Editor de Secção / Editoria Jornalística

Editor de Secção - Editoria Jornalística

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Matérias relacionadas:

Literatura Psicologia Sociologia

Idiomas:

Inglês, Português

A Editoria Jornalística é o trabalho de confirmação da qualidade das notícias de um jornal, revista ou site de informação. Esse trabalho é feito pelo Editor de Secção ou de Caderno.

A vida na redação de um jornal ou revista é bastante movimentada. Há a azáfama constante do “Última Hora” e a pressão para fazer as melhores histórias antes do fecho da edição.

Nesta corrida constante, o Editor Chefe tem um papel essencial na supervisão da redação. Mas, para isso, conta com o trabalho e a organização dos seus Editores Assistentes, ou seja, os responsáveis da Editoria Jornalística de cada Secção da publicação.

Os jornais ou revistas estão, habitualmente, organizados em áreas temáticas, os chamados Cadernos ou Secções. Assim, dentro da redação, há um Jornalista que é responsável por cada um destes Cadernos.

O mesmo princípio se aplica no Jornalismo Digital, onde os sites de informação também têm Páginas dedicadas a temas que podem ir da Política ao Desporto.

Mas vem entender melhor como é que funciona isto da Editoria Jornalística e como é o trabalho de um Editor de Secção.

O que é a Editoria Jornalística

A Editoria Jornalística é um processo de confirmação essencial para garantir a qualidade, e logo a reputação, de um órgão de informação.

Assim, trata-se de verificar os conteúdos das notícias, tanto quanto à sua validade como quanto à coerência ou facilidade de leitura.

Este processo costuma passar pelas mãos do Editor Assistente que é responsável por uma Secção específica de um jornal ou revista.

Habitualmente, as publicações noticiosas têm Secções ou Cadernos como:

  • Atualidade
  • Política
  • Economia
  • Sociedade
  • Tecnologia
  • Ciência
  • Cultura
  • Desporto
  • Moda
  • Lifestyle.

Assim, cada Caderno tem um Editor responsável que faz a ligação entre os Jornalistas e as notícias daquela Secção com o Editor Chefe.

O que faz um Editor de Secção

O Editor de Secção supervisiona as notícias do Caderno por que é responsável. Esta é a sua grande missão, mas não é tão simplista como pode parecer.

Assim, se o Editor Chefe é o grande responsável pelos conteúdos de todo o jornal, o Editor Assistente responde pela qualidade da Secção que gere.

Deste modo, embora possa haver variações conforme o meio de informação, o Editor de Secção costuma coordenar os colegas Jornalistas de redação, colaborando com eles e orientando-os no sentido de pegarem na notícia de uma certa forma.

Repara que se pode contar a mesma história de muitas formas diferentes. Assim, a Editoria Jornalística também ajuda a redação a caminhar num determinado certo, seja por interesse para o público habitual do jornal, seja por causa da linha editorial.

Se estás com dúvidas sobre o que é a linha editorial, pensa que se trata do guia que orienta os Jornalistas quanto à forma como devem escrever. Cada jornal, revista ou site tem formas próprias de pegar nos assuntos e de contar as notícias. Portanto, o Editor precisa de garantir que as notícias estão a seguir a linha certa.

Mas além do trabalho de supervisão, o Editor Assistente também pode ter de escrever editoriais, ou até fazer notícias em nome próprio.

Além disso, também avança ideias ou sugestões de notícias para os Jornalistas fazerem.

Quais as suas funções

O Editor de Caderno faz a ligação com o Editor Chefe e com outras partes do departamento de redação, como a Fotografia. Assim, é uma parte do puzzle que compõe o produto final que sai para as bancas.

O seu trabalho tem uma vertente mais prática relacionada com a forma e o conteúdo das notícias em que tem de:

  • Corrigir erros e gralhas
  • Verificar factos
  • Ver se a notícia está de acordo com o estilo do órgão de informação
  • Cortar/mudar/pedir para alterar conteúdo que esteja a mais ou confuso
  • Guiar o Jornalista para o tópico mais importante (caso este não o tenha seguido)
  • Dar sugestões para melhorar o título e o conteúdo
  • Definir que notícias são mais importantes e como as organizar.

Mas também tem funções que se podem dizer mais estratégicas que passam por sugerir ideias de reportagens ou temas a tratar. Para lá disso, precisa de prestar atenção ao que os concorrentes andam a fazer, para conseguir fazer mais e melhor. E está sempre a tentar que a redação evolua.

Além disso, também pode ter de lidar com as questões legais e éticas associadas a determinados assuntos. Deste modo, caber-lhe-á entender os riscos associados e avaliar o interesse da informação, bem como a sua validade, perante eventuais processos.

Quanto ganha um Editor de Caderno

Os salários na Editoria Jornalística podem variar muito conforme o tipo de publicação ou site. Outros fatores como, por exemplo, a localização e a dimensão da publicação também são relevantes para a formação do ordenado.

Mas a própria experiência e o estatuto do Editor de Caderno também devem ser levados em conta.

À partida, o Editor de Secção terá um ordenado melhorado relativamente aos demais Jornalistas da redação. Trata-se de uma promoção dentro das funções do Jornalismo. Mas, ainda assim, pode não haver uma diferença muito grande entre os valores.

Saídas no Mercado de Trabalho

As principais saídas profissionais para os Editores de Secção são jornais, revistas e sites de informação. Mas também podem trabalhar em agências de notícias.

Esses profissionais são Jornalistas, acima de tudo, e, portanto, podem trabalhar nas mesmas áreas. Mas é preciso considerar que nem sempre surgem vagas de empregos para Editores.

Na maioria dos casos, as publicações escolhem dentro das próprias redações profissionais para preencherem essas vagas. Portanto, é um daqueles cargos onde é necessário acumular experiência e começar pelos patamares iniciais, para poder sonhar com voos maiores.

Como entrar na Editoria Jornalística

Um Editor de Secção deve ser, acima de tudo, um excelente Jornalista. Assim, ter experiência de redação é um fator quase obrigatório para abraçar este papel.

Mas ter formação em Jornalismo ou Comunicação também pode ser importante, bem como ter excelentes qualidades de escrita.

Contudo, em áreas como a Moda, o Jornalismo Científico e o Jornalismo de Economia, por exemplo, pode ser mais interessante ter formação ou experiência de trabalho nestes âmbitos.

Repara que são atividades onde é preciso ter certos saberes “técnicos” e, por isso, pode ser melhor ter um entendido na matéria numa redação.

Para lá destas questões formais, a Editoria Jornalística exige boas capacidades de planeamento e de organização, mas também muita criatividade.

Além disso, é preciso saber trabalhar sob pressão e ter empatia pelo leitor para perceber o que mais lhe pode interessar.

Saber lidar com pessoas, bem como trabalhar em equipa, são outras qualidades essenciais. E é preciso ter boas qualidades de negociação para gerir eventuais conflitos.

A atenção ao detalhe é outro fator importante para triunfar na Editoria Jornalística.

Onde estudar Editoria Jornalística

Não existem cursos que ensinem o trabalho de Editoria Jornalística. Como já dissemos, um Editor de Caderno é, antes de mais, um Jornalista, só com mais alguma experiência e talento.

Assim, deves procurar um curso na área do Jornalismo ou da Comunicação.

Mas se sonhares em trabalhar numa publicação científica, podes sempre escolher uma Ciência para fazeres a graduação de base. Mas depois deves sempre tirar algum curso de Jornalismo para ficares mais bem preparado para a profissão de Editor.

Deixamos-te de seguida alguns links para começares a definir o teu percurso formativo…

Portugal:

Brasil:

Depois de teres ficado por dentro do mundo da Editoria Jornalística, já entendeste que é uma área bem exigente. Além disso, o Editor de Caderno tem muito peso nos ombros, dada a responsabilidade que tem pela informação que passa para o público.

Portanto, tens de avaliar se estás preparado para estes desafios. Achas que a Editoria Jornalística vai fazer-te mais feliz? Segue em frente com confiança. Torcemos pelo teu sucesso!

Mas se continuas com dúvidas, usa o nosso Simulador de Profissões para encontrares outras alternativas.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top