Decoração (Decorador)

decoração (decorador)

Trabalhar com Decoração (Decorador) pode ser bastante interessante, especialmente se gosta de uma carreira criativa e cheia de inovação. Os decoradores melhoram os ambientes em termos de estética, tornando-os mais bonitos e harmoniosos. Podem trabalhar em residências, espaços comerciais, ou até em eventos específicos.

Outros nomes para esta profissão: Decorador de interiores

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Desenho, História da Cultura e das Artes, Materiais e Tecnologias, Multimédia, Oficina de Artes
  • Idiomas: Português

É o decorador que ajuda os seus clientes na escolha dos melhores mobiliários e acessórios para decorar os ambientes, assim como escolhe a forma como o espaço será composto, como a localização de um móvel ou de um vaso de plantas.

Em Portugal, assim como no Brasil, a Decoração tem vindo a ganhar espaço no mercado de trabalho, pois existe uma maior procura deste tipo de profissionais, tanto para fazer a decoração de espaços residenciais, como comerciais. Além disso, são contratados, cada vez mais, para fazer a decoração de festas, como casamentos, infantis, entre outras.

Apesar do aumento da procura, existe ainda muita oferta, o que significa que enfrentará uma grande concorrência.

Por isso, é fundamental que os decoradores estejam sempre a par das tendências de mercado, assim como ter boas noções de espaço e design.

Se quer saber o que faz um profissional de Decoração (Decorador), então continue a ler este artigo e descubra o que ele faz no seu dia a dia, quais as suas funções, quais as possíveis saídas no mercado de trabalho, e como pode iniciar esta carreira!

O que faz um especialista em Decoração (Decorador)?

Um especialista em Decoração (Decorador) é responsável por dispor todos os elementos de decoração de forma harmoniosa, atuando em parceria com os seus clientes na escolha dos objetos a colocar no espaço, assim como os móveis.

Os decoradores projetam os espaços interiores, procurando soluções para tornar o ambiente harmonioso, mas sem ser necessária qualquer alteração física no local.

Na prática, o decorador procura móveis, objetos de decoração, e acessórios para o local, trabalhando com as cores e iluminação do espaço. Este trabalho implica, sempre, um convívio com o cliente, pois o resultado final tem de refletir a personalidade do cliente.

Então, o decorador precisa conhecer o seu cliente, de forma a produzir um espaço confortável e que esteja de acordo com a personalidade, assim como com a necessidade do cliente.

Quais as suas funções

A função principal do decorador é deixar o ambiente harmonioso e esteticamente bonito, mas que reflita a personalidade do seu cliente. Por isso, o profissional tem de ter muita criatividade, um senso grande de estética, mas também exige conhecimentos específicos de decoração.

Sendo assim, é necessário que o especialista em decoração (decorador) consega respeitar as vontades dos seus clientes, ao mesmo tempo que respeita os valores estéticos do design e decoração.

É também importante estar sempre a par das tendências do mercado em decoração, pois a percepção de beleza vai alterando, assim como o estilo de decoração. Por isso, é essencial que o decorador esteja sempre a estudar as tendências, tanto em livros, como em feiras de decoração, ou até pela televisão e cinema.

Mas o decorador também pode fugir um pouco a essas tendências, mostrando o seu lado criativo. No entanto, o foco deve ser, sempre, e sob qualquer circunstância, a satisfação do cliente final.

Para concluir um trabalho com sucesso, o decorador:

  • Faz um plano do espaço a trabalhar
  • Apresenta esse plano ao cliente para aprovação
  • Seleciona Acabamentos
  • Escolhe móveis, objetos artísticos e acessórios de decoração
  • Dispor os itens de forma harmoniosa

Saídas no Mercado de Trabalho

Um especialista em Decoração (Decorador), poderá trabalhar numa empresa de decoração, contratado para o efeito, ou poderá trabalhar por conta própria.

Dentro da profissão, poderá exercer atividade em áreas residenciais e comerciais, mas, as melhores oportunidades são mesmo na decoração de eventos e festas.

Uma das mais lucrativas é a decoração de festas de casamento. Além de receberem um bom dinheiro por isso, é um trabalho com procura crescente.

Geralmente, estes profissionais recebem por trabalho feito. Em Portugal, a maioria são trabalhadores independentes, ou trabalham para empresas a recibos verdes.

No Brasil, a profissão de decorador não é regulamentada, por isso não têm um salário mínimo profissional. Recentemente tentou-se regulamentar a carreira para restringir o exercício da profissão àqueles que tivessem diploma de nível superior em Decoração, Aquitetura, ou Desenho Industrial. No entanto, não essa tentativa não se concretizou.

Como entrar na carreira de Decoração (Decorador)

Apesar de não ser uma profissão que exija um curso superior, até porque os profissionais são mais contratados pelo portfólio do que pelo currículo, é sempre bom tirar um curso específica na área para adquirir conhecimentos valiosos para o exercício das suas funções.

Em Portugal, existem vários cursos dedicados à decoração em geral, mas tem também cursos específicos para decoração de interiores, decoração de vitrines de loja, decoração de eventos, entre outros, tanto ao nível técnico, como superior.

No Brasil, a maioria dos cursos de formação de decoradores são dados nos centros de treinamento e instituições de ensino especializadas. Se quiser uma formação superior, pode recorrer ao curso de Arquitetura e Urbanismo.

Tem apenas um curso superior de Decoração disponível no Brasil, no Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio, em São Paulo, com duração de 4 anos.

Onde estudar Decoração (Decorador)

Portugal:

Brasil:

Se quer seguir a carreira de decoração (decorador), está na hora de investir em conhecimento específico na área e começar a formar o seu portfólio. Com toda a certeza, conseguirá um futuro brilhante!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima