Construção Naval

construção naval

A construção naval, ou indústria naval, diz respeito à construção de embarcações e outros veículos aquáticos de transporte, como navios, submarinos, barcos, entre outros. O técnico da indústria naval trabalha com o engenheiro para levar a cabo a construção das embarcações, assim como das estruturas. Geralmente, o trabalho é feito em estaleiros.

Outros nomes para esta profissão: Técnico em Construção Naval, Indústria Naval

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Baixa
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Física, Matemática, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

Se optar pela carreira de técnico, então é possível depois subir alguns degraus, para engenheiro naval, tirando a licenciatura em engenharia e arquitetura naval. Por isso, é possível, sempre, iniciar uma carreira mais técnica e, se quiser, depois, especializar-se e formar-se na área.

Tendo em conta a grande ligação dos portugueses e brasileiros com o mar, esta é uma profissão muito gratificante, podendo remontar aos tempos dos Descobrimentos e das grandes viagens Atlânticas.

Uma das grandes vantagens é que, tanto Portugal como o Brasil, têm uma localização geográfica privilegiada, pois são países com uma grande extensão de costa marítima.

No caso de Portugal, ao largo da costa passam as principais rotas marítimas mundiais. A juntar a isto, é o 4º país com mais embarcações de pesca da União Europeia, e o próprio clima ajuda em todo o processo de construção e reparação naval.

O Brasil passa por um momento mais complicado, não só nesta área, mas também foi bastante afetada nos últimos anos. Nos dias de hoje, este setor tem vivido de embarcações de apoio marítimo e da construção de empurradores e balsas no centro-oeste e na Amazônia. No entanto, espera-se uma mudança de atuação nos próximos tempos.

Vejamos agora o que faz o técnico em construção naval, quais as suas funções, e quais as oportunidades de trabalho que pode encontrar.

O que faz um técnico em Construção Naval?

Se seguir a carreira de técnico em construção naval, vai ficar responsável pela coordenação de todos os processos de construção e conserto das estruturas navais.

É também o técnico que:

  • Instala equipamentos
  • Faz a manutenção de equipamentos
  • Fabrica e instala redes de tubulação
  • Faz testes de qualidade, segurança e ambientais

Pode ainda exercer funções de gestão, produção e planeamento de construção de embarcações, ficando responsável por acompanhar todas as fases de fabricação.

Além disso, é o técnico de construção naval que:

  • Analisa custos
  • Define materiais a serem usados
  • Monta estaleiros e cuida da sua organização

Quais as suas funções

O técnico de construção naval trabalha, na maioria das vezes, em estaleiros, mas pode também trabalhar em companhias de navegação, ou até em administração de hidrovias.

Ao trabalhar em estaleiros, o técnico é responsável por liderar as equipas de trabalho, o que pressupõe uma grande capacidade de organização, mas também requer criatividade, iniciativa própria e responsabilidade.

É, sem dúvida, o verdadeiro braço direito do engenheiro e, por isso, é necessário ter conhecimentos vastos sobre todas as etapas de construção das embarcações e estruturas.

Além disso, é fundamental ter conhecimento das normas aplicadas ao seu setor de atividade.

Saídas no Mercado de Trabalho

Este não é um mercado de trabalho muito vasto, sendo uma atividade concentrada principalmente nos estaleiros.

No entanto, pode ainda exercer funções em empresas que comercializam produtos navais, na Marinha e em companhias de navegação.

Portugal:

Portugal abre novas vagas de emprego para a área de construção naval co frequência. Sem dúvida, o país tem uma forte presença neste setor, muito pelas suas condições geográficas, mas também pela enorme reputação do setor a nível mundial.

Brasil:

Esta atividade tem passado por uma grande crise no país, especialmente pelos cortes de apoios públicos. Existem cerca de 36 estaleiros, o que não é um número grande, ainda mais tendo em conta a extensão do território e o número de habitantes.

Apesar disso, quando olhamos para as profissões de nível técnico, é uma das funções mais bem pagas (o salário pode chegar a R$ 4.000).

Como entrar na carreira de Construção Naval

Para entrar na carreira de construção naval como técnico, precisa especializar-se e tirar um curso profissional.

Portugal:

Em Portugal, tem de tirar o curso profissional de nível secundário para Técnico de construção naval / Embarcações de recreio.

O curso tem duração de 2 a 3 anos, sendo equivalente ao 12º ano (ensino secundário completo).

Este curso tem uma componente forte nas disciplinas de Física, Química e Matemática.

Brasil:

No Brasil, deverá concluir o curso técnico em Construção Naval, o qual tem uma duração de 1 ano e meio a 2 (1200 horas, aproximadamente).

O curso tem uma vertente muito prática, mas algumas disciplinas são bem teóricas, como ética e legislação, por exemplo.

Onde estudar Construção Naval

Portugal:

Brasil:

Apesar de não ser uma profissão procurada por muitos, é melhor remunerada que outras profissões com o mesmo nível de habilitações, o que pode ser uma grande vantagem para aqueles que conseguem colocação na área.

Não é um curso difícil de tirar e permite-lhe, mais tarde, ingressar no ensino universitário para tirar uma especialização em engenharia e arquitetura naval.

Além disso, tanto Portugal como o Brasil, têm uma história riquíssima na Construção Naval, e isso é um motivo de orgulho para todos os que trabalham no ramo!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima