Cabeleireiro

Cabeleireiro

O cabeleireiro(a) é o profissional responsável por valorizar a imagem das pessoas, mulheres e homens, fazendo cortes de cabelo que favoreçam o rosto. Queres saber mais sobre esta profissão? Então vem connosco!

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Línguas, Literatura, Materiais e Tecnologias, Oficina de Artes
  • Idiomas: Inglês, Português

Sem dúvida, um bom corte de cabelo faz toda a diferença num rosto. É como se fosse a moldura de um quadro, que realça todas as características. Por isso, é muito importante ter conhecimentos desta arte para poder oferecer bons resultados.

Às vezes, os clientes têm uma ideia de corte ou cor de cabelo, mas o resultado final não ia favorecê-lo. Enquanto cabeleireiro, ou cabeleireira, é tua função aconselhares os teus clientes para que o teu trabalho seja realmente diferencial.

A escolha da cor, da forma do cabelo, do tamanho, é essencial para que a “moldura” fique perfeita! E não há nenhum outro profissional no mundo que tenha mais capacidades para acertar na “moldura”!

Apesar de não ser uma profissão muito valorizada socialmente, a verdade é que estes profissionais têm um papel imprescindível na auto-estima e bem-estar das pessoas.

Não podemos negar que a nossa imagem é importante para estarmos bem connosco mesmos. Então, se o cabelo é uma peça-chave do nosso rosto, não podemos dizer que o cabeleireiro não tem um papel social fundamental.

Então, se tens vontade de seguir esta profissão, ou se ainda tens algumas dúvidas sobre o que fazer profissionalmente, continua a ler este artigo! Vamos dizer-te tudo o que faz um profissional dos cabelos, quais as funções que desempenha no dia a dia, as saídas no mercado de trabalho, e qual o curso que deves fazer para seguir esta carreira!

O que faz um Cabeleireiro?

O cabeleireiro(a) é um profissional de cabelos e, como já sabes, é o responsável por cuidar dos cabelos dos outros. Este cuidado inclui: corte, pintura, penteados, ondulações, desfrisagens, aplicação de perucas, entre outros.

Os cabeleireiros precisam ter conhecimentos que permitam fazer uma avaliação do rosto do cliente. Além disso, precisam avaliar o próprio cabelo, e aconselhar o cliente para o corte que mais o vai favorecer.

Também aconselham a melhor cor para o seu tom de pele, entre outros aspetos que fazem toda a diferença no visual.

Se queres ser um daqueles profissionais de cabelos de destaque no país, então tens de ser capaz de fazer mudanças de visual radicais nos clientes. Assim eles saiem do teu salão confiantes, a sentirem-se bonitos, mais jovens, e com aquela sensação de que o mundo todo vai olhar para eles!

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, os cabeleireiros podem especializar-se em três grandes categorias:

  • Cabeleireiro de homens, mulheres, e unissexo (homens e mulheres).

Independentemente da categoria que escolheres, no teu dia a dia vais colocar em prática várias técnicas, como, por exemplo:

  • Lavar e secar
  • Cortar
  • Massagear o couro cabeludo
  • Pintar
  • Descolorir
  • Fazer ondulações
  • Fazer penteados
  • Aplicar perucas
  • Fazer desfrizagens
  • Aplicar extensões

Estas são apenas algumas das técnicas que o cabeleireiro faz no seu quotidiano, mas, para sermos sinceros, não existe monotonia no trabalho. Cada cabelo é um cabelo, cada rosto é um rosto, e isso implica o uso de técnicas distintas, produtos diferentes, e tratamentos distintos.

Além disso, é muito importante que continues a informar-te e formar-te, porque aparecem sempre técnicas novas, produtos novos. Isso vai permitir, também, cresceres na tua carreira.

Quais as funções

O cabeleireiro(a) é um profissional da área da estética e a principal função é tratar do cabelo de uma forma geral. Então, os cabeleireiros cortam, pintam, lavam, secam, penteiam, fazem penteados, tratamentos, entre outros serviços.

Ter coordenação para usar instrumentos é imprescindível, como a tesoura ou a escova. Saber algumas questões básicas de química é diferencial, especialmente porque muitos procedimentos usam produtos que causam reações químicas no cabelo, pele e couro cabeludo.

Saídas no Mercado de Trabalho

Se queres seguir esta profissão, é importante que te destaques como um excelente profissional. Com toda a certeza, já deves ter ido a vários cabeleireiros e já encontraste bons e maus profissionais.

Como existem muitos cabeleireiros no mercado, é imprescindível que tu consigas destacar-te, e isso consegues com a qualidade do teu trabalho.

Existem também vários concursos nacionais e internacionais de penteados, cortes, pinturas de cabelo, que são uma excelente oportunidade para quem quer destacar-se no mercado de trabalho.

Especializar-se em tipos de cabelos ou técnicas também é uma forma de crescer profissionalmente. É uma das formas de se destacar como profissional, abrindo outras portas no mercado de trabalho. Por exemplo, podes especializar-te em cabelos loiros, em cabelos afros, em química (pintura e descoloração), entre outros.

O facto de te especializares numa área não quer dizer que não trates de todos os tipos de cabelo. No entanto, o que realmente te define, a área em que te destacas e fazes a diferença no mercado, é a tua especialidade.

Podes trabalhar em salões de beleza e cabeleireiros. A vantagem de ser cabeleireiro é que podes abrir o teu próprio negócio. Podes trabalhar com outros profissionais da estética, como esteticistas, maquilhadores, manicures, entre outros.

Como entrar na carreira de Cabeleireiro

Para seres cabeleireiro, é importante teres uma formação na área. É fundamental frequentares uma escola e formação certificada e que tenha um conteúdo programático atual.

O ideal é que a escola tenha uma ligação com o mercado de trabalho. Desta forma, as probabilidades de conseguires emprego no final da formação são maiores.

Geralmente, as escolas têm um estágio obrigatório. Algumas fazem o estágio nas próprias instalações da escola (as pessoas vão à escola para tratar do cabelo com os alunos por preços muito mais baixos).

Mas existem outras que têm parcerias com salões de beleza e cabeleireiros que aceitam dar esse estágio. Esta é, sem dúvida, uma oportunidade muito boa para encontrar o primeiro emprego.

Para seguires este curso, tens de ter o 9º ano completo e, no mínimo, 18 anos.

No Brasil, pode fazer o curso de cabeleireiro em qualquer idade, mas deve ter o ensino fundamental completo. Alguns cursos exigem um mínimo de 18 anos.

Onde estudar para Cabeleireiro

Portugal:

Brasil:

Se queres ser cabeleireiro(a), não deixes de te focar em formação contínua. Faz a tua formação de base, mas depois investe em cursos de especialização. Vai valer a pena!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima