Empresário de Futebol / Agente de Jogadores

Empresário de Futebol - Agente de Jogadores

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Direito Economia Educação Física Psicologia

Idiomas:

Inglês, Português

O Empresário de Futebol ou Agente de Jogadores é essencial nessa atividade, pois é ele/ela quem cuida do presente e do futuro dos atletas. Assim, é também uma profissão de grande responsabilidade e que pode render milhões. Mas vem saber tudo sobre essa área…

Há aquela velha máxima de que atrás de um grande homem está sempre uma grande mulher. No universo do futebol, faz sentido dizer que atrás de um grande craque está, quase sempre, um grande Empresário de Futebol.

Estás a pensar que não será tanto assim? Vais já perceber que talvez seja mesmo verdade!

Sabes quem é o empresário de Cristiano Ronaldo? A resposta certa é Jorge Mendes, o Agente de Jogadores que é dono da Gestifute. Esse Empresário de Futebol é conhecido como o “Super Agente”, pois representa um dos melhores jogadores do mundo, ou o melhor, para alguns adeptos. Mas não é só por representar Ronaldo.

Jorge Mendes tem uma carteira de vários jogadores de topo que está avaliada em centenas de milhões de euros. Além disso, também é o Agente do treinador José Mourinho.

Assim, o Agente de Jogadores português é considerado o mais bem pago do mundo, pois lidera o ranking mundial dos Empresários de Futebol.

O italiano Mino Raiola é outro nome bem conhecido nesse mundo, pois representa craques como Zlatan Ibrahimovic e Romelu Lukaku.

Além disso, foi ele quem intermediou a transferência de Paul Pogba da Juventus para o Manchester United por 120 milhões de euros. Mino Raiola terá ganho algo como 27 milhões de euros de comissão com o negócio.

Portanto, é um mundo de sonho, com muitos milhões, para os mais bem-sucedidos.

Fica connosco para saber como podes fazer parte desse universo…

O que faz um Empresário de Futebol

O papel do Empresário de Futebol é fazer o que se chama “intermediação desportiva”. Aliás, a profissão era conhecida como agente desportivo, ou agente FIFA. Mas essas designações deixaram de ser usados e, agora, o termo oficial passou a ser Intermediário Desportivo.

Portanto, o trabalho de um Agente de Jogadores é negociar. Assim, faz a ligação entre os interesses do Jogador de Futebol que representa e o clube onde ele joga, bem como outros clubes interessados em contratá-lo.

Desse modo, o profissional tem de ter ótimas capacidades sociais, mas também uma certa intuição para lidar com pessoas. Além disso, tem de ter uma veia de vendedor, bem como um certo charme para conquistar.

O seu trabalho passa por convencer tanto o atleta que representa, como os clubes e outros envolvidos em negociações. Nesse sentido, se tiver conhecimentos de Marketing, pode usar os chamados “gatilhos mentais”, pois será preciso levar as partes a fazerem o que deseja.

Alguns dos gatilhos mentais eficazes são, por exemplo:

  • Escassez de tempo para tomar uma decisão
  • Prova social com base em testemunhos de outros jogadores satisfeitos
  • Afeição com base na confiança e na proximidade.

Todavia, além desse lado mais mental e psicológico, o Empresário de Futebol precisa ainda de ter conhecimentos de Direito do Trabalho. Mas também tem de entender de Leis de Jogo e de normas nacionais e internacionais.

Quais as suas funções

O trabalho de um Empresário de Futebol passa por garantir o melhor para os atletas que representa. Isso passa, claro, pelos seus contratos, mas também pelo bem-estar geral.

Vê que os atletas só querem concentrar-se no esporte e no que se passa em campo, ou nos treinamentos. Portanto, precisam de alguém que trate dos aspetos chatos relacionados com contratos, impostos e outras questões administrativas e até rotineiras.

Mas a principal função do Agente de Jogadores é gerir as suas carreiras desportivas, por exemplo, procurando melhorar os seus salários. Contudo, também pode ajudar a definir um novo rumo profissional, procurando um novo clube para terem sucesso.

Além disso, pode ainda ter que resolver conflitos entre jogadores e os seus times.

Porém, uma boa parte do trabalho passa por negociar contratos e os seus termos. E que tipo de contratos são esses? Podem ser contratos de:

  • Agenciamento com o próprio Agente, fixando comissões e condições.
  • De trabalho com um clube, incluindo cláusulas de rescisão.
  • Patrocínio para promover marcas ou eventos.
  • Direitos de Imagem.

Um Jogador de Futebol como, por exemplo, Neymar ou Ronaldo, consegue ganhar mais com a venda dos Direitos de Imagem do que com os seus contratos com os clubes. Até ganham dinheiro com as suas redes sociais, mesmo sem fazerem grandes esforços.

Mas é preciso um bom Empresário de Futebol para gerir tudo isso e garantir os contratos certos.

Repara que esses tipos de craques são muito aliciados pelas marcas, mas não devem aceitar todo o tipo de propostas. Portanto, os seus Agentes precisam de ponderar se será bom para as suas imagens serem associados a uma dada marca.

Quanto ganha um Empresário de Futebol

O Agente de Jogadores pode não ter um salário fixo. Habitualmente, esses profissionais recebem comissões pelas transferências dos seus Jogadores. Nesses casos, podem receber valores muito altos, sobretudo se tiverem craques na sua carteira.

As comissões costumam ser da ordem dos 10% sobre o valor total do negócio. Contudo, esse dado pode variar, pois é algo que deve ficar fixado no contrato assinado entre o Empresário de Futebol e o jogador.

Mas os Agentes também podem ficar a ganhar uma percentagem dos ganhos anuais dos atletas que representam. Tudo depende do acordo que assinam com eles.

Atualmente, alguns Empresários de Futebol investem na compra dos passes de Jogadores. Assim, entram no negócio das transferências e esperam ganhar dinheiro com a valorização dos atletas. Mas, para isso, já é preciso ter algum poder económico.

De qualquer modo, o sucesso de um Agente está sempre ligado ao sucesso dos atletas que representa – quanto mais craques forem, mais ganhará com isso!

Saídas no Mercado de Trabalho

Esse mercado é muito competitivo e não há exatamente vagas de emprego nos jornais. Portanto, é preciso ter muita força de vontade e uma boa dose de dinamismo e atrevimento para ter êxito na profissão.

Contudo, estão surgindo, cada vez mais, agências de Empresários de Futebol. Nesses casos, há o Agente famoso que dá a cara, mas depois há muito trabalho que é preciso fazer por trás dele.

Portanto, essas agências podem ser boas oportunidades para ganhar experiência e, quem sabe, dar um pontapé de saída para uma futura carreira a solo.

Em termos de saídas profissionais, as hipóteses são limitadas. Mas o Agente de Jogadores não precisa de atuar apenas no mundo do futebol. Assim, pode procurar jovens talentos de outras modalidades, investindo no seu crescimento e num sucesso comum.

Como entrar na carreira de Agente de Jogadores

A entrada nesse mundo de tantos milhões, em dinheiro e em adeptos, pode não ser fácil, nem rápida. Mas tudo depende de alguma sorte e também de muito empenho e “olho” para o negócio.

Além disso, ter contatos dentro do mundo do futebol ajuda muito. Trata-se de conhecer desde Dirigentes Desportivos a Scouts, mas também Treinadores de Futebol e atletas. Esse mundo é muito fechado em si mesmo, portanto, ter uma boa rede de conhecidos é um grande passo para ter sucesso.

Por outro lado, é preciso pensar em começar por baixo, sonhando com o topo. Assim, podes procurar talentos nas categorias de base ou até nos campeonatos amadores. Quem sabe se não descobres o próximo grande craque mundial? Essa seria a tua sorte grande!

Mas qualquer que seja o passo que dês, primeiro tens de te legalizar como intermediário desportivo. Vê como o podes fazer já de seguida…

Como ser Empresário de Futebol no Brasil

Para ser Agente de Jogadores no Brasil, é preciso fazer o registro obrigatório na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Esse passo é essencial, pois, sem o cadastro na CBF é como se estivesse trabalhando de forma ilegal.

Mas para ser um intermediário licenciado, também precisa de respeitar outros critérios:

  • Contrato de agenciamento de atleta com duração máxima de 2 anos
  • Percentagem de 4% a 10% para o intermediário em caso de transferência.

Podes consultar o Regulamento Nacional de Intermediários (RNI) para saberes mais detalhes sobre como ser Agente de Jogadores no Brasil.

Como ser Empresário de Futebol em Portugal

Em Portugal, é a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que regula a atividade de intermediação desportiva. Mas, tal como no Brasil, o Empresário do Futebol também precisa de se registar na FPF para poder trabalhar legalmente.

Contudo, na FPF, o registo pode ser feito para toda a época ou apenas para cada negócio de transferência. Mas esse registo implica sempre o pagamento de uma taxa de mil euros, sendo que 50% desse valor vão para o Fundo de Garantia Salarial.

Este Fundo da Segurança Social serve para garantir o pagamento de dívidas das entidades empregadoras aos trabalhadores.

Desse modo, todos os processos relacionados com os Agentes de Futebol são analisados pela Comissão de Intermediários que foi criada pela FPF para o efeito.

Repara que essa Comissão tem elementos da FPF e da Liga de Clubes que organiza o campeonato nacional. Mas também inclui membros das entidades que defendem os interesses dos Jogadores de Futebol e dos Agentes de Jogadores.

Onde estudar para Empresário de Futebol

Existem várias opções de cursos que podes fazer na área da Intermediação Desportiva e da Gestão de Carreiras em Futebol. Portanto, é uma questão de fazeres a escolha certa.

É importante que aprendas sobre temas como, por exemplo, contratos de trabalho de atletas, contratos de agenciamento, contratos de formação, direitos económicos, entre outros pontos.

Vamos dar-te uma ajuda com algumas opções…

Portugal:

Brasil:

Assim, já entendeste que a vida de um Empresário de Futebol ou Agente de Jogadores pode ser tão desafiante como complexa. Mas é, sem dúvida, uma aventura! Se te sentes preparado/a para a missão, prepara-te bem e segue com confiança. Estamos a torcer pelo teu sucesso.

Partilhar Post

10 comentários em “Empresário de Futebol / Agente de Jogadores”

  1. Avatar

    Bom dia, eu procuro um empresário de futebol que posso me ajudar nessa carreira que é meu sonho.. queria muito, tou precisando muito de um empresário seria muito importante pra mim, já que estou começando a entrar no mundo do futebol até pq desde pequeno é meu sonho ser jogador de futebol amo joga bola..

  2. Avatar
    Antônio Fernandes Santana Oliveira

    Ola sou olheiro ou sčouting internacional aqui no Brasil, trabalho junto a uma agência internacional Inglaterra de futebol ,onde faço captação de jogadores profissionais e amadores, trabalho somente com CV disso e tran as fermarketing.,já mais prometo coisa que não poçamos cumprir,não aceito subornos de país para promover sonhos de nenhuma pessoa se não tiver qualificação.

    1. Avatar
      Balbino Barbosa de Jesus

      Bom dia Sr.antonio meu nome Barbosa eu tenhou o jogador na África Senegal um meia de ligação ano 2002 idade 20.anos ele é perito em Bater falta eu queria uma ajudar sua pra gente colocar ele em Portugal o Sr.poderia em nome do senhor Jesus mim ajudar fazer essa ponte obrigado abraço

    2. Avatar

      Qual o seu e-mail ? ou whatsap, sou mãe de um super atleta, extremo direito com muitíssimo

      talento, nasceu na Suiça e iniciou com 5 anos de idade no futebol , aos 10 anos viemos para Portugal, e ele esta a jogar na categoria sub 14, nasceu em 2009 e ja esta na Seleção Distrital do Norte de Portugal! seguramente é um craque, eu mesmo quero fazer a formação para agente de jogador de futebol para agenciar o meu filho, entretanto entre muitas coisas não tenho tido tempo, se você quiser aproveitar esta grande oportunidade de ser agente do futuro do futebol Português, é só entrar em contato comigo através do telefone +351 932 498 119.

  3. Avatar
    Denilto Amorim Silva

    Sou Denilto Amorim, professor de Educacao Fisica, ja trabalhei com futebol como preparador fisico e tecnico no CT PALMEIRAS OSASCO, durante 2 anos, e sempre tenho alunos que se destacam porem nao conseguia dar continuidade nos trabalhos por nao ter o apoio de minha esposa, hj separado continuo trabalhando na escola, mais estou me organizando para investir no meu sonho de trabalhar com esporte principalmente com futebol, e atraves do meu trabalho proporcionar oportunidades para jovens talentosos de familias socialmente desfavorecidas, sonho gerando sonhos.
    Estou buscando todas as informacoes e formacoes possiveis, para que possa ser bem sucedido em tudo que me for pissivel realizar.

  4. Avatar

    O Visto E5 é voltado para os atletas amadores que pretendem executar atividades desportivas em Portugal.
    Um visto temporário para Portugal pode ser concedido em diversas situações, tendo cada tipo seus requisitos específicos.
    Lembrando que a modalidade de vistos “E” é indicada para permanência de até 12 meses em Portugal.
    Esse visto é apenas uma porta de entrada, se o atleta mostrar o seu valor da melhor forma e algum clube estiver interessado em fazer contrato o visto E5 é facilmente transformado em visto de trabalho D1.
    O interessado em adquirir o visto E5 ao solicitar um orçamento, pedimos alguns dados para facilitar o andamento do processo.
    Respondemos todas as perguntas iniciais do possível cliente. Uma consultoria pode ser oferecida/solicitada com o intuito de uma análise mais técnica e personalizada sobre o caso.
    solicitamos o NIF (número de identificação fiscal) definitivo e ficamos como representante fiscal do nosso cliente.
    Com o NIF definitivo, auxiliamos no processo de abertura de conta no banco português, no processo de transferência de valores para Portugal, quando necessário.
    Solicitamos, acompanhamos a emissão do seguro saúde.
    Após a colagem do visto, o cliente é colocado em contato com os(as) advogados(as) de Portugal, que passam a assessorá-lo com a documentação necessária à entrevista do SEF, bem como eventuais reagrupamentos familiares contratados.
    Ou seja, assessoramos o cliente desde a fase inicial de orientação da documentação necessária, da montagem da processo do pedido de visto, até que o cliente se encontre a morar de forma legal em Portugal com sua autorização de residência.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *