Diretor de Museu

Diretor de Museu

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Economia Geometria Descritiva História da Cultura e das Artes Línguas Matemática Oficina de Artes

Idiomas:

Francês, Inglês, Português

O diretor de museu é o gestor administrativo de um museu. Assim sendo, ele é o líder máximo dentro do museu e o grande responsável por tudo o que acontece naquele espaço.

Para os amantes de arte, este é um cargo muito desejado (até porque é o topo da carreira de quem atua em museus). Se já trabalhas como curador de museus, ou se esta é uma área que te interessa, então não podias estar em melhor lugar!

Aqui, vamos mostrar-te tudo sobre a carreira de diretor de museu e o que precisas fazer para conquistar esse cargo.

Vens connosco?

O que faz um Diretor de Museu?

O diretor de museu faz a administração do museu com a ajuda do curador (ou curadores). Além de administrar o orçamento disponível, ele faz a supervisão de todas as atividades diárias, de exposições e programas do museu.

Este profissional é responsável por definir o rumo que o museu vai tomar, ou seja, ele define quais as exposições vão acontecer (geralmente estas são escolhidas mediante o tema do museu), quais parcerias se vão fazer e como vão angariar fundos para a instituição (pois a maior parte dos museus são organizações sem fins lucrativos).

Ele não só idealiza o futuro do museu, como acompanha todos os passos, desde a montagem à exibição de todas as exposições, assim como assegura que todas os itens são armazenados e manuseados com cuidado.

Independentemente do tamanho do museu, o diretor é sempre o representante público. Por isso, ele está presente sempre em convenções, reuniões e conferências.

Como “chefe” do museu e um curador profissional, é comum que o diretor de museu escreva artigos em revistas académicas, assim como para a imprensa. Também pode desenvolver pesquisas e levar a cabo programas de formação.

Quais as suas funções

A principal função do diretor de museu é administrar o museu no qual trabalha. Este é um trabalho de grande responsabilidade e que envolve uma série de tarefas ao longo do dia. De entre as mais variadas tarefas, podemos referir aqui, por exemplo:

  • Desenvolver e implementar as políticas do museu
  • Instituir normas e procedimentos a serem adotados pelos funcionários
  • Dirigir e supervisionar os funcionários (principalmente os técnicos e administrativos)
  • Avaliar as atividades desenvolvidas pelos funcionários
  • Desenvolver e gerir orçamentos
  • Controlar e supervisionar os orçamentos (verificando se estão a ser cumpridos ou se precisam ser retificados)
  • Gerir e disponibilizar verbas para compra de equipamentos e contratação de serviços
  • Fazer relatórios e propostas de financiamento
  • Fazer controlo de custos
  • Garantir que todos os recursos estão a ser usados com eficiência
  • Acompanhar a seleção de novos funcionários
  • Supervisionar a formação e o desempenho de trabalhadores do museu

Além destas tarefas, o diretor também tem de negociar com outros museus e galerias de arte para conseguir empréstimos de exposições, ou então comprar obras e coleções de arte que sejam interessantes para o museu.

Saídas no Mercado de Trabalho

O diretor de museu, tal como o próprio nome indica, pode encontrar trabalho em museus. Como os museus são, em grande parte, públicos, as contratações são feitas mediante concurso público e só o melhor candidato, com o melhor currículo, vai conseguir preencher a vaga.

Como sabemos, em Portugal, assim como no Brasil, a arte e a cultura não são valorizadas como gostaríamos. Isso reflete-se no investimento que é feito em museus e outras organizações voltadas às artes.

Nesse sentido, não existem muitas ofertas de trabalho para diretores de museus. Por isso, é fundamental que aproveites ao máximo a tua carreira para evoluir e ganhar sempre mais conhecimentos e competências. Só dessa forma estarás preparado para assegurar uma vaga num concurso público.

Como entrar na carreira de Diretor de Museu?

Para seguires a profissão de diretor de museu, além de uma formação nas áreas das Artes ou História das Artes, precisa ter muita experiência anterior como curador de museus. Sem dúvida, é a experiência de trabalho em museus que te vai preparar para dirigir e administrar um museu mais tarde.

Ter alguma experiência em administração também é importante. Afinal de contas, terás de gerir o orçamento do museu da melhor forma.

Além destes conhecimentos, tens de ter perfil de liderança e, preferencialmente, uma boa rede de contactos com museus e artistas (nacionais e internacionais).

Onde estudar para Diretor de Museu?

Como vimos ao longo de todo este artigo, ser diretor de museu não é fácil. É um cargo de grande responsabilidade e precisas ter conhecimentos profundos em Arte e História da Arte, assim como em Administração.

Como as vagas de trabalho não são muitas, tens de ter o máximo de competências possível. Nesse sentido, o nosso conselho é que tenhas uma formação universitária em Artes Visuais ou História da Cultura e das Artes, mas também em Administração.

Para te ajudarmos, reunimos aqui algumas faculdades que oferecem estes cursos. Espreita!

Portugal:

Brasil:

Se o teu sonho é seres um grande diretor de museu, então luta pelo que mais queres. Não vai ser um caminho fácil, é verdade, mas vai valer a pena todo o teu esforço. Investe em boas formações, aplica-te na tua carreira e nunca desistas. Sucesso!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top