Engenheiro de Transportes e da Mobilidade

engenheiro de transportes e da mobilidade

O engenheiro de transportes e da mobilidade trabalha com toda a infraestrutura de transporte. É da sua alçada a construção das redes rodoferroviárias, aeroportos, portos, rodovias, pontes, e hidrovias. É ele também que trata da sua gestão e manutenção.

Outros nomes para esta profissão: Engenheiro da Mobilidade; Engenheiro de Infraestrutura; Engenheiro de Transportes; Engenheiro de Transportes e Logística; Engenheiro Ferroviário e Logístico; Engenheiro Ferroviário e Metroviário.

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Física, Geografia, Informática, Matemática, Materiais e Tecnologias, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

Sem dúvida, esta é uma excelente área para aqueles que têm um gosto particular pelas ciências exatas, e pode ser também uma oportunidade para aqueles profissionais técnicos em transportes urbanos e técnicos de estrada.

Se quer saber mais sobre esta profissão, então continue a ler este artigo e saiba o que faz este profissional na sua rotina de trabalho, quais as funções que desempenha, as saídas no mercado de trabalho e o que precisa fazer para entrar nesta carreira. Confira!

O que faz um Engenheiro de Transportes e Mobilidade?

O engenheiro de transportes e mobilidade é o profissional responsável por desenvolver a infraestrutura de transporte, assim como tratar da sua manutenção.

De entre as várias responsabilidades destes engenheiros, destacamos o planeamento da construção das infraestruturas (viárias, ferroviárias, rodoviárias, aeroportuárias, e portuárias) e sua manutenção.

Para que os projetos sejam elaborados de forma eficiente e com qualidade, os engenheiros de transportes e mobilidade fazem toda a coordenação dos serviços.

Estes profissionais também são responsáveis pela elaboração de projetos de tráfego urbano, tendo em conta o fluxo de veículos.

Sem dúvida, a maioria destes profissionais trabalha na área da mobilidade urbana, muito pela grande necessidade de planeamento que as últimas décadas fizeram urgente. Além de todo o planeamento, este profissional precisa criar um cronograma das obras, assim como garantir a eficiência de custos ao longo de todo o projeto.

Para fazerem projetos de mobilidade urbana, é fundamental que façam, antes de mais nada, estudos de tráfego, os quais lhe darão as informações necessárias para que consigam evitar congestionamentos, ou melhorá-los.

Eles também atuam nos transportes públicos, devendo fazer uma avaliação da procura por estes. Assim, eles conseguem desenvolver projetos de desenvolvimento dos transportes urbanos, embasados com as necessidades da população.

Sabemos que os acidentes no trânsito são muito comuns, infelizmente, e são causadores de várias mortes todos os anos. O engenheiro de transportes de de mobilidade trabalha também no sentido de evitar esses acidentes, fazendo uma avaliação da situação, percebendo o que está a causá-los, e implementando (implantando) medidas que possam evitá-los e aumentar a segurança.

Quais as suas funções

As funções de um engenheiro de transportes e mobilidade variam muito de acordo com a sua área de atuação. Sendo assim, vamos olhar para cada uma delas e perceber quais as funções que se destinam a elas.

  • Infraestrutura: Nesta área, o profissional fica responsável por fazer o planeamento (planejamento) da construção de vários tipos de infraestruturas, como avenidas, viadutos, pontos, rodovias, entre outras.
  • Logística: O engenheiro a trabalhar na área da logística fica encarregue de decidir como serão feitas as entregas, escolhendo o melhor meio de transporte para cada uma das cargas, assim como determinando os melhores trajetos a serem feitos.
  • Manutenção: Ao atuar na área da manutenção, o engenheiro de transportes e mobilidade fica responsável por elaborar o cronograma de manutenção das diferentes vias de transporte. Atuam também na manutenção dos veículos.
  • Planeamento (Planejamento) Viário: Atuando nesta área, o profissional é responsável por verificar quais as necessidades de transportes para determinada região e, de acordo com os resultados, propõe melhorias que possam sanar essas mesmas necessidades. Nesta área, também, o profissional deve fazer a monitorização (monitoramento) do fluxo dos transportes e veículos.

Saídas no Mercado de Trabalho

Tanto em Portugal, como no Brasil, existem sérios problemas no que diz respeito aos transportes e à mobilidade. Sem dúvida, os grandes centros urbanos crescem a cada dia, e esse crescimento apresenta vários desafios no que diz respeito aos transportes públicos, assim como à mobilidade dentro das cidades.

Tendo em conta este panorama, o mercado de trabalho para o engenheiro de transportes e mobilidade é muito otimista.

Sem dúvida, existe uma crescente procura por este profissional, especialmente no âmbito da esfera pública. No entanto, estes profissionais também encontram excelentes oportunidades em empresas de grande porte, as quais são responsáveis pelo desenvolvimento das infraestruturas.

Como entrar na carreira de Engenheiro de Transportes e Mobilidade

Para exercer no cargo de engenheiro de transportes e mobilidade em Portugal deve tirar, primeiro, a licenciatura em engenharia de sistemas de transportes (3 anos) e depois o mestrado em transportes e/ou mobilidade (2 anos).

No Brasil, deverá concluir a graduação em Engenharia de Transportes. Pode, ainda concluir a graduação em engenharia e depois tirar o mestrado em engenharia de transportes e mobilidade.

O curso tem uma componente teórica muito forte, com disciplinas gerais de matemática, química, física e informática, e disciplinas específicas, como engenharia de fluidos e resistências materiais, geologia, metrologia, entre outras.

O final do curso inclui um estágio obrigatório, assim como a elaboração de um trabalho de conclusão de curso.

Onde estudar Engenharia de Transportes e Mobilidade

Portugal:

Brasil:

Esta é uma profissão, com toda a certeza, de futuro. As necessidades são cada vez maiores, especialmente no que diz respeito à mobilidade urbana e aos transportes nos grandes centros urbanos. Sendo assim, a procura destes profissionais será, sem dúvida, muito grandes nos próximos anos.

Quer seguir a carreira de engenheiro de transportes e mobilidade? Saiba que o curso não é muito fácil, mas vai valer a pena todo o esforço feito! As horas e horas de estudo afincado vão ser recompensados com um trabalho bem remunerado e uma carreira sólida.

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima