quais são muito procurados, embora a maioria dos bibliotecários nem tenha conhecimento, à partida, deste mercado de trabalho.

Como entrar na carreira de Bibliotecário

Portugal:

Para iniciar a carreira como Bibliotecário, deverá tirar o curso de Biblioteconomia e Documentação. Durante o curso, terá disciplinas mais básicas, como a história e o português, assim como disciplinas mais específicas, como indexação, formação de leitores ou história do registo da informação.

Brasil:

De acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO, o bibliotecário é considerado um profissional da informação. Além de necessitar de um Bacharelado em Biblioteconomia, o profissional tem de estar inscrito no Conselho Regional de Biblioteconomia. Caso não esteja inscrito, poderá responder pelo crime de exercício ilegal da profissão.

Onde estudar Biblioteconomia

Portugal:

Brasil:

O curso de biblioteconomia é ideal para aqueles que têm verdadeira paixão pelos livros e querem que o hábito de leitura permaneça vivo na sociedade. Se esse é o seu caso, tornar-ser bibliotecário não é apenas uma profissão, mas um objetivo de vida!

Partilhar Post

6 comentários em “Bibliotecário”

  1. Avatar
    Amélia Ferreira

    Olá,
    Gostaria de saber se um profissional bibliotecário brasileiro, formado pela Universidade Federal Fluminense, pode atuar como profissional em Portugal. Se não, o que é necessário?

    1. Guia das Profissões
      Guia das Profissões

      Olá Amélia.

      Para poder fazer valer em Portugal a formação conseguida no Brasil tens de ver reconhecido o teu grau e diploma pela Direção Geral do Ensino Superior portuguesa. Podes encontrar aqui mais informação sobre o assunto.

      Esperamos ter ajudado e desejamos-te muito sucesso!

  2. Avatar

    Boa noite,

    Para quem vive e mora em Lisboa, por onde se pode começar?
    Que cursos de Biblioteconomia e Documentação existem em Lisboa e onde podemos tirar esses cursos?
    Continua a haver saída para o mercado de trabalho tirar um curso nesta área? Existem vagas?
    Qual é mais ou menos o salário de um bibliotecário em Lisboa?

    Muito obrigado.

    Atentamente.

    Ricardo,

    1. Guia das Profissões
      Guia das Profissões

      Olá Ricardo.

      Como o texto sobre a profissão de Bibliotecário aponta, a UAL – Universidade Autónoma tem a Pós-graduação em Ciências Documentais e a Universidade Aberta tem o Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares. As duas instituições tem instalações em Lisboa.

      Em termos de salários, dependem sempre das instituições envolvidas e, portanto, não podemos indicar valores.

      Quanto às saídas profissionais, não se pode dizer que esta área seja das mais requisitadas do mercado. Mas continua a haver vagas, até porque as saídas incluem não apenas bibliotecas públicas e escolares, mas livrarias e editoras.

      Esperamos ter ajudado e desejamos-te muito sucesso!

      1. Avatar

        Boa noite,

        Muito obrigado pela resposta.
        No meu caso não tenho qualquer curso universitário ou profissional nesta área.
        No meu caso eu poderia fazer ou ingressar neste momento por qualquer um dos cursos mencionados(Pós-Graduação ou Mestrado)?
        Ou teria de começar de outra forma, com outro curso(uma licenciatura por exemplo), se sim, qual, e onde poderia fazer primeiro essa licenciatura?

        Muito obrigado mais uma vez.

        Atentamente.

        Ricardo,

        1. Guia das Profissões
          Guia das Profissões

          Olá Ricardo.

          A frequência de um mestrado ou de uma Pós-Graduação exige sempre uma licenciatura completada com sucesso. Portanto, o ideal será começar por aí.

          Em termos das licenciaturas que existem em Portugal, nesta área, não temos essa informação ao nosso dispor. Mas deves procurar cursos de Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação, de Ciências da Informação, ou ainda de> Biblioteconomia.

          De qualquer modo, um outro curso na área de humanidades ou de letras pode também dar-te acesso a um mestrado no âmbito da Biblioteconomia.

          Esperamos que consigas cumprir esse teu sonho!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *