Cirurgião Vascular

Cirurgião Vascular

O Cirurgião Vascular é o médico especialista no diagnóstico e tratamento de doenças vasculares. Ao contrário do médico angiologista, o cirurgião pode realizar cirurgias vasculares, retirar varizes e vasos sanguíneos.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 2000€ - Máximo
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Matemática, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

Os cirurgiões vasculares são profissionais altamente qualificados e treinados para o tratamento das várias doenças do sistema vascular. Eles tratam, especialmente, doenças dos vasos sanguíneos, artérias e veias, que constituem o sistema circulatório, um dos sistemas do organismo mais importantes, pois garante que o fluxo do sangue por todo o corpo é feito de forma eficiente.

Este profissional faz parte do grupo dos cirurgiões e, por isso, faz parte de um dos grupos mais conceituados dentro da medicina e mais bem remunerados também. Como é extremamente difícil entrar no internato de cirurgia vascular, então é uma profissão com bastante empregabilidade, e facilmente consegue colocação na área que pretende trabalhar.

Quer saber mais sobre esta profissão? Então continue a ler este artigo e saiba o que faz um cirurgião vascular, quais as funções que desempenha no seu dia a dia, as saídas no mercado de trabalho e o que precisa fazer para seguir esta carreira.

O que faz um Cirurgião Vascular?

O cirurgião vascular trata pacientes com problemas vasculares e o seu objetivo é fazer com que os seus pacientes percebam a doença que têm e que conheçam todas as possibilidades de tratamento.

Embora eles atenda, maioritariamente pacientes com doenças vasculares que necessitem de cirurgia, poderão atender outros que não precisam de tratamento invasivo.

Sendo assim, eles tratam artérias e veias de todo o corpo, com exceção das artérias e veias do coração (cirurgião cardíaco) e do cérebro (neurocirurgião).

Apesar dos cirurgiões vasculares terem conhecimentos para realizar todo o tipo de cirurgia e tratamentos de doenças vasculares, alguns podem especializar-se em uma técnica específica, usando tecnologia de ponta e realizando técnicas inovadoras, por exemplo. Alguns cirurgiões podem tornar-se referência até mundial na realização de um certo tipo de cirurgia, com uma determinada técnica.

Como estes profissionais têm domínio de todas as técnicas de tratamento de doenças vasculares, então eles são capazes de aconselhar o melhor tipo de tratamento para o caso específica de cada um dos pacientes.

O cirurgião vascular pode ser os pacientes durante décadas, dependendo da sua condição de longo prazo. Sendo assim, este profissional faz um acompanhamento próximo dos seus pacientes, estabelecendo relações duradouras, de confiança.

Quais as suas funções

O cirurgião vascular é especialista no tratamento cirúrgico de doenças do sistema circulatório e linfático (artérias, veias e casos linfáticos). No seu dia a dia, ele trabalha junto de Angiologistas (médico especialista do estudo clínico das doenças do sistema circulatório, assim como do sistema linfático).

O médico angiologista, ao tratar clinicamente estas doenças, muitas vezes tem de fazer a avaliação dos casos dos pacientes com o cirurgião vascular, até porque existem alguns casos em que a cirurgia é a melhor opção de tratamento.

As cirurgias vasculares podem ser abertas (com incisões), ou fechadas (cirurgia endovascular). Os avanços tecnológicos vieram trazer muita inovação no campo médico, especialmente no que diz respeito a técnicas cirúrgicas, tornando-as menos invasivas e, consequentemente, com maiores taxas de sucesso e com menos riscos na pós-cirurgia.

Os cirurgiões vasculares tratam cirurgicamente uma série de doenças, mas podemos destacar, por exemplo:

  • Aneurisma – Trata-se da dilatação das artérias, condição que pode levar à morte, dependendo da artéria afetada, caso ela rompa.
  • Varizes – As varizes ocorrem nas veias, vasos esses que são responsáveis por garantir o retorno sanguíneo. Esta condição surge quando as veias dilatam e se acumula sangue em pontos específicos, formando as varizes.
  • Oclusão arterial – Trata-se da obstrução de uma artéria, afetando a circulação sanguínea e podendo ter consequências sérias para a saúde e, em casos graves, pode causar a morte do paciente. Geralmente as oclusões arteriais são causadas por placas ateromatosas ou trombos.
  • Fístula arteriovenosa – Trata-se de uma anormalidade num canal entre uma artéria e uma veia, podendo comprometer a saúde geral do paciente.
  • Anastomose – Este procedimento trata traumas vasculares, fazendo a reconstrução de artérias e veias, garantindo o bom funcionamento da circulação sanguínea em todo o organismo.

Saídas no Mercado de Trabalho

O cirurgião vascular encontra um mercado de trabalho muito favorável e estável, assim como todos os médicos cirurgiões.

Sem dúvida, as especialidades médicas são, sempre, muito bem remuneradas, especialmente os médicos cirurgiões. Além disso, como são poucos os médicos cirurgiões, o desemprego é inexistente. Este é um cenário comum em todos os países, incluindo Portugal e Brasil.

Estes médicos podem atuar em hospitais públicos e privados.

Como entrar na carreira de Cirurgião Vascular

Para entrar na carreira de cirurgião vascular em Portugal, deverá concluir, antes de mais nada, a licenciatura em Medicina, a qual tem duração de 6 anos. Depois deve fazer um ano de internato médico (ano comum) destinado a todas as especialidades, seguidos de 72 meses de internato médico na especialidade de Angiologia e Cirurgia Vascular. Este internato dedica-se à prática clínica e cirúrgica.

No final do internato tem de ser aprovado na avaliação final, com prova teórica, prática e curricular.

Para atuar como cirurgião vascular, é obrigatório estar inscrito na Ordem dos Médicos.

No Brasil, assim como em Portugal, tem de concluir a faculdade de Medicina, com duração de 6 anos, e depois fazer a residência médica na especialidade de Cirurgia Vascular. Para ter o título de especialista em cirurgia vascular, precisa ser aprovado na Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Após a conclusão da especialização, precisa registrar-se no Conselho Federal de Medicina (CFM) para poder ser considerado especialista. É obrigatório, sempre, o registro dos certificados nos Conselhos de Medicina no estado em que atua para conseguir o Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

Onde estudar Medicina

Portugal:

Brasil:

O seu sonho sempre foi tornar-se um grande cirurgião? Uma das opções é tornar-se cirurgião vascular. Esta especialidade é muito conceituada e o sucesso é garantido! Estude, dedique-se bastante, pois o futuro está à sua espera!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima