Editor Chefe / Edição Jornalística

Editor de Notícias - Editor Chefe

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Matérias relacionadas:

Literatura Psicologia Sociologia

Idiomas:

Inglês, Português

O Editor Chefe é um Editor de Informação que verifica a qualidade das notícias, avaliando também se os dados estão corretos e se são claros. Assim, faz a Edição Jornalística para garantir a qualidade de uma notícia, ajudando a definir o que sai para o público.

O Jornalismo é uma área que tem uma missão pública, pois ajuda a educar e a informar as pessoas. Portanto, o rigor e a ética são fundamentais na profissão. Assim, há toda uma “máquina” que passa por hierarquias e várias camadas de responsabilidade dentro de uma redação.

Uma dessas camadas essenciais para a qualidade final de uma notícia é o Editor de Informação. Essa figura é, acima de tudo, um Jornalista, mas com mais experiência ou mais competências do que a restante direção.

Assim, o Editor tem responsabilidades de chefia, ajudando a traçar o rumo de um jornal, ou qualquer outro meio de informação, em termos da sua linha condutora.

Mas fica connosco para saber tudo da profissão!

O que faz um Editor Chefe

O cargo de Editor num meio de informação é mais do que uma profissão. É uma missão que passa por zelar pela qualidade e pela reputação desse meio.

Contudo, para perceber como funciona a atividade é preciso entender como ela se pode dividir. Assim, podemos definir vários patamares de Edição até se chegar ao topo do cargo:

  • Editor de Secção ou de Caderno (por exemplo, Atualidade, Política, Economia, Sociedade, Tecnologia, Ciência, Cultura e Desporto)
  • Subeditor
  • Editor Chefe
  • Editor Executivo.

O Editor Executivo costuma ter uma função mais administrativa. Mas em termos do trabalho de redação, é o Editor Chefe quem coordena os restantes Editores e os Jornalistas, carregando a responsabilidade pelo conteúdo de um jornal ou de um telejornal.

Além de supervisionar o trabalho dos outros Jornalistas da redação, o Editor também pode fazer notícias, o que acontece especialmente no caso dos Editores de Secção. Assim, será também mais um Jornalista de Economia ou um Jornalista de Política, por exemplo.

Já no caso do Editor Chefe, pode fazer reportagens especiais ou escrever os Editoriais, ou seja, artigos que podem ser uma mistura entre opinião e informação.

Principais qualidades de um Editor Chefe

O cargo de Editor Chefe resulta mais da experiência e de competências pessoais específicas do que de uma formação específica. Portanto, é importante ter as seguintes características para vencer na profissão:

  • Experiência de redação e como Jornalista
  • Ótimas qualidades de linguagem e de escrita
  • Competências de liderança
  • Ter capacidade de tomar decisões
  • Boas capacidades de comunicação
  • Capacidade de inovar
  • Saber resolver problemas (e improvisar, por vezes).

Quais as suas funções

O papel do Editor é analisar as notícias antes da sua publicação. Assim, debruça-se sobre dados como a escrita, a linguagem, a gramática e a pontuação. Não se trata apenas de detetar erros, mas também de garantir que as peças estão de acordo com a linha editorial do meio de informação.

Mas, além disso, a Edição Jornalística também verifica se os factos estão corretos e se não há falhas na informação.

Nalguns casos, conforme as estruturas de media, o Editor Chefe pode acumular também funções que são mais típicas de um Editor Executivo. Assim, pode ter de lidar com questões orçamentais, com a contratação e a demissão de novos Jornalistas.

Mas as suas funções são mais de âmbito editorial, pelo que é o grande responsável pelo conteúdo noticioso.

Um dos grandes desafios do cargo passa por decidir e julgar o trabalho dos colegas de redação. Assim, pode ter de focar o Jornalista nos factos que mais importam, se por acaso achar que uma notícia não está bem construída.

Deste modo, tem de saber lidar com pessoas e ter capacidade para gerir eventuais conflitos. A questão da comunicação é muito importante, pois está em negociação constante com os outros Editores, mas até com o Editor de Imagem e com os próprios Jornalistas.

Além disso, é importante que tenha muito cuidado com questões de plágio ou textos mal construídos, pois isso pode ser péssimo para a reputação do meio de informação.

Quanto ganha um Editor Chefe

O Editor Chefe terá, em princípio, um salário superior aos demais Jornalistas de uma redação. Mas nem sempre é assim. Tudo depende do tipo de organização da empresa onde se trabalhe.

Além disso, é preciso ter em conta também a área temática da publicação. Um Editor Chefe na área do Jornalismo Científico terá um salário maior do que um que trabalhe num jornal generalista, por exemplo.

Mas o salário também depende do tamanho da publicação, bem como do seu prestígio. Quanto mais reconhecido e mais vendas/audiências tiver o meio de informação, maiores serão os salários dos Jornalistas da redação.

Outro fator que é preciso ter em conta é também a própria experiência do profissional.

Saídas no Mercado de Trabalho

Os Editores de notícias podem trabalhar em jornais, revistas, sites de informação, canais de televisão ou rádios, ou ainda em agências de informação.

As saídas são óbvias e são as mesmas de qualquer profissional da área do Jornalismo.

A atividade de Edição é cada vez mais importante para garantir a veracidade das notícias que são publicadas. O rigor é essencial no Jornalismo e, portanto, o cargo de Editor Chefe não está ameaçado.

Mas é preciso sublinhar que não existem muitas vagas de emprego para esta área. Na maioria dos media, os Editores são Jornalistas da casa, promovidos a funções de maiores responsabilidades.

Portanto, se sonhas com esta área, o ideal é pensares em fazer um percurso a começar por “baixo”.

Como entrar na Edição Jornalística

A experiência no Jornalismo e no trabalho de redação é um dos fatores de maior peso para ser Editor Chefe. Não podes esperar sair da Universidade para agarrar logo esta posição num jornal!

Assim, o ideal é começares por fazer formação em Jornalismo para depois conseguires trabalho numa redação. Logo que consigas, tens de acumular experiência e rotina de trabalho. Mas, mais importante do que isso, tens de te destacar dos outros Jornalistas.

Além da qualidade no trabalho, também tens de mostrar capacidades de liderança e uma visão alargada do media onde trabalhes. Não podes pensar só na notícia, nem só numa secção. Tens de valorizar o jornal ou telejornal como um todo.

Por outro lado, deves pensar em subir patamares. Podes começar por ser Editor de Caderno ou Editor Assistente e subir depois a Subeditor. Após esse percurso, será mais fácil chegares a Editor Chefe.

Contudo, é possível dar saltos maiores. Tudo depende das competências de cada profissional.

Onde estudar para Editor Chefe

Como já dissemos, o Editor Chefe é, acima de tudo, um Jornalista. Portanto, a formação em Jornalismo é a via mais provável.

Contudo, quem desejar fazer Editoria em publicações científicas, por exemplo, pode fazer alguma formação em Ciência.

Mas, de qualquer modo, será sempre conveniente fazer algum curso de Jornalismo. É preciso dominar, pelo menos, a ética profissional e as mais elementares regras jornalísticas.

Assim, deixamos-te de seguida alguns links que te podem ajudar a escolher a melhor formação…

Portugal:

Brasil:

Agora que já entendeste o que é e o que faz um Editor Chefe no mundo do Jornalismo, só tens de avaliar se encaixas no perfil. Acreditas que podes ser feliz nesta profissão? Se a resposta é sim, prepara-te bem e vai em frente. Torcemos pelo teu sucesso.

Caso ainda não seja bem o que queres, faz os nossos Testes Vocacionais para encontrares outras profissões adequadas ao teu perfil. Não te demores! O futuro é já amanhã.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top