Engenheiro Hospitalar

Engenheiro Hospitalar

O engenheiro hospitalar, ou engenheiro clínico, é, atualmente, uma das profissões com mais saídas profissionais. Sem dúvida, é um mercado de trabalho em franca expansão, tanto em Portugal, como no Brasil.

Outros nomes para esta profissão: Engenheiro Clínico

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Física, Informática, Matemática, Materiais e Tecnologias, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

A engenharia hospitalar, ou engenharia clínica, é um ramo específico da engenharia biomédica e elétrica, a qual foca, sobretudo, na gestão das tecnologias direcionadas para a saúde com o intuito de fornecer os melhores cuidados aos pacientes.

Os profissionais formados em engenharia clínica e hospitalar são multidisciplinares, embora atuem, maioritariamente, em estabelecimentos de assistência de saúde (hospitais, privados e públicos, clínicas, entre outros).

Os engenheiros hospitalares são os profissionais que dão a conhecer as melhores soluções tecnológicas para a assistência médica ao administrador do hospital, ou outros profissionais da área da saúde.

São estes profissionais, também, que fazem a manutenção dos aparelhos e materiais, avaliando a segurança de cada um deles.

Se quer seguir esta área de conhecimento, saiba que a engenharia clínica é de grande importância para gerir o risco hospitalar. Isto porque atua na prevenção, assim como na mitigação de possíveis eventos adversos.

Vejamos agora qual o dia a dia dos engenheiro clínico, quais as funções que tem de desempenhar, quais as saídas no mercado de trabalho, e como pode ingressar nesta carreira!

O que faz um Engenheiro Hospitalar / Engenheiro Clínico?

O engenheiro hospitalar é o profissional responsável por ajudar a administração a tomar decisões técnicas no âmbito hospitalar. A sua principal função é reunir as tecnologias que melhor se adequam e aplicá-las na instituição de saúde em que trabalha, de forma a encontrar soluções para determinados problemas.

Ele também é o profissional responsável por desenvolver equipamentos hospitalares, mas também cabe a ele ajudar a administração a implementar as melhores estratégias.

Como ele tem um papel muito importante no funcionamento dos hospitais e outras instituições de saúde, é cada vez mais valorizado. Por isso, também, tem havido uma crescente procura destes profissionais no mercado de trabalho, tanto por órgãos públicos, como privados.

Quais as suas funções

De entre as principais funções do engenheiro clínico, podemos destacar:

  • Gerir processos decisivos no que diz respeito a questões técnicas e administrativas
  • Escolher as melhores tecnologias para implementar no ambiente hospitalar para a resolução de problemas específicos
  • Desenvolver equipamentos hospitalares
  • Apoiar o planeamento em todas as etapas

Embora os profissionais formados em engenharia hospitalar estejam aptos para trabalhar na estrutura predial hospitalar, muitas vezes com equipamentos não-médicos, eles têm conhecimentos muito aprofundados de toda a regulamentação que orienta os espaços de saúde, assim como de manutenção de espaços hospitalares.

Fornecedores

Tendo em conta que a engenharia clínica e hospitalar está ligada com a escolha das tecnologias a serem implementadas nos hospitais, então os engenheiros estão também a ser contratados para empresas que fornecem esses equipamentos para uma maior aceitação dos produtos no mercado.

Geralmente, estes profissionais são contratados pela necessidade crescente e constante de melhorar os serviços prestados às instituições hospitalares, quer na venda de equipamentos, como na assistência técnica, no desenvolvimento de novos equipamentos, no treinamento de pessoal, entre outros.

Saídas no Mercado de Trabalho

O engenheiro hospitalar tem quase que uma garantia de emprego logo após a conclusão do curso superior de engenharia clínica e hospitalar. A crise económica não abalou este mercado de trabalho, pois estes profissionais são ainda mais necessários nestas alturas.

Além de uma empregabilidade perto dos 100%, o salário oferecido a estes profissionais é bastante alto, o que pode ser uma grande vantagem para aqueles que estão ainda em dúvida sobre a profissão a seguir.

Tendo em conta que os avanços tecnológicos não param, e são cada vez mais acelerados, estes profissionais tendem a ser ainda mais procurados.

Claro que, havendo uma escassez de profissionais qualificados na área, a tendência é que o salário aumente na mesma proporção, além de lhe dar a oportunidade de escolher onde e para quem quer trabalhar.

A maioria dos profissionais trabalham em hospitais, públicos e privados, e clínicas. No entanto, tendo em conta a multidisciplinaridade destes profissionais, existem várias áreas de atuação disponíveis.

Os fornecedores e vendedores de materiais e equipamentos médico-hospitalares têm procurado muito estes profissionais, pois são essenciais para manterem a competitividade no mercado. A constante evolução dos equipamentos torna imprescindível uma renovação constante de equipamentos, na tentativa de melhorar e criar novos.

O profissional de engenharia hospitalar é uma peça importante nesse sentido, pois está a par das necessidades hospitalares, assim como dos problemas a serem ultrapassados em cada tipo de equipamento.

Como entrar na carreira de Engenheiro Hospitalar

Para poder entrar na carreira de engenheiro hospitalar deverá, obrigatoriamente, tirar o curso superior correspondente.

Este é um curso que está focado na área das ciências exatas, exigindo conhecimentos sólidos de matemática, álgebra, química, física, programação, entre outras disciplinas.

Aquando a conclusão do curso, os alunos deverão estar dotados de conhecimentos vastos que possibilitem realizar a manutenção de equipamentos médico-hospitalares. Deverão ser capazes também de desenvolver novos equipamentos, apoiar a administração na aquisição de novas tecnologias, estabelecer medidas de segurança no âmbito hospitalar, entre outras funções.

Onde estudar Engenharia Hospitalar / Engenharia Clínica

Portugal:

Brasil:

  • Engenharia e Manutenção Hospitalar – INBEC
  • Engenharia Clínica para Hospitais – IPH

Se quer uma profissão de grande futuro, com emprego garantido e salário alto, a de engenheiro hospitalar e clínico é a escolha certa! Sem dúvida, uma escolha acertada!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima