Cyber Security Analyst

Cyber Security Analyst

Resumo da profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Matérias relacionadas:

Direito Informática Matemática Materiais e Tecnologias

Idiomas:

Inglês, Português

O Cyber Security Analyst, em português Analista de Segurança Cibernética, é o profissional responsável por desenvolver protocolos dentro da organização que visem a proteção e resposta contra ataques cibernéticos.

Todas as profissões ligadas à segurança da informação são hoje muito importantes. Os ataques cibernéticos têm aumentado de dia para dia, o que faz com que as organizações (governamentais e privadas) invistam fortemente em melhorar a segurança dos seus sistemas e redes.

Portanto, para os amantes de informática, esta é uma especialização que vale a pena levar em consideração. Se esse é o teu caso, então continua connosco e descobre o que faz um Cyber Security Analyst, quais as suas tarefas no dia a dia de trabalho, as possíveis saídas profissionais, assim como outras dicas úteis para entrares nesta carreira com toda a força.

Vamos?

O que faz um Cyber Security Analyst?

O Cyber Security Analyst, ou Analista de Segurança Cibernética, protege o sistema e as redes de uma organização contra ameaças de hackers. Este profissional também é responsável por desenvolver protocolos que são usados para responder a ataques e fazer com que estes sejam travados antes de serem causados danos.

Assim sendo, este analista é um dos profissionais da área da segurança da informação que protege a infraestrutura organizacional, incluindo-se, aqui, redes de computador e dispositivos de hardware.

Falamos, portanto, de um especialista em segurança de rede e infraestrutura de Tecnologias da Informação. Ele é um verdadeiro conhecedor de ataques cibernéticos, assim como é um especialista em malware e no comportamento de hackers.

Este conhecimento permite-lhe antecipar e prevenir ataques cibernéticos, o que é essencial para que uma organização permaneça segura.  

Quais as suas funções

O Cyber Security Analyst, ou Analista de Segurança Cibernética, tem como principal função proteger o hardware, software e as redes da organização. Assim, ele tem de conhecer a fundo a infraestrutura de TI da empresa para mantê-la sempre sob monitorização e prever possíveis ataques que possam trazer danos para a organização.

Perceber os pontos fracos é indispensável para aumentar a segurança do sistema digital da organização, até porque é ao melhorar estes pontos fracos que consegue evitar ataques cibernéticos.

Assim, uma das suas tarefas é melhorar a segurança da rede organizacional para que as informações confidenciais da empresa estejam seguras.

Além destas funções, o Analista de Segurança Cibernética tem outras tarefas a seu cargo, entre as quais se destacam:

  • Configurar ferramentas – O Cyber Security Analyst analisa as necessidades de segurança da informação da empresa e configura diversas ferramentas para melhorar a segurança organizacional, como softwares antivírus e de gestão de vulnerabilidades, protetores de passwords, entre outras.
  • Analisar segurança da rede organizacional – Ele faz uma análise da rede organizacional com o intuito de perceber quais os pontos fracos para agir antecipadamente e evitar ameaças externas e a entrada de hackers que podem comprometer a segurança da empresa.
  • Ler relatórios – Este profissional tem de saber ler e interpretar relatórios sobre a segurança na rede e os seus pontos fortes/fracos. Estes relatórios geralmente apontam os setores que estão bem protegidos, mas também dão indicações no caso de haver alguma atividade incomum na rede organizacional.

Saídas no Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho na área da segurança da informação é muito favorável, principalmente neste momento, em que são ainda muito poucos os especialistas e são muitas as vagas a serem preenchidas.

Este é um cenário comum em todos os países, até mesmo nos EUA, um dos países que mais investe neste ramo. Estima-se que o número de vagas de trabalho na área da segurança informática não preenchidas cresça 350%, e este é um panorama que se espelha de país paras país.

Nesse sentido, podes ter certeza de que as vagas de trabalho para Cyber Security Analyst não vão cair tão cedo (antes pelo contrário).

As empresas vão contratar cada vez mais profissionais para garantir a segurança dos seus sistemas e redes e veremos um aumento também na contratação de profissionais freelancers para fazer análises de forma periódica (principalmente as pequenas e médias empresas que não têm capacidade financeira para ter uma equipa de profissionais na área da segurança da informação).

Em Portugal, podes também inscrever-te no Centro Nacional de Cibersegurança. Este Centro está sempre à procura de profissionais para integrar os seus quadros.

Como entrar na carreira de Cyber Security Analyst?

Para seguires a carreira de Cyber Security Analyst, ou Analista de Segurança Cibernética, em Portugal tens de ter o curso superior de Tecnologias da Informação (TI) e, preferencialmente, uma especialização em segurança da informação ou segurança cibernética.

Como as funções do analista são mais básicas, a pós-graduação em Segurança da Informação não é obrigatória, embora seja preferencial na hora da contratação.

No Brasil, para entrares nesta carreira tens de ter a graduação em Ciências da Computação (bacharelado ou tecnologia). Semelhante a Portugal, a pós-graduação em Segurança da Informação não é obrigatória para este cargo, mas é preferencial.

Podes também fazer um curso técnico na área da segurança da informação, mas deves procurar por um curso que te dê os certificados de:

  • Certified Ethical Hacker e CompTIA Cybersecurity Analyst+ (reconhecidos internacionalmente)

Outros certificados podem ser interessantes, como:

  • Certified Cloud Security Professional (CCSP)
  • Systems Security Certified Practitioner (SSCP)

Onde estudar para Cyber Security Analyst?

Como vimos, ter uma formação superior na área de TI e uma especialização em Segurança da Informação é essencial se quiseres ter sucesso nesta carreira. Nesse sentido, deixamos-te aqui alguns cursos que te podem interessar. Ora espreita!

Portugal:

Brasil:

Gostavas de trabalhar na área da informática? A questão da segurança da informação interessa-te e realmente gostavas de investir nesta área do futuro? Então não deixes de estudar bastante para seguires a carreira de Cyber Security Analyst, ou Analista de Segurança Cibernética. Nós, do Guia das Profissões, desejamos-te muito sucesso.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top