Cavaleiro / Amazona (Hipismo)

Cavaleiro Amazona Hipismo

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Ordenado Médio Mensal:

1000€ - 1500€

Empregabilidade:

Baixa

Disciplinas do secundario:

Biologia Educação Física

Idiomas:

Português

O Cavaleiro é um montador de cavalos, ou seja, uma pessoa que anda a cavalo. Mas uma mulher que se dedique à prática de Hipismo é conhecida por Amazona. Vem descobrir mais sobre esta profissão apaixonante que é, acima de tudo, uma vocação…

Ninguém fica indiferente aos cavalos. Estes animais tão soberbos têm sido associados, ao longo da História, a lendas e fantasias que os tornam mágicos.

E há algumas pessoas que sonham em transformar essa paixão numa profissão. Fazes parte desse grupo? Segue connosco para saberes mais sobre este mundo tão interessante quando competitivo.

O Cavaleiro é o profissional que se dedica ao Hipismo. Portanto, está, habitualmente, associado a competições desportivas. Mas também pode ter uma componente de fantasia, por exemplo para quem quiser aliar o gosto pelos cavalos com a paixão pelo Teatro em eventos de recriação medieval.

Como vês, é uma área desafiante. Mas também exige uma boa preparação física e muito empenho, bem como interesse em aprender e em melhorar todos os dias.

Continua a ler para saberes mais sobre essa profissão…

Quanto ganha um Cavaleiro ou Amazona

Os rendimentos de um Cavaleiro ou Amazona dependem muito de vários fatores. Assim, tal como em muitos outros desportos, os patrocínios podem fazer toda a diferença.

Na verdade, os profissionais mais consagrados nesta área podem ter ganhos bem generosos. Mas estamos falando dos Cavaleiros com medalhas, dos campeões.

Portanto, os demais devem esperar valores menos interessantes, o que também pode ser um estímulo mais para melhorarem o seu potencial.

De qualquer modo, a paixão pelos cavalos vale pelo seu todo e não simplesmente pelos salários.

O que faz um Cavaleiro ou Amazona

O Cavaleiro, como o próprio nome indica, trabalha com cavalos. Mas há várias pessoas que o fazem, por exemplo o Treinador de Equitação ou o Hipoterapeuta.

Assim, o que diferencia o Cavaleiro desses profissionais é o facto de se focar em competições desportivas.

Portanto, a Amazona ou o seu equivalente masculino é praticante de Hipismo. Trata-se de uma modalidade olímpica que tem forte tradição no Brasil e em Portugal, entre outros países.

O desporto também é um dos grandes destaques dos Jogos Paralímpicos.

Diferença entre Hipismo e Equitação

O Hipismo e a Equitação são, por vezes, confundidos. Mas é preciso entender que não são bem a mesma coisa.

Fica connosco para entender as diferenças entre Hipismo e Equitação…

O que é Equitação?

A Equitação é uma arte equestre acima de tudo. Portanto, é a base de aprendizagem para qualquer pessoa que deseje tornar-se Cavaleiro ou Amazona.

Assim, o aprendizado em Equitação passa pelas técnicas de montaria em cavalos no seu ponto mais inicial. Além disso, também se ensina a como lidar com estes animais imponentes.

O que é Hipismo?

Já o Hipismo é um desporto. Portanto, é a aplicação das técnicas de Equitação, mas numa fase mais avançada.

Neste campo, estamos no âmbito da competição e do desafio. Os profissionais de Hipismo procuram, todos os dias, tornar-se melhores na prática.

Assim, há um elevado grau de exigência que requer muito treinamento e atenção ao mínimo detalhe.

Sabia que o Hipismo é a única modalidade olímpica onde homens e mulheres competem juntos? É verdade, nos Jogos Olímpicos, não há distinção de géneros, nem de idades nas provas hípicas.

Afinal, o papel principal pertence ao cavalo. Mas é preciso atingir uma união perfeita entre cavalo e Cavaleiro para ter sucesso.

Quais as suas funções

A base do trabalho de um Cavaleiro ou Amazona assenta na relação entre a pessoa e o animal. Portanto, há todo um trabalho diário que é preciso fazer para que ambos estejam em perfeitas condições.

O treinamento no Hipismo funciona muito por tentativa e erro. A cada erro é preciso persistir e tentar de novo até se conseguir atingir o objetivo.

Assim, o ofício exige muita persistência e constantes repetições de exercícios e movimentos.

O ponto alto da carreira de um Cavaleiro de Hipismo é chegar aos Jogos Olímpicos. Mas, claro está, que é um sonho que nem todos conseguem alcançar.

Contudo, é o sonho que comanda a vida! Por isso, é preciso foco no objetivo, muito trabalho e uma boa dose de fé.

Modalidades olímpicas do Hipismo

Para alimentar esse sonho e começares já o treinamento, fica a conhecer as principais modalidades olímpicas do Hipismo.

Prova de Salto

O Cavaleiro ou Amazona e o cavalo são um conjunto uno e indivisível. Portanto, precisam de fazer saltos de obstáculos sem derrubes pelo caminho.

Cada obstáculo derrubado é uma falta. Assim, no fim ganha quem tiver menos faltas.

A prova de Salto existe nas versões individual e em grupo.

Adestramento ou Dressage

Há quem lhe chame o balé do Hipismo, pois o cavalo tem de fazer certos movimentos graciosos sob comando do Cavaleiro. Estes movimentos são conhecidos por “figuras”.

É importante notar que os comandos do Cavaleiro ou Amazona não podem ser falados. O cavalo deve fazê-los por orientações manuais, através da rédea, ou pelo treinamento consistente e repetitivo.

As “figuras” são avaliadas pelos juízes da competição em função da sua perfeição, coerência e ordenamento.

Concurso completo de equitação (CCE)

Esta é a categoria olímpica de Hipismo mais difícil, pois abrange três provas: Dressage, Saltos e Cross Country.

Portanto, além das provas que explicamos acima, o Cavaleiro deve percorrer um trilho com obstáculos naturais como, por exemplo, cercas, valas, fossos com água e terrenos irregulares idênticos aos que se encontrariam ao ar livre.

Também pode ser disputada em grupo ou individualmente, sendo que decorre ao longo de três dias, com cada prova realizada por etapas.

Hipismo Paraolímpico

Os Jogos Olímpicos incluem o Hipismo Paraolímpico desde 1996. A modalidade pode ser praticada por pessoas com diversos graus de incapacidades e, portanto, com as adaptações necessárias em função disso.

Esta versão é muito valiosa em termos da reabilitação das pessoas com incapacidades. Portanto, antes da conquista das medalhas e dos pódios, há essas vitórias individuais de quem consegue ir superando dificuldades.

Cavaleiro de competição

Mas além desta vertente do Hipismo olímpico, estes profissionais podem ainda praticar outros desportos.

E há possibilidades para todos os gostos, como podes confirmar na lista que se seguem com alguns dos desportos equestres mais conhecidos:

  • Saltos equestres
  • Corridas de cavalos
  • Pólo com cavalos (2 equipas com 4 cavalos e 4 Cavaleiros cada tentam marcar golos com um taco de bambu e uma bola de plástico ou madeira)
  • Horseball ((2 equipas com 4 jogadores cada tentam apanhar a bola do chão sem desmontarem do cavalo para marcarem golo)
  • Jogo de piqueta (o Cavaleiro usa uma espada ou lança para apanhar objetos do chão)
  • Atrelagem (provas de equipas combinadas de Ensino, Maratona e Condução em obstáculos)
  • Enduro Equestre (prova de longa distância por etapas)
  • Volteio (o Cavaleiro ou volteador faz acrobacias em cima do cavalo enquanto ele galopa)
  • Hipismo Rural (modalidade tipicamente brasileira que junta desportos equestres e a vertente mais western).

Cavaleiro Tauromáquico

A tauromaquia tem grande tradição em Portugal e é uma área onde os Cavaleiros têm um papel fundamental.

Neste caso, são precisos anos de treinamento dos cavalos, além de um bom investimento em materiais como nas vistosas casacas dos típicas dos Cavaleiros tauromáquicos.

Além disso, a Amazona ou Cavaleiro deve ter uma boa preparação física e mental, pois estamos falando de uma área que requer especial coragem e sangue-frio. Portanto, não será para toda a gente.

Cavaleiro Medieval

Outra vertente da profissão de Cavaleiro pode passar por um lado mais divertido e teatral, pois há muita procura por profissionais que saibam montar a cavalo para determinados eventos.

Assim, as feiras medievais que todos os anos se realizam são uma boa forma de viver a fantasia de ser um Cavaleiro Medieval. Há várias companhias de teatro e de produção de eventos que procuram quem saiba montar bem a cavalo para estas iniciativas.

Outra vertente passa por participar em filmes e séries de época, onde entrem figuras de Cavaleiros.

Mas continua a ler para entender como entrar nesse mundo desafiante…

Saídas no Mercado de Trabalho

Como já viste acima, a profissão de Cavaleiro tem várias vertentes, mas não esperes encontrar muitos anúncios de emprego. Pois trata-se de um mundo bastante fechado em si e onde as oportunidades são poucas.

Tens de ver que no Hipismo não se entra por entrevista de emprego, mas através de resultados. Os atletas conquistam o seu lugar ao sol com a participação em provas e os triunfos obtidos. Mas para lá chegar é preciso começar cedo e trabalhar muito.

Por outro lado, entrar no mundo tauromáquico é ainda mais complicado. Esta arte costuma ser passada de geração em geração, entre famílias. Portanto, não será fácil começar sem ter essas raízes.

Porém, o mundo artístico é sempre uma porta aberta e as oportunidades vão surgindo, por exemplo para participar em espetáculos medievais. Mas, para isso, é preciso estar atento a este circuito.

As companhias de teatro e de produção de eventos podem ser boas opções para receber aspirantes a Cavaleiros medievais.

Além disso, podem sempre surgir oportunidades em centros hípicos e em escolas equestres, se não para ser um Cavaleiro de competição, pelo menos para trabalhar com cavalos em outras áreas.

O que mais importa é alimentar o sonho e nunca desistir de o cumprir.

Como entrar na carreira de Cavaleiro

Quem quer ser Cavaleiro precisa de começar desde bem jovem a trabalhar com cavalos. A paixão por estes animais começa logo no berço, embora seja possível entrar na carreira em qualquer altura.

Pois, ao contrário de outros desportos, no Hipismo, não há uma idade máxima limite. Assim, bastam boas condições físicas e saúde, bem como vontade de aprender sempre mais!

Mas o que é certo é que a atividade requer uma boa resistência física, pelo que os Cavaleiros mais jovens terão melhores chances de sucesso.

Portanto, começar o mais cedo possível é o ideal. A maioria das Amazonas e Cavaleiros começou a montar cavalos em criança. Assim, têm um aprendizado de anos e um à-vontade valioso que lhes permite aproveitar melhor as qualidades destes animais.

Repara que alguns Cavaleiros olímpicos medalhados têm tradição familiar no Hipismo. Por exemplo, o brasileiro Rodrigo Pessoa que foi medalha de Ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, é filho de um outro Cavaleiro, Nelson Pessoa, que venceu centenas de prémios.

Mas também há Cavaleiros sem experiência de família no setor. Assim, o ideal é ter aulas de Equitação desde bem cedo para começar logo a participar em competições.

Porém, também é preciso ter as condições físicas e psicológicas ideais, pois a montaria é exigente. Para montar a cavalo é preciso ter equilíbrio, coordenação, força muscular e fôlego.

Além disso, é necessária uma harmonia perfeita entre cavalo e Cavaleiro.

Outro dado importante a reter é que os Cavaleiros profissionais costumam ter mais do que um cavalo. Portanto, também requer um certo investimento. Contudo, os atletas com bons resultados podem obter patrocínios interessantes.

No fim de contas, o que vale é o sonho e a capacidade de trabalho para o concretizar. Com força de vontade e empenho, tudo se pode conseguir.

Onde estudar Hipismo

Não existem propriamente cursos para Cavaleiros. A melhor forma de chegar à profissão é tendo aulas de Equitação desde bem jovem e participar em provas equestres.

Porém, há formações dentro da área do Hipismo e da Equitação que se podem fazer para entrar nesta área.

Mas para te ajudar nessa escolha, espreita algumas sugestões de associações e/ou entidades que te podem ajudar a tomar decisões…

Portugal:

Brasil:

Agora que aqui chegaste estás em condições de perceber melhor o que faz um Cavaleiro ou Amazona, bem como todas as exigências do Hipismo. Mesmo que o caminho seja sinuoso e complicado, se é este o teu sonho, segue em frente com confiança e energia para trabalhar. Desejamos-te muito sucesso!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top