Engenharia Sanitária

engenharia sanitária

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Ordenado Médio Mensal:

2000€ - Máximo

Empregabilidade:

Média

Disciplinas do secundario:

Física Matemática Química

Idiomas:

Inglês, Português

A engenharia sanitária é uma das áreas da engenharia, a qual se dedica ao saneamento básico e geral, esgotos sanitários, abastecimento de água e limpeza urbana. Este ramo da engenharia está muito ligado à engenharia ambiental, principalmente no que diz respeito à preservação do meio ambiente.

O engenheiro sanitarista, ou engenheiro sanitário, é a pessoa que trabalha com enta engenharia. Por ter uma ligação forte com a engenharia ambiental, ele deve ter conhecimentos amplos nessa área, assim como precisa ter conhecimentos de hidráulica, recursos hídricos e hidrologia.

Se te interessas pela área ambiental, mas também queres trabalhar com recursos hídricos, então não podias estar em melhor lugar. Neste artigo vamos mostrar-te tudo sobre esta profissão.

Vais descobrir o que faz um profissional da engenharia sanitária, quais as funções que tem no dia a dia, as saídas no mercado de trabalho, assim como o percurso que terás de fazer para entrar nesta carreira.

Vamos?

O que faz um Engenheiro Sanitarista?

O engenheiro sanitarista, ou engenheiro sanitário, também conhecido como engenheiro sanitarista e ambiental, faz o planeamento do uso da água das bacias hidrográficas, orientando também o uso deste recurso. Este trabalho inclui, por exemplo:

  • Planos de abastecimento de água
  • Planos de esgotos sanitários
  • Projetos de redes de água
  • Projetos de redes de esgotos

Além destes trabalhos, este engenheiro é o responsável por fazer projetos de drenagem, irrigação, assim como projetos de canais de escoamento.

Em alguns casos, o engenheiro sanitarista também faz a gestão das estações de tratamento de águas, assim como as estações de tratamentos de esgotos.

Uma das características mais marcantes deste profissional é ter interesse por questões ambientes e sociais. Sem dúvida, com as questões ambientais no foco das políticas nacionais e internacionais, é impossível não destacarmos esta precoupação por parte destes engenheiros.

Além deste interesse, é importante que seja uma organizada e que tenha iniciativa própria.

Ainda não te sentes confiante sobre a profissão a seguir? Experimenta os nossos testes vocacionais!

Quais as suas funções

O engenheiro sanitário é um dos profissionais mais importantes quando falamos da preservação da natureza, assim como dos seus recursos naturais, principalmente quando falamos de água.

Uma das suas funções é assegurar a qualidade da água que é consumida por todos nós, o que demonstra bem a importância que este profissional tem na sociedade em geral. Além disso, é ele que trabalha na gestão do tratamento de esgoto.

Embora não lhe seja reconhecida esta função pela maioria das pessoas, a verdade é que é também o engenheiro sanitarista que gere o tratamento do lixo industrial, doméstico e hospitalar.

Vejamos ainda outras funções que lhe estão atribuídas:

  • Planear sistemas de distribuição de água
  • Construir e ampliar os sistemas de distribuição de água
  • Construir estações de tratamento de esgoto
  • Fazer a supervisão da coleta de lixo
  • Supervisionar o descarte do lixo
  • Avaliar o impacto das obras no meio ambiente
  • Prevenir poluição gerada pelo tratamento de efluentes industriais
  • Prevenir a poluição do ar nas indústrias
  • Fazer a monitorização do ambiente costeiro e marinho
  • Realizar ações de controlo e prevenção de erosão de praias

Saídas no Mercado de Trabalho

O profissional de engenharia sanitária pode trabalhar em diferentes tipos de empresa, como, por exemplo, empresas de consultoria na área sanitária, tanto dedicadas a estudos, como à realização de projetos.

Pode também encontrar oportunidades em cargos públicos, onde se pode dedicar a estudos e projetos de obras sanitárias e ainda estudos dos impactos ambientais.

As indústrias também são contratantes do engenheiro sanitarista, o qual foca na prevenção da poluição e tratamento de fontes poluentes, para garantir a conformidade com as normas e regras vigentes. Sem dúvida, as regras impostas para a preservação do meio ambiente são cada vez maiores. Por isso, este profissional mostra-se indispensável para muitas indústrias.

Além disso, pode trabalhar para empresas que precisem de criar sistemas de drenagem e irrigação.

Outras opções incluem, por exemplo:

  • Ensino e investigação
  • Câmaras municipais
  • Empresas municipais
  • Comissão e Organizações Europeias

Como entrar na carreira de Engenharia Sanitária?

Para seguires a profissão de engenheiro sanitarista, precisas ter o curso superior em engenharia ambiental com especialização em engenharia sanitária ou Gestão Sustentável do Ciclo Urbano da Água. É fundamental que procures uma instituição que seja reconhecida e acreditada pela Ordem dos Engenheiros, assim como pela Eur-ACE (European Acredditation of Engeneering Programes).

No Brasil, para seguir a profissão de engenheiro sanitarista, é necessário ter o curso de engenharia sanitária e estar inscrito no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). Normalmente, o curso de engenharia sanitária é oferecido na modalidade de bacharelado e tem uma duração média de 5 anos.

Onde estudar Engenharia Sanitária?

Portugal:

Brasil:

Os engenheiros sanitaristas ocupam uma posição cada vez mais forte no mercado de trabalho. Com toda a certeza, o futuro para estes profissionais é promissor, até porque o meio ambiente não pode esperar mais. Sendo assim, esta é uma profissão que te garante boas oportunidades, mas também te dá uma sensação de realização muito grande. Não só vais trabalhar numa área que gostas, como também vais estar a ajudar toda a humanidade.

Se a engenharia sanitária te interessa, então não penses duas vezes. Investe na tua formação, pois vai valer a pena o esforço. Nós desejamos-te muito sucesso.

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top