Controlador de Tráfego Aéreo

controlador de tráfego aéreo

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Física Geografia Matemática Materiais e Tecnologias

Idiomas:

Alemão, Espanhol, Francês, Inglês, Português

Controlador de Tráfego Aéreo, CTA, ou ATCO, do inglês Air Traffic Controller, é o profissional responsável por separar o tráfego de aeronaves a circularem no espaço aéreo, assim como nos aeroportos, garantindo a segurança de todos, mas também proporcionando rapidez a todo o processo.

Esta é uma profissão muito exigente, até porque existe um número de aviões a circular cada vez maior.

A pressão é grande, porque deles depende a segurança de todos aqueles que andam nos ares. Eles têm de decidir rápido, e de forma correta, muitas vezes em frações de segundos. Por isso, o salário dado aos controladores é bom.

Em Portugal, os controladores trabalham para a NAV Portugal, empresa que presta serviço de Controlo de Tráfego Aéreo nas RIV (Regiões de Informação de Voo).

No Brasil, eles trabalham para o SISCEAB (Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro).

O que faz um Controlador de Tráfego Aéreo?

O controlador de tráfego aéreo dá as autorizações aos pilotos, dando-lhes as informações e as instruções de ação no espaço aéreo, de forma a prevenir colisões entre diferentes aeronaves a circular no espaço aéreo de sua jurisdição, mas também com obstáculos que possam estar nas imediações dos aeroportos.

A responsabilidade deles é grande, porque deles depende a vida de todos aqueles que circulam no espaço aéreo. Uma falha pode levar à perda de centenas de vidas ao mesmo tempo.

Este é um serviço que não pode parar. São 24 horas por dia, durante os 365/366 dias do ano. É um dos serviços essenciais para o funcionamento do mundo, até porque a circulação de aeronaves é fundamental.

Sendo assim, existe sempre um Controlador de Tráfego Aéreo a trabalhar nas torres de controlo, o que faz com que estes profissionais trabalhem, grande parte, por turnos rotativos (noites, feriados nacionais e fins-de-semana).

Em Portugal, é comum que eles façam pausas de 30 minutos em cada 90/120 minutos de trabalho. Tendo em conta a grande pressão das suas funções, estas pausas mostram-se essenciais para garantir a eficiência do trabalho, assim como o bem-estar do trabalhador.

A complexidade deste trabalho exige conhecimentos de aeronaves e do seu funcionamento. Os controladores precisam analisar os diferentes tipos de aeronave, pois existem a circular aeronaves mais modernas, e por isso mais rápidas, mas continuam a circular aeronaves mais antigas, mais lentas.

Sendo assim, além do trabalho, desde si, exigente, juntando estas particularidades, faz com que o controlador precise de diversas habilidades para garantir a segurança de todos no espaço aéreo.

De entre essas habilidades, podemos dizer, aqui:

  • Controlo emocional
  • Raciocínio rápido e espacial
  • Trabalho em equipa
  • Adaptação rápida a mudanças operacionais
  • Adaptação a turnos (dia e noite)

Quais as suas funções

A principal função dos controladores de tráfego aéreo é garantir a segurança de todos os que circulam no espaço aéreo, fazendo a separação de tráfego de aeronaves.

Para isso, eles:

  • Dão autorizações aos pilotos
  • Dão instruções aos pilotos sobre velocidade, altitudes e proa

O serviço de Vetoração Radar é aquele que maior responsabilidade requer do controlador de tráfego aéreo, pois é aqui que ele controla a aeronave, indicando ao piloto qual a velocidade que ele tem de seguir, assim como a altitude a assumir e a proa.

Um controlador de tráfego aéreo não muda de área de trabalho, como acontece em outras profissões. Mudá-lo de área de trabalho implica muitos meses de treino, assim como um período de adaptação, de forma a que ele consiga exercer as suas funções.

De entre as áreas possíveis de atuação, encontramos:

  • Torre de controlo
  • Centro de controlo de área
  • Controlo de Aproximação
  • Defesa Aérea
  • Busca e Salvamento

Para cada uma dessas áreas, o trabalhador precisa de uma formação e de um estágio operacional. Por isso, é comum que um controlador fique na mesma área de atuação do início, ao fim da sua carreira.

Saídas no Mercado de Trabalho

Tem havido uma subida no número de aeronaves a andar no espaço aéreo, o que quer dizer que o posto de controlador de tráfego aéreo tem muita saída, e a tendência é que estes profissionais sejam, cada vez mais, procurados.

Não existem muitos locais onde possa trabalhar, estando limitados a aeroportos, torres de controlo, e centros de aproximação.

Apesar de ser um trabalho específico, tendo em conta a necessidade crescente, os trabalhadores são escoados muito rápido.

Como entrar na carreira de Controlador de Tráfego Aéreo

Em Portugal, pode entrar na carreira de controlador de tráfego aéreo tirando um curso para o efeito pela NAV. No entanto, prepare-se, porque o processo não é nada simples!

Existem várias fases, com testes contínuos, sendo que cada uma dessas fases é eliminatória. Ou seja, se, numa determinada fase, for eliminado, tem de voltar a repetir todo o processo no ano seguinte.

Se passar todas as fases, segue-se a formação específica, seguida de um período experimental. Continua a haver o processo eliminatório, independentemente de já estar em formação.

No Brasil, tem de tirar o curso no ICEA (Instituto do Espaço Aéreo), em São José dos Campos, caso queira seguir a carreira de controlador civil. Se quer seguir pela carreira militar, tem de formar-se na EEAR (Escola de Especialistas da Aeronáutica), em Guaratinguetá.

Onde estudar para Controlador de Tráfego Aéreo

Portugal:

Brasil:

Se quer seguir a carreira de controlador de tráfego aéreo, não deixe de focar na sua formação. Pode não ser um caminho fácil a percorrer, mas é, com certeza, muito gratificante!

Partilhar Post

2 comentários em “Controlador de Tráfego Aéreo”

  1. José Domingos Macaia

    Eu sou José Domingos Macaia de naciolidade Angolana, Licenciado e com profissão sou Padre residente em Luanda.

  2. José Domingos Macaia

    Eu gosto a maneira como é administrada o controlo tráfego aéreo, receber tantos vôos modo parafresiada ou em paulatina, e sem provocar danos materiais e humanos a nível nacional e internacional. O que menos gosto é ouvir que um aerenove foi desviado para um aeroporto por falta de comunicação da torre do controlo de tráfego aéreo. O meu dia a dia tem sido muito a pressão, porque sou padre e psicológico clínico, tenho uma carga horária pesada, Eu ainda não estou actuar na área. Desejo tanto, fazer este curso de controlo de tráfego, mas ainda não tive oportunidade por falta de escola direcionada, A internet e investigando algumas vezes é que me ajuda se actualizar lendo todo os dias e já a reportagem de 2019 de uma das funcionárias que há 18 anos que faz este trabalho. A competência que tenho desta a profissão é de fazer o meu trabalho com responsabilidade e sem delegar aos terciários e assumir as minhas da escala aquilo que o chefe do turno orienta a fim de levar o bom nome na aviação a nível nacional e internacional que as equipas do controlo tráfego aéreo são fortes e entregues ao trabalho. Como é que se consegue orientar tantos vôos em simultâneos? Qual é o código ou o sinal que usa a fim de saber que o avião já no nosso espaço aérea. Como se candidatar para frequentar o curso? Necessáriamente para fazer este curso deve ser da aviação ou não?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top