Engenheiro Químico

O engenheiro químico é o profissional que trabalha na extração de matérias-primas, assim como com na transformação físico-química desses materiais para depois desenvolver produtos usados no nosso dia a dia.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Geologia, Matemática, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

Os engenheiros químicos podem atuar em diversas áreas, como por exemplo, no tratamento de gases e líquidos nas indústrias fertilizantes, no desenvolvimento de tecnologias novas na produção de pisos, no planeamento de construção de usinas de mineração, na supervisão do processo de produção de medicamentos, entre outros.

É uma profissão exigente, que implica conhecimentos específicos, mas também é recompensada monetariamente, e traz também uma grande gratificação pessoal.

Se quer saber mais sobre esta profissão, continue a ler este artigo, pois contaremos como é o dia de um engenheiro químico, quais as suas funções, quais as saídas que ele tem no mercado de trabalho, e como poderá entrar nesta Carreira fascinante!

O que faz um Engenheiro Químico?

O engenheiro químico é aquele que faz a extração das matérias-primas, mas também transforma os materiais para a produção de utensílios para o nosso quotidiano.

Por isso, ele poderá trabalhar em diversas áreas do mercado. Tudo o que implique processos de industrialização, fabrico, o engenheiro químico tem lugar de destaque.

É ele também que faz o projeto, constrói, e faz a operação de plantas industriais. É sua função igualmente, desenvolver e supervisionar todos os processos de fabricação de produtos na indústria.

Sendo assim, ele poderá trabalhar em indústrias:

  • Alimentares
  • Farmacêutica
  • Tintas e vernizes
  • Papel e celulose
  • Biotecnologia
  • Petroquímica
  • Cosmética
  • Materiais de construção
  • Produtos de limpeza
  • Têxtil
  • Polímeros

Quais as suas funções

Para entendermos as funções de um engenheiro químico, é necessário olhar para cada uma das áreas de atuação principais, de forma a podermos explicar as suas funções específicas em cada uma delas.

Projetos

Os engenheiros químicos que trabalham com processos químicos de grande escala, são responsáveis por projetar e dirigir a construção de usinas, fábricas, e estações de tratamentos de resíduos.

Neste caso, é ele também que determina quais os procedimentos de segurança a adotar, assim como os processos de logística, movimentação de materiais, entre outros.

Todos os projetos de expansão de indústrias químicas são, igualmente, da responsabilidade dos engenheiros.

Ele atua também quando uma organização quer lançar um produto novo e necessita de desenvolver um projeto e criar um logótipo.

Por fim, ele pode ainda atuar na gestão de projetos para a criação de produtos novos, ou aprimorar os produtos já existentes.

Desenvolvimento

Os engenheiros químicos trabalham, em grande parte, no desenvolvimento de novos produtos. Para isso, este profissional faz experiências, usando diferentes tipos de materiais, e testando a reação físico-química destes com diferentes agentes químicos.

A partir dessas experiências, o profissional cria produtos novos, e depois realiza todos os testes de qualidade e resistência necessários para definir quais as situações e em que circunstâncias os produtos podem ser utilizados.

Tendo em conta a grande complexidade desta atividade, o engenheiro químico será o profissional responsável por verificar qual a viabilidade económica e técnica de todo o processo de fabricação dos novos produtos criados por ele.

O engenheiro químico também procura aprimorar as técnicas de produção usadas, não só para melhorar a qualidade dos produtos, mas também para diminuir os custos de produção.

Por isso, uma parte do seu trabalho passa por pesquisar técnicas que possam ser mais económicas e eficientes para os processos de fabrico e transformação de materiais.

Para os produtos que a empresa já tem disponíveis, o engenheiro é responsável também por pesquisar novas utilizações para eles, se existentes.

Os engenheiros químicos que trabalhem na extração de matérias-primas, são responsáveis ainda por desenvolver novas tecnologias de extração.

Processo Industrial

Os engenheiros químicos que trabalham no processo industrial, têm atuação em todas as etapas do processo de fabrico de produtos.

Ele define quais serão os equipamentos a serem usados em cada uma das etapas de produção, operando no planeamento de operações industriais.

Sem dúvida, esta é uma etapa muito importante nos processos industriais, independentemente do seu porte.

O engenheiro químico é responsável ainda por planear a quantidade de equipamentos a serem usados, assim como o tipo de equipamentos, definindo especificidades, como por exemplo o tipo, tamanho, e condições de construções de armazenagem.

Ele é também o profissional responsável por fazer a coordenação das equipas de trabalho que farão os processos químicos. Sendo assim, ele é responsável por manter as normas de higiene, segurança, qualidade, e garantir o menor impacto possível no meio ambiente.

Para isso, ele orienta todos os processos de manuseamento e armazenagem dos produtos e materiais, fazendo também o trabalho de orientação desses processos, de forma a evitar riscos de contaminação.

O engenheiro químico é também o representante da empresa em reuniões com órgãos governamentais, de forma a obter autorizações e licenças para a produção e transporte dos produtos químicos, assim como para instalações de indústrias. É ele, igualmente, que elabora e aprova a documentação para importação e exportação de produtos químicos.

Outra das suas funções neste campo é estudar diferentes métodos para aumentar a produtividade da empresa, assim como redução dos custos. Ele será o profissional responsável por aplicar esses novos métodos e avaliar o desempenho.

Saídas no Mercado de Trabalho

O engenheiro químico poderá trabalhar em todas as áreas que impliquem processos de industrialização, fabrico de produtos.

Sendo assim, o mercado de trabalho é, principalmente, centrado nas indústrias, sejam elas de que tipo forem.

Por isso, é uma profissão que garante um futuro seguro, tendo em conta que poderá atuar nas mais diferentes indústrias do país.

Como entrar na carreira de Engenheiro Químico

Para trabalhar como engenheiro químico, é necessário concluir um curso superior em engenharia química. O curso tem duração de 5 anos, sendo três de licenciatura e dois de mestrado, em Portugal, e 5 anos para a habilitação de bacharelado no Brasil.

O curso é focado em disciplinas teóricas como a física, matemática, e programação de computadores, assim como aborda disciplinas mais específicas, como materiais e Engenharia Bioquímica.

Onde estudar Engenharia Química

Portugal:

Brasil:

Se quer ser engenheiro químico, prepare-se para uma jornada de estudos exigente. Mas saiba que, no final de tudo, sentirá uma enorme satisfação por poder concretizar o seu sonho!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima