Vitrinista / Vitrinismo

Vitrinista / Vitrinismo

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

História da Cultura e das Artes Oficina de Artes Psicologia Sociologia

Idiomas:

Português

O Vitrinista é um decorador de montras de lojas, bem como de outros estabelecimentos comerciais e de expositores. Portanto, a função do Vitrinismo é chamar a atenção do público.

O mundo do comércio é altamente competitivo, o que obriga as marcas a serem cada vez mais inventivas para se destacarem dos concorrentes.

Por outro lado, os consumidores também estão mais exigentes. Assim, é preciso encontrar estratégias para conquistar o seu olhar. É neste campo que entra em jogo o Vitrinista como um profissional que pode dar “vida” às montras das lojas e de outros espaços comerciais.

O Vitrinismo tem por função criar montras ou expositores criativos e apelativos, com o intuito de ajudar às vendas.

Mas fica connosco para saber tudo dessa profissão!

O que faz um Vitrinista

O trabalho deste profissional é decorar vitrines e interiores de lojas, ou exposições comerciais. Mas, na verdade, a sua missão é um pouco mais complexa e mais importante do que parece à primeira vista.

O Vitrinista tem de garantir que as pessoas se sentem interessadas por aquela loja ou por aquele produto em particular. Assim, precisa criar uma decoração que desperte a atenção, mas que crie, sobretudo, o desejo de possuir aqueles produtos.

Portanto, é mais do que a mera Decoração de Interiores. Não se trata só de criar um ambiente bonito, mas tem um objetivo claro, ou seja, levar as pessoas a comprarem.

Deste modo, o Vitrinista cria conceitos para criar “água na boca” das pessoas, levando-as, pelo menos, a sentirem-se intrigadas para entrarem na loja e saberem mais.

O que é o Vitrinismo ou Visual Merchandising?

Não é à toa que se fala do trabalho do decorador de montras como Visual Merchandising, pois tem tudo a ver com a promoção dos produtos de uma loja ou marca.

Nesse sentido, o Vitrinismo recorre a elementos visuais e gráficos para fazer com que um certo produto, ou produtos, pareçam irresistíveis aos olhos do consumidor.

Esse trabalho passa por conjugar roupas de uma certa forma, para criar um certo estilo, mas também por desenvolver atmosferas e ambientes únicos e convidativos.

Quais as suas funções

O papel de um Vitrinista vai muito para lá de se ser apenas um bom Decorador, como já vimos. Assim, tem de reunir competências de Moda, Artes Visuais, mas também de Design de Ambientes e até alguns conhecimentos de Marketing.

O papel do Vitrinismo é destacar os produtos que interessam, entregando-lhes vida para que o consumidor se possa imaginar com eles. Desta forma cria no público a necessidade e o desejo de comprar.

Mas, para lá dessa missão fundamental, o trabalho passa por várias funções rotineiras. Vamos resumir algumas delas:

  • Conjugar cores para criar ambientes únicos
  • Ter noções de proporção e equilíbrio visual
  • Dominar técnicas de iluminação de montras
  • Ter a capacidade de perceber o que os clientes querem
  • Fazer orçamentos
  • Conhecer os vários tipos de vitrines
  • Pesquisar imagens e materiais para uso na decoração
  • Encontrar soluções para eventuais problemas
  • Apresentar ideias em croquis ou esboços
  • Comprar materiais e elementos para decoração de montras
  • Adaptar cada vitrine à área de negócio e ao público-alvo
  • Saber conjugar informações como preços e mensagens na decoração
  • Ter em conta datas comemorativas (Natal, por exemplo) e as épocas de saldos e promoções
  • Vestir manequins para exibir roupa
  • Fazer o papel de Maquilhadora ou Maquiadora para tornar os rostos dos manequins mais apelativos
  • Combinar roupas e acessórios de acordo com as tendências de Moda
  • Reunir com gerentes ou equipa de vendas para avaliar que produtos usar.

Quanto ganha um Vitrinista

Os salários nesta área são muito variáveis, dependendo da própria experiência do Vitrinista. Mas também o setor de negócio onde atua, bem como o seu tipo de clientes são fatores importantes.

Nesta área, há muitos profissionais que têm um negócio próprio. Nesse caso, podem ter ordenados ainda mais variáveis. Além disso, será preciso algum investimento inicial até começar a ver os frutos do trabalho.

De qualquer dos modos, o mais importante é entregar o melhor de si no trabalho. Estudar muito, preparar-se bem e empenhar-se são os segredos do sucesso!

Saídas no Mercado de Trabalho

Essa é uma área profissional que continua a crescer, pois, cada vez mais, as marcas precisam de se destacar da concorrência. E uma montra original, ou uma decoração que se destaque, podem ser excelentes para captar a atenção do consumidor.

Assim, é uma área promissora que garante vagas em lojas de todo o tipo, mas especialmente de vestuário. Contudo, também pode haver oportunidades em grandes superfícies, na decoração dos seus espaços internos.

Além disso, os Vitrinistas podem trabalhar em todo o tipo de expositores. Mas até podem ter projetos em empresas, por exemplo, nas épocas festivas como no Natal quando há maior preocupação com estas questões relacionadas com a decoração e o Design de Interiores.

Além disso, os especialistas de Vitrinismo podem trabalhar em gabinetes de Arquitetura e Urbanismo ou de decoração, mas também integrar equipas de organização de Eventos.

A área do Retalho ou Varejo é uma das grandes saídas para os Vitrinistas que podem trabalhar em áreas tão distintas como livrarias, lojas de móveis, mercearias e até em museus!

Como entrar na carreira de Vitrinista

O trabalho na área do Vitrinismo não exige qualquer formação formal. Contudo, um curso ou uma qualificação profissional são sempre bons cartões de visita, sobretudo quando não se tem experiência.

Assim, se estás apenas a começar, procura um curso reconhecido na área do Vitrinismo ou mesmo da Decoração. Vê que alguns Vitrinistas começaram noutras áreas. Alguns tiveram experiências como Diretor de Arte, Decorador ou até Designer de Interiores.

Por outro lado, também há quem chegue ao Vitrinismo após trabalhar como Assistente ou Vendedor de loja.

Assim, não existe um caminho certo, nem óbvio. Tudo depende das preferências pessoais.

A partir do momento em que se ganhe alguma experiência, é boa ideia começar a organizar um portefólio de trabalhos para mostrar a potenciais clientes. Mesmo sem experiência, podes incluir algumas ideias de decoração que tenhas feito em casa ou em lojas de amigos, por exemplo!

Qualidades de um bom Vitrinista

Há algumas características que um bom Vitrinista precisa de ter. Algumas delas são as seguintes:

  • Criatividade e imaginação
  • Boas capacidades de comunicação
  • Estar a par das tendências
  • Saber entender uma marca e ter conhecimentos de Branding (ou seja, de identidade da marca)
  • Capacidade de organização
  • Ótima gestão do tempo
  • Vocação comercial
  • Conseguir trabalhar em equipa.

Onde estudar Vitrinismo

Há vários cursos na área do Vitrinismo que podem ser ótimas escolhas para quem quer ter sucesso nesta área. Mas é preciso saber escolher a escolha certa!

Assim, procura entender se os conteúdos dos cursos se adequam ao mercado de trabalho e àquilo que tu queres fazer. É importante que incluam a oportunidade de aplicar os conceitos teóricos na prática.

Além disso, procura perceber se o formando terá um apoio concreto após o curso, por exemplo, para realizar um estágio profissional.

Damos-te uma ajuda, já de seguida, com alguns links que te podem ajudar a começar a tua procura pelo curso ideal para ti…

Portugal:

Brasil:

Agora que já entendeste o que é o Vitrinismo, sabes que é uma profissão cada vez mais importante para as lojas se destacarem. O meio comercial é muito competitivo e, por isso, o Vitrinista pode fazer a diferença! Sentes que tens o que é preciso para triunfar nesta área? É o caminho que te vai fazer feliz? Ficamos a torcer pelo teu sucesso!

Contudo, se ainda tens dúvidas, aproveita e faz Testes Vocacionais para encontrares a profissão certa para o teu perfil!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top