Professor de Economia

Professor de Economia

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Ordenado Médio Mensal:

1500€ - 2000€

Empregabilidade:

Alta

Disciplinas do secundario:

Ciência Política Direito Economia História Matemática Sociologia

Idiomas:

Inglês, Português

O Professor de Economia é um profissional com grandes conhecimentos nesta ciência socioeconómica, partilhando-os com alunos do ensino secundário e da faculdade.

Esta disciplina é essencial em diversas áreas de estudo, não estando apenas ligada à área da Economia e Gestão. História e Sociologia, por exemplo, são duas ciências que precisam da Economia para compreenderem os fenómenos históricos e sociais.

Estando a Economia no centro da nossa vida, o estudo desta ciência até deveria ser levado a cabo por todos os alunos, não só aqueles que seguem a área das Ciências Socioeconómicas.

No entanto, esta não é ainda a realidade do plano escolar e só aqueles que seguem o curso de Ciências Económicas têm aulas de Economia como obrigatórias. Os alunos dos restantes cursos poderão escolher esta disciplina, mas é opcional.

Se gostas de Economia e tens vontade de ensinar, a profissão de Professor de Economia pode ser aquela que tanto procuravas. Neste artigo vamos mostrar-te tudo o que precisas saber para entrar nesta carreira com o pé direito.

Vamos?

O que faz um Professor de Economia?

O Professor de Economia em Portugal dá aulas desta ciência socioeconómica a alunos do ensino secundário e universitário. No Brasil, os Professores de Economia só atuam na universidade, pois não existe oferta formativa desta área no ensino fundamental ou médio.

A Economia, ou ciência económica, pretende analisar a produção de bens e serviços, assim como a sua distribuição e consumo. Sendo assim, podemos dizer que esta ciência estuda o comportamento e as escolhas dos indivíduos e a atividade económica da sociedade.

Nas aulas de Economia, o Professor aborda dois ramos diferentes desta ciência: microeconomia e macroeconomia. Enquanto a microeconomia está focada nos comportamentos individuais, a macroeconomia é voltada para o estudo do resultado global dos comportamentos em sociedade.

É importante que o Professor de Economia seja capaz de cativar os alunos, até porque é uma disciplina que pode ser difícil para muitos. Além disso, existe uma ideia negativa pré-concebida da disciplina, o que faz com que os alunos estejam pouco motivados para aprender.

Portanto, fazer com que as aulas mostrem lados práticos do dia a dia é essencial para “trazer os alunos para perto”. Usar uma linguagem simples e objetiva é também importante. Termos técnicos têm sempre de ser explicados “por miúdos”.

Talvez te interesse conhecer também a profissão de Economista

Quais as suas funções

O Professor de Economia tem como principal função apresentar as leis económicas aos alunos. Ensinar os principais conceitos económicos, assim como as suas aplicações práticas, é o foco deste Professor no ensino secundário.

No ensino universitário, o Professor de Economia explora a disciplina de forma profunda, mas sempre adaptando a matérias às necessidades particulares dos alunos.

Por exemplo, na licenciatura de Economia, é óbvio que terá uma grade curricular extensa em economia e espera-se que os alunos tenham conhecimentos vastos na área. Já no curso de Sociologia, por exemplo, é importante que os alunos conheçam os conceitos económicos para conseguir usá-los nas análises sociológicas.

Tanto os Professores do ensino secundário, como os Professores universitários, não se ocupam apenas das aulas. Sem dúvida, o trabalho destes profissionais vai bem além da sala de aula. De entre as várias tarefas que têm pela frente, podemos destacar aqui, por exemplo:

  • Desenvolver e organizar atividades para a sala de aula
  • Organizar e preparar as aulas para cada turma, olhando para as necessidades específicas
  • Fazer e corrigir testes de avaliação, provas e exames

O que se aprende nas Aulas de Economia?

No ensino secundário, os alunos que frequentam as aulas de economia aprendem a Economia como uma ciência social, assim como aprendem a dimensão económica da realidade social, sendo que estes dois fatores estão conectados a situações e problemas económicos da contemporaneidade.

Para tal, o Professor de Economia aborda uma série de temas, como, por exemplo:

  • Economia no contexto das ciências sociais
  • Objeto de estudo da Economia
  • Agentes económicos
  • Atividades económicas
  • Produção de bens e serviços
  • Trabalho
  • Capital
  • Eficácia de produção
  • Distribuição de bens e serviços
  • Tipos de comércio
  • Rendimentos e repartição dos mesmos
  • Redistribuição de rendimentos
  • Papel do Estado
  • Desigualdades na repartição dos rendimentos no país e no mundo
  • Consumo e poupança
  • Investimento
  • Mercado, preço e estruturas dos mercados de bens e serviços
  • Moeda e inflação
  • Financiamento de atividades económicas
  • Circuito económico
  • Contabilidade nacional, assim como as suas limitações
  • Balança de pagamentos, balança corrente, balança de capital e balança financeira
  • Políticas económicas e sociais do Estado

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, o Professor de Economia trabalha em escolas públicas e privadas do ensino secundário, assim como em universidades. Esta é uma profissão muito procurada, pois existem poucos profissionais que optem pela área do ensino. Portanto, a probabilidade de colocação é muito grande.
No Brasil, como não existe a disciplina de Economia no ensino fundamental e médio, o Professor de Economia só trabalha em universidades.

Em ambos os países, existe ainda a possibilidade de dar aulas em cursos online e na modalidade presencial. Como esta é uma ciência importante em vários aspetos da nossa vida, muitos cursos têm nas suas grades curriculares a disciplina e Economia.

Portanto, quem quiser, poderá optar por fazer estes cursos informais, em vez de seguir os tradicionais caminhos do ensino.

Poderás ainda dar aulas particulares a alunos que precisem melhorar o seu rendimento escolar. Esta é uma excelente forma de conseguires um dinheiro extra e podes fazê-lo nos tempos livres.

Como entrar na carreira de Professor de Economia?

Em Portugal, para seguires a profissão de Professor de Economia, deverás tirar a licenciatura em Economia, mas deves também optar por um mestrado em ensino ou ciências da educação. Para dares aulas na universidade, tens de fazer o doutoramento.

No Brasil, para ser Professor universitário em faculdades privadas é preciso ter uma pós-graduação lato-sensu. Mas se quiser dar aulas em universidades públicas, é preciso ter uma pós-graduação stricto sensu, ou seja, concluir o mestrado ou doutorado.

Onde estudar Economia?

Portugal:

Brasil:

Gostavas de ser Professor de Economia? Então tens de investir bastante na tua formação! Pode ser um caminho difícil e demorado, mas acredita que vai valer a pena. Quando gostamos do que fazemos, não há sacrifício que nos faça desistir. Nós, do Guia das Profissões, desejamos que tenhas muito sucesso na tua carreira.

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top